Água Preta: Militante do PROS atropela partidários de Noé Magalhães e é presa em flagrante

 

A campanha em Água Preta virou caso de polícia. A moradora do município de Palmares, Welma Melo, militante do PROS, foi presa em flagrante depois de atropelar um grupo de partidários do candidato a prefeito Noé Magalhães, que disputa a eleição no município pelo PSB. A ação da militante, cujas cenas estão gravadas através de imagens de celular, mostram ela dirigindo e lançando o carro sobre os partidários da chapa 40, causando perplexidade para as pessoas que estavam no local ou que acompanharam as imagens pelas redes sociais.

Nas imagens do vídeo, a agressora faz uma manobra rápida na rua, dirigindo um veículo da cor prata, e sai em velocidade, avançando com o carro para onde as pessoas estavam na rua, causando o atropelamento. Haviam cerca de 15 pessoas no local, que perceberam a movimentação brusca do carro e tentaram desviar.

Anayara Maria de Lima Campos, moradora de Água Preta, foi uma das vítimas. Ela prestou depoimento à polícia, que lavrou rapidamente um boletim de ocorrência e em diligência imediata conseguiu deter a causadora do acidente no município de Palmares. Welma foi presa em flagrante e vai responder por tentativa de homicídio.

Água Preta tem pouco mais de 23 mil eleitores, que se dividem entre Tonhão (PROS), Nóe Magalhães (PSB), Elias de Alegrete (Avante) e Daisy de Paulo (MDB). O clima é de disputa acirrada. O vice-prefeito e pré-candidato a prefeitura, Tonhão, está envolvido em polêmicas desde o começo da campanha, quando foi multado por realizar propaganda eleitoral antecipada e tem recebido muitas críticas, sendo chamado de “funcionário do prefeito” e ” boneco” pelo pré-candidato do PSB, Noé Magalhães.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.