Arcoverde: Wellington e Israel Rubis vão formar a chapa de Madalena

By 28/08/2020 - 10:00Sertão do Moxotó

Após várias tentativas de contornar a presidente da Câmara Municipal, vereadora Célia Almeida Galindo, do PSB, sem muito sucesso, a prefeita Madalena Britto, que também é do PSB, e o pré-candidato a prefeito apoiado por ela, Wellington Maciel, dono do grupo LW, decidiram anunciam nesta segunda-feira, dia 31, o nome do delegado paraibano Israel Rubis, do PP, como o pré-candidato a vice-prefeito na chapa governista. O nome já estava definido a um bom tempo e é uma preferência da esposa de Wellington, Rejane Maciel, mas somente agora saiu a decisão de anunciar.

Israel Rubis foi delegado regional em Arcoverde por apenas um ano de 18 meses e foi transferido em setembro de 2019 juntamente com o então comandante do 3º BPM, Tenente Cel. Costa Junior, por incompatibilidade entre os dois, segundo fontes da Secretaria de Defesa Social. Apesar disso, usou o fato para estimular manifestações contra os vereadores sob a alegação de perseguição política por estar investigando vários parlamentares que foram a um congresso em Maceió (AL), mas logo após os fatos filiou-se ao PP para se colocar como pré-candidato a prefeito. Um ano após os fatos, a investigação que teria sido aberta contra os vereadores até hoje não deu em nada.

Quem também deve anunciar este final de semana seu pré-candidato a vice-prefeito é a pré-candidata e vereadora Cybele Roa, do Avante. Médica e vereadora de primeiro mandato, vindo de uma disputa de deputada estadual a onde obteve pouco mais de 7 mil votos em Arcoverde, Cybele deve anunciar como seu vice o professor e ex-diretor da Gerência Regional de Educação do Sertão do Moxotó, Reginaldo Amorim, do Patriotas, que também era pré-candidato a prefeito.

O primeiro a anunciar seu pré-candidato a vice-prefeito foi o ex-prefeito Zeca Cavalcanti, do PTB, que ainda antes da pandemia, em março, apresentou o nome do engenheiro Eduíno Filho (Podemos), de 29 anos, para compor a chapa da oposição. Ele é filho do ex-deputado estadual Eduíno Brito, que selou a aliança com Zeca ainda no início do ano. Considerado favorito na disputa, Zeca governou Arcoverde por dois mandatos, entre 2005 e 2012 e saiu com 88% de aprovação.

Com os anúncios, o cenário eleitoral da Capital do Sertão fica quase que totalmente definido com três candidaturas a serem oficializadas nas convenções que começam a partir da próxima semana. Fica faltando apenas a confirmação da pré-candidatura do Partido dos Trabalhadores (PT), Verones Carvalho, para os arcoverdenses saberem todos os nomes que terão à disposição para escolher em 15 de novembro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.