All Posts By

fernandanegromonte

Coluna Fala PE – Covid: STF extrapola competência e obriga Congresso a abrir CPI contra Bolsonaro

By ColunaFalaPE No Comments

Na ausência do Congresso Nacional, cuja maior parte dos deputados e senadores já beija a mão do presidente da República, o Supremo Tribunal Federal extrapolou sua competência, mais uma vez, obrigando a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as ações do Governo Bolsonaro no combate à pandemia de coronavírus.

O irônico é que o pedido para abrir a CPI foi protocolado por 31 senadores, esses da oposição, que esbarraram no corpo mole do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Diante da determinação do ministro Luís Roberto Barroso, Pacheco não teve outra alternativa se não a de acatar. É uma vergonha mesmo um Legislativo tão submisso ao Executivo, que precise de um Judiciário para fazer as coisas andarem. “Viva o princípio constitucional dos Freios e Contrapesos”, gritaria uma professora minha de Constitucional.

A decisão de Barroso se enquadra no que os juristas chamam de Neoconstitucionalismo, uma tese defendida muito pelo próprio ministro. Na prática, esse fenômeno se dá quando, na letargia do Legislativo, o Judiciário assume o papel do outro poder e legisla. Para além dos livros de Direito, a postura de Barroso e dos 31 senadores é a mais correta possível. Os números estarrecedores da pandemia e a incapacidade do Governo Bolsonaro em dar soluções são, sim, totalmente passíveis de avaliação. E de punições!

Contrariado, Rodrigo Pacheco teve que dar uma coletiva de imprensa ao final da sessão plenária para dizer que abrirá a CPI solicitada pelos seus pares e determinada pelo STF. Com cara de besta, o presidente do Congresso (olha a dimensão do cargo) não teve outra saída. Quando o Executivo e Legislativo não conseguem fazer valer a dignidade da pessoa humana, cabe mesmo ao Judiciário exercer esse papel.

DEFESA – Tão logo terminou a coletiva do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o deputado federal e ministro das Comunicações, Fábio Faria, correu para o Twitter para defender o governo. “Num (sic) momento em que todos pedem união entre os poderes, nos surpreendem decisões sobre uma CPI que em nada contribuirá para vencer a pandemia. Nossos esforços não deviam estar concentrados em combater a Covid-19 e vacinar os brasileiros? É hora de união, não de politização e caos”, questionou o ministro, que também falou à CNN sobre o assunto.

NOVA DERROTA – A decisão de Luís Roberto Barroso favorável à investigação do governo na pandemia não foi a única derrota de Jair Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal ontem. Mais cedo, o STF autorizou que estados e municípios proíbam a realização de missas e cultos presenciais durante a pandemia de covid-19 por meio de decreto. Com o voto final do presidente Luiz Fux, o placar do julgamento acabou em nove a dois contra a liberação dos templos. A maioria dos votos usou a ciência como justificativa. Só Dias Toffoli e Nunes Marques votaram em favor da liberação.

SUSPENSÃO – A eleição para a mesa diretora da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), marcada para a próxima segunda-feira (12), foi suspensa pelo Governo de Pernambuco. A decisão, tomada na tarde de ontem, teve a assinatura do secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. O titular da pasta argumenta que o pleito causaria grande aglomeração, desrespeitando o protocolo vigente durante a pandemia. Errado não está, não é? Com isso, cabe aos candidatos Léo do Ar (situação) e Zé Raimundo (oposição) respeitarem e aguardarem a nova data.

LIDERALEPE – O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros, participou da reunião ordinária da Câmara de Vereadores de Caruaru, ontem, avançando em mais um lançamento do Lideralepe, projeto de formação de novas lideranças da Alepe. Eriberto destacou a importância da política para transformar a vida das pessoas e defendeu a união entre os poderes como “alternativa para superar desafios”. O presidente destacou, ainda, a convergência que vem promovendo entre os poderes.

O povo quer saber: essa CPI para apurar as ações do governo na pandemia anda mesmo ou é só espuma?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.

Brasil corre risco de ficar sem vacinas

By ColunaFalaPE No Comments

A informação divulgada ontem pela CNN Brasil, revelando que o Instituto Butantan precisou paralisar a produção da Coronavac por falta de matéria-prima, pode ter efeitos devastadores no processo de imunização em todo o Brasil. Segundo dados do SUS, 8 em cada 10 vacinas aplicadas hoje no país são do resultado da parceria do Butantan com a chinesa Sinovac e as 2,5 milhões de doses que o Instituto tem prontas, hoje, não são suficientes para dar continuidade à vacinação, especialmente após a orientação do Ministério da Saúde de aplicar todas as doses enviadas, sem fazer a reserva da segunda dose.

Oficialmente, o Instituto Butantan diz que cumprirá com os prazos e entregará as 10 milhões de doses restantes ao Programa Nacional de Imunizações até o dia 30 de abril. Mas a paralisação das fábricas, o atraso do envio do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) da China, que deveria chegar nesta sexta (9) e já foi adiado para a próxima quinta (15), preocupa. Estados e Municípios em todo o Brasil seguiram ampliando os grupos atendidos com a vacina, na expectativa do envio de novas doses por parte do Ministério da Saúde, podem ser afetados e frustrar a população que esperava ser contemplada.

O cenário é agravado pelas sucessivas dificuldades da parceria da Fiocruz com a AstraZeneca, de engrenar a produção de sua vacina. Muito embora a Fundação tenha apontado que chegou a capacidade de produzir 900 mil doses por dia e o Ministério da Saúde conte com mais de 18 milhões de doses dessa vacina em abril, o IFA utilizado pela Fiocruz também é oriundo da China e entra no risco de falta de fornecimento.

Diante do aumento da escalada nas mortes que ultrapassou o patamar das 4 mil por dia, pacientes na fila aguardando por leitos de UTI em todo o Brasil, a vacinação era a grande esperança dos brasileiros para uma saída da pandemia e pode, por falta de planejamento e vontade política, ser paralisada neste momento.

Coluna Fala PE – Eriberto imprime ritmo forte e se habilita para integrar majoritária de 2022

By ColunaFalaPE No Comments

O processo para 2022 vai se afunilando e cada vez mais uma figura se habilita para integrar a chapa majoritária da Frente Popular no pleito vindouro. Trata-se do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros, político experiente, vivido, que imprimiu um ritmo de trabalho forte à frente do Legislativo estadual, com ações em todo o estado. Atuação que fortalece o nome do deputado estadual e o coloca como uma das opções mais representativas no cenário que se apresenta.

Quanto ao cargo que ocuparia, Eriberto Medeiros já tem tamanho tanto para a vaga de vice-governador, em decorrência do seu bom trânsito com todas as correntes políticas estaduais, quanto para senador. Liderança do PP, o presidente da Alepe circula muito bem em Brasília também. Além disso, tem o respeito e a admiração da cúpula nacional do seu partido.

Aliás, a indicação de Eriberto Medeiros para a majoritária da Frente Popular ainda pode se configurar no reconhecimento ao PP de Pernambuco, um dos partidos que mais cresceu no Nordeste e no estado nos últimos anos. A construção da chapa governista certamente passará por um diálogo com o deputado federal Eduardo da Fonte, presidente da sigla em Pernambuco, e liderança forte no plano nacional. E ninguém melhor que Eriberto para, além das suas próprias credenciais, representar o PP no palanque governista.

PRÊMIO – O provável cabeça de chapa da Frente Popular também está se mexendo e apresentando resultados. Atual secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e presidente do ICLEI (Governos Locais pela Sustentabilidade) na América do Sul, Geraldo Julio foi indicado ao Prêmio The Earthshot Prize, concedido pela The Royal Foundation of the Duke and Duchess of Cambridge, instituição social da realeza britânica comandada pelo príncipe William e pela duquesa de Cambridge, Kate Midleton. O título é dado a lideranças relevantes na missão de restaurar e transformar o planeta na próxima década.

PRÉ-CANDIDATO – Um dos mais contados para enfrentar Geraldo Júlio na luta pelo Palácio não quer ficar atrás. Prefeito de Petrolina, o oposicionista Miguel Coelho visitou, ontem, o presidente estadual do MDB, Raul Henry, em uma agenda típica de pré-candidato majoritário. O encontro teve como pautas principais o fortalecimento da legenda partidária e o futuro de Pernambuco, que, certamente passa por uma candidatura do gestor ao Palácio, na ótica do seu grupo. O prefeito de Petrolina sugeriu a Henry ações e projetos para o partido iniciar um debate com lideranças de cada região pernambucana. Miguel acredita que o MDB terá papel decisivo na recuperação econômica do Estado.

63 ANOS – Nesta quinta-feira (8), a Prefeitura de Paulista dará início à imunização dos idosos a partir de 63 anos. Para receber a vacina, é preciso realizar o cadastro e o agendamento através do site http://www.agendamentovacinapaulista.com.br ou através do aplicativo “Cidadão Digital”, disponível para download na página inicial do site. No momento da vacinação, é necessário se deslocar até um dos pontos de vacinação portando documento de identificação, cartão de vacinação e comprovante de residência.
Além dos pontos de vacinação que já estavam funcionando, a Secretaria de Saúde do município disponibilizará mais um local, que funcionará no formato de drive-thru. O novo ponto fica localizado no Condomínio Aurora Jardim, no Centro de Paulista, e funcionará das 8h00 às 16h00.

BALANÇO – Na recente entrevista que concedeu ao comunicador Neto Arruda, na Rádio Pop FM, a prefeita de Casinhas, Juliana de Chaparral, fez um balanço positivo dos três primeiros meses do seu governo, com destaque para os avanços significativos nas áreas da saúde e educação. “A cada dia que passa, a gente consegue solucionar problemas, resolver mais coisas e estamos ali, sempre no batente, caminhando firmes e fortes, ao lado de toda a nossa equipe. Hoje, graças a Deus, posso dizer que muitas das coisas que foram apresentadas em nosso plano de governo durante a eleição já foram cumpridas, em menos de 100 dias de governo, e essas melhorias vão continuar”, afirmou.

O povo quer saber: quando Geraldo Júlio e Miguel Coelho vão assumir publicamente que serão candidatos a governador?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.

Coluna FalaPE – PT e PSDB conversam sobre aliança para enfrentar Bolsonaro

By ColunaFalaPE No Comments

Estão preparados para uma bomba? Pois bem, os bastidores da política estão em polvorosa com a possibilidade de PT e PSDB dividirem o mesmo palanque nacional contra o presidente Jair Bolsonaro, em 2022. Depois de anos de enfrentamento, os dois partidos que protagonizaram a política brasileira pós-redemocratização podem apoiar um mesmo candidato no pleito do ano que vem. As conversas existem e estão sendo conduzidas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que sonha em ser o escolhido de uma frente ampla envolvendo legendas de todos os espectros contra Bolsonaro.

Do lado tucano, participam das conversas nomes nacionais como o governador de São Paulo, João Dória, que parece ter recuado de concorrer a presidente para tentar a reeleição ao Palácio dos Bandeirantes. Além dele, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, outro que se coloca como presidenciável do PSDB. Ironia mesmo seria ver Lula e Dória no mesmo palanque, dois arqui-inimigos que, não fosse o desastre do Governo Bolsonaro, seria impossível estarem no mesmo projeto de poder.

O problema nessa equação parece ser o principal cardeal do tucano que atende pelo nome de Fernando Henrique Cardoso. Em entrevista à CBN, FHC negou voto em Lula dizendo que prefere alguém que representasse uma novidade para o país. Há que se questionar também o posicionamento de outras figuras proeminentes do partido, como o ex-governador Geraldo Alckmin e o senador José Serra. Que posicionamento essas lideranças vão defender?

Até porque essa potencial aliança PT-PSDB, que englobaria mais legendas, teria que ser com Lula na cabeça de chapa. De volta ao jogo, o petista acredita ser ele a única pessoa capaz de destronar Bolsonaro. O PT, vale salientar, não é lá de abrir espaço para protagonismo de outras siglas, fator que já dificulta e muito a consolidação de uma aliança do tipo.

PESQUISA – Para reforçar ainda mais a falta de vontade do PT em abrir mão da cabeça de chapa em uma coligação nacional, veio mais uma pesquisa de intenção de voto onde Lula continua na frente de Bolsonaro. O levantamento XP/Ipespe entrevistou 1.000 pessoas entre 29 e 31 de março e a margem de erro é de 3,2 pontos percentuais. As informações são do InfoMoney. No cenário estimulado, Lula aparece com 29% das intenções de voto, aumento de 4% em relação ao levantamento anterior, contra 28% de interessados em votar em Bolsonaro, 1% a menos do que a pesquisa feita no início de março, o que configura empate técnico.

CASSAÇÃO – O Ministério Público Eleitoral de Pernambuco solicitou a cassação de João Bosco Lacerda, prefeito do município de Granito, no Sertão do Araripe. O motivo se deve pela contratação exagerada de pessoas físicas entre os meses de agosto e outubro de 2020, realizada por ele e pelo vice Thaylan Bezerra. Responsável pela eleição de Granito, a Zona Eleitoral de Bodocó dará a sentença após receber o parecer favorável apresentado pelo Ministério Público Eleitoral do Estado. Se condenados, João Bosco e Thaylan podem, além da cassação, sofrerem multa individual de até R$ 106.410,00 (cento e seis mil quatrocentos e dez reais).

VACINAS PERDIDAS – Uma vergonha a gestão do prefeito Alexandre Batité, em São Bento do Una. Cerca de 2.800 doses de vacina contra a Covid-19 destinadas ao município passarão por análise pela 4ª Gerência Regional de Saúde, em Caruaru. De acordo com a Prefeitura Municipal, houve uma oscilação de temperatura na Câmara de conservação onde as vacinas estavam armazenadas. Com a extorsão da temperatura no local, houve uma possível perda de 2.805 doses do imunizante contra a Covid-19, além de 410 vacinas para outras doenças. Em nota, a Secretaria de Saúde de Pernambuco comunica que já informou o caso ao Ministério da Saúde.

SOLIDARIEDADE – Replicando a experiência positiva de outros municípios pernambucanos, a partir desta quarta-feira (7), a Prefeitura do Ipojuca, por meio da Secretaria de Saúde, irá adorar o esquema de vacinação solidária. A ideia foi lançada pela Prefeitura de Camaragibe, que organizou a campanha Corrente do Bem, exemplo nacional de solidariedade e voluntariado nesta pandemia. Em Ipojuca, o objetivo é estimular as pessoas que forem receber a imunização nos pontos de vacinação a levarem um quilo (1kg) de alimento não perecível, que será doado para as paróquias das localidades ipojucanas.

O povo quer saber: água (PSDB) e óleo (PT) se misturam mesmo?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.

Coluna FalaPE – Exclusivo: De olho em 2022, Lula e Marília Arraes fazem as pazes

By ColunaFalaPE No Comments

Político que deseja algo é, antes de ideológico, pragmático! Em nome desse pragmatismo, que já lhe é peculiar, e com a cabeça em 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou para conversar a deputada federal Marília Arraes e selou a paz com a pernambucana. De boa com o maior líder petista, Marília agora está fazendo o caminho de procurar as principais lideranças do partido e retomar o seu posto de estrela em ascensão do PT.

O motivo para as pazes não é amor nem nada parecido. É a frieza dos números mesmo! A direção nacional do PT tem em mãos uma pesquisa de intenção de votos que mostra que é Marília, e não o senador Humberto Costa, quem pode oferecer a Lula um palanque competitivo na eleição do ano que vem. Com a neta de Arraes no páreo, Lula teria, ao mesmo tempo, uma candidata ao Governo do Estado viável e uma forte cabo eleitoral para ajudar no seu projeto de voltar ao Palácio do Planalto.

Marília, que não é besta nem nada, já tratou de esquecer todos os golpes que levou do PT. Errada ela não está! De volta à preferência do chefe, a parlamentar pode angariar mais recursos e até o apoio de outros partidos, a exemplo do PSOL, em uma eventual candidatura a governadora, disputa para a qual foi rifada em 2018. Nunca é demais lembrar que boa parte da esquerda vai sim embarcar no projeto tendo Lula à frente.

Com o movimento de resgatar Marília, o ex-presidente tem mais outro objetivo estratégico que é encurralar o PSB, obrigando a legenda, em troca de um endosso à candidatura de Geraldo Júlio a governador, a fechar com o PT nacionalmente. Mais ou menos a mesma premissa utilizada em 2018, quando, aqui, no âmbito estadual, as duas siglas se deram bem e acabaram obtendo êxito nas urnas com seus candidatos.

OBSTÁCULOS – Um dos obstáculos para a reaproximação entre PT e PSB em Pernambuco é a relação que os socialistas estão construindo com outro presidenciável, o apresentador Luciano Huck. Especula-se, inclusive, que o marido de Angélica pode migrar para o ninho socialista com o intuito de concorrer ao Palácio do Planalto. O segundo obstáculo é a excelente relação entre o PSB e o PDT no plano nacional. Se fala, inclusive, na possibilidade de os pessebistas indicarem o candidato a vice do pedetista Ciro Gomes em 2022.

DISTRITÃO – Em meio às discussões e polêmicas da possível substituição do atual sistema proporcional para o chamado “distritão”, em debate no Congresso Nacional já para as eleições de 2022, um time já sai perdendo: o dos grandes puxadores de votos. Por muito tempo prevaleceu entre os partidos a estratégia de montar uma chapa encabeçada por um nome bem votado, que, sozinho, teria capacidade de puxar os correligionários que sequer atingiriam o coeficiente eleitoral. Na história das eleições brasileiras não faltam exemplos do tipo, sejam beneficiados pelo chamado “voto de protesto”, quando o palhaço Tiririca, o verborrágico Dr Enéas e o estilista Clodovil elegeram a si mesmo e até a três outros partidários apenas com suas votações.

CESTAS BÁSICAS – A Prefeitura de São Lourenço da Mata realiza, a partir de amanhã, a distribuição de cestas básicas para os alunos da Rede Municipal de Ensino. Ao todo, serão distribuídas cerca de 28 mil cestas nos meses de abril e maio. No primeiro momento, o Executivo vai distribuir 14 mil cestas por mês. A distribuição será feita nas escolas do município até o dia 15 de abril, com data e horário divulgados posteriormente pela Secretaria de Educação. Além disso, também terão direito ao benefício mães que têm filhos com necessidades especiais, e todos aqueles que recebem o auxílio moradia municipal.

CONFUSÃO – O Tribunal de Justiça de Pernambuco, através da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ipojuca, concedeu liminar que suspendeu ato administrativo da Câmara Municipal, que dava ciência ao Poder Executivo da criação o Benefício Eventual Municipal Emergencial de Transferência de Renda (NOVO BEM). A Juíza Nahiane Ramalho de Mattos entendeu que houve irregularidade nos atos do presidente do Poder Legislativo, Deoclécio Lira. A ação foi impetrada por seis vereadores da Casa José Gomes de Vasconcelos, que entenderam como arbitrária a negativa do presidente de colocar em votação a Emenda nº. 03/2021, sugerida pelo grupo, que dava conta de aumentar o valor do benefício previsto de R$ 300,00 para R$ 500,00.

CANDIDATURA – Bem posicionado na disputa pela Prefeitura de Garanhuns em 2020, o ex-vereador Zaqueu, mesmo sem ter vencido o pleito, se projetou como uma liderança política não apenas na cidade, mas em toda região. Nesse sentido, o grupo político do ex-parlamentar o convocou para que ele disputasse mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco, missão de pronto aceita por Zaqueu. Na disputa do ano que vem, ele fará dobradinha com o deputado federal Fernando Rodolfo, que também tem atuação no Agreste. Chapa boa, tem tudo para sair vitoriosa das urnas.

O povo que saber: o que Humberto Costa está achando das pazes entre Lula e Marília Arraes?

Por Fernanda Maria Negromonte, Cientista Política com ênfase em Relações Internacionais pela UFPE, membro da Equipe FalaPE.

Confusão na Câmara Municipal de Ipojuca inviabiliza benefício aos trabalhadores afetados pela Pandemia de Covid-19

By ColunaFalaPE No Comments

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), através da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ipojuca, concedeu nesta segunda-feira (05), liminar com força de Mandato de Segurança, que suspendeu ato administrativo da Câmara Municipal da Cidade, que dava ciência ao Poder Executivo Municipal da criação o Benefício Eventual Municipal Emergencial de Transferência de Renda (NOVO BEM). A Juíza Nahiane Ramalho de Mattos entendeu que houve irregularidade nos atos do presidente do Poder Legislativo, o vereador Deoclécio Lira (PSD).

A ação foi impetrada por seis vereadores da Casa José Gomes de Vasconcelos, que entenderam como arbitrária a negativa do presidente de colocar em votação a Emenda nº. 03/2021, sugerida pelo grupo, que dava conta de aumentar o valor do benefício previsto de R$ 300,00 para R$ 500,00, mas também de buscar fontes de recursos para o orçamento extra. Os vereadores tinham sugerido no texto da emenda, que a Câmara Municipal do Ipojuca restituísse ao Poder Executivo o percentual de 10% do valor integral, durante os meses de abril a dezembro de 2021, visando apontar uma fonte obrigatória de receita.

Contrário à ideia, Deoclécio Lira não colocou a emenda em votação e os vereadores se retiraram do plenário, o que deveria ter inviabilizado a aprovação do projeto de lei por falta de quórum. Pois, segundo Regimento Interno, para assuntos relacionados à questão orçamentária é necessário quórum especial de 2/3 dos 13 vereadores, o que significa ter voto de nove representantes do povo. Apesar do impedimento, o presidente da Câmara, junto com os demais sete vereadores, votaram e aprovaram o Projeto de Lei (PL) nº 010/2020.

Com a ação, fica então suspenso o pagamento do benefício aos trabalhadores informais da cidade afetados pela pandemia do Coronavírus. Cerca de 4 mil profissionais, dentre eles jangadeiros, bugueiros, ambulantes e garçons já cadastrados pelo Município devem agora esperar uma nova votação na Câmara de Vereadores para receber a ajuda mensal.

Documento:

Novo distritão tira poder das mãos dos “puxadores de voto”

By ColunaFalaPE No Comments

Em meio às discussões e polêmicas da possível substituição do atual sistema proporcional para o chamado “distritão”, em debate no Congresso Nacional já para as eleições de 2022, um time já sai perdendo: o dos grandes puxadores de votos. Por muito tempo prevaleceu entre os partidos a estratégia de montar uma chapa encabeçada por um nome bem votado, que sozinho teria capacidade de puxar os correligionários que sequer atingiriam o coeficiente eleitoral.

Na história das eleições brasileiras não faltam exemplos, sejam beneficiados pelo chamado “voto de protesto”, quando o palhaço Tiririca, o verborrágico Dr Enéas e o estilista Clodovil elegeram a si mesmo e até a três outros partidários apenas com suas votações, sejam lideranças consolidadas que tem grandes votações consistentemente e usam disso como poder de barganha na montagem de suas chapas.

Em Pernambuco, casos icônicos, foram do ex-governador Miguel Arraes, quando foi candidato à Câmara dos Deputados, em 1990, e os estreantes em 2018, delegada Gleide Ângelo e o atual prefeito do Recife, João Campos, que se sagraram os mais votados da história para a Alepe e Câmara.

Ainda em Pernambuco, outros nomes, tanto na Assembleia Legislativa quanto na bancada federal em Brasília, perdem poder de barganha e impacto na montagem das chapas visando 2022, se a mudança para o novo sistema se confirmar. Na Alepe, além da delegada Gleide Angêlo, o pastor Cleiton Collins, ligado ao segmento evangélico estão de orelha em pé. Na Câmara dos Deputados, a lista cresce com a deputada federal Marília Arraes (PT) e os deputados André Ferreira (PSC), Sebastião Oliveira (PR), Pastor Eurico (Patriota), entre outros nomes também acompanham com cuidado esse debate. Como ainda é uma incógnita se um novo nome conseguirá aglutinar os mais de 460 mil votos obtidos pelo atual prefeito do Recife, João Campos, em sua eleição de estreia, ele passa ao largo desse debate.

Os defensores do distritão argumentam que ele é um sistema mais claro e “honesto” com o eleitor brasileiro, que garante que o voto vá, de fato, para o candidato escolhido e confirmado na urna. Já os críticos acreditam que ele enfraquece os partidos políticos. Esse é um debate que ainda está em andamento no Congresso, mas que já deixa o alerta ligado nas equipes dos puxadores de votos, que começam a refazer suas contas de olho em 2022.

Solidariedade nega mal-estar entre Augusto Coutinho e Lupércio

By Região Metropolitana do Recife No Comments

Nota de Esclarecimento

“Sérgio Morim, Presidente do Partido solidariedade Olinda, esclarece matéria publicada no FALA-PE no último dia 01 de abril de 2021.

Em relação à matéria publicada dia 01 de abril no FALA-PE, no estado de Pernambuco com o título “Azeda relação politica entre o professor Lupércio e Augusto Coutinho”, informamos o seguinte:

1. A relação entre o deputado federal Augusto Coutinho e o prefeito professor Lupércio é muito antiga vem desde a sua primeira campanha para vereador, ultrapassando os limites da politica, tendo em vista que à uma relação de amizade, de lá para cá, essa parceria só vem se fortalecendo com o apoio irrestrito aos projetos do amigo prefeito de Olinda, onde o deputado apoiou em todas as campanhas disputadas.

2. Observando o sucesso no primeiro mandato da gestão do prefeito professor Lupércio em Olinda, muito desse trabalho bem-sucedido é fruto da parceria com o deputado, aonde muitas emendas foram destinadas para o município, beneficiando a população olindense em várias áreas.

Renovando essa parceria por mais quatro anos é certeza que essa união vai continuar dando certo.

Para mais esclarecimentos o partido solidariedade Olinda se coloca a disposição.

Sem mais no momento atenciosamente agradecemos a atenção dispensada

Olinda 05 de Abril de 2021

Atenciosamente

Sérgio Morim
Presidente da Solidariedade Olinda
.”