Barreiros: Na surdina, Careca se alia a Carlinhos e revoga decreto de forma arbitrária, ilegal e responderá a justiça

Na tarde desta segunda-feira, 09/11, dez vereadores do município de Barreiros protocolaram junto ao Ministério Público de Pernambuco o pedido de instauração de inquérito civil administrativo contra o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, José Idson Wanderley Batista (Careca), candidato à reeleição pelo PSB, que teria de forma monocrática, sorrateira e autoritária revogado os decretos legislativos de número 02/2018 e 01/2019, que julgaram e deram como reprovadas as contas do ano de 2014, de Carlos Artur Soares de Avellar Júnior (Carlinhos da Pedreira), ex-prefeito da cidade e candidato à prefeitura pelo PP.

O ato causou a indignação da maioria dos vereadores, pois, foi realizado sem o consentimento dos vereadores e desrespeitando o que regulamenta o regimento interno da Casa de Nilo Moraes. Fontes anônimas, ligadas a política local, revelaram uma possível negociação entre o atual presidente da Câmara, Careca e candidato a prefeito.

O MP já determinou que o Sr. José Idson Wanderley Batista (Careca), apresente, em 24h, o ato que teria revogado os referidos decretos, prazo este que finda na terça, dia 10/11 às 10:30.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.