Brasília Teimosa recebe o Viva Recife nos Bairros

Evento levou diversão para toda a família, serviços de saúde e atividades de lazer. A ação também é uma maneira de movimentar a economia e o empreendedorismo.

Alegria, sorrisos, dança e diversão tomaram conta de Brasília Teimosa, neste sábado (20). Começando ainda no período da tarde, o local recebeu o Viva Recife nos Bairros, evento inspirado no Viva a Guararapes da Prefeitura do Recife, que tem como missão descentralizar e democratizar a ação e levar opções de lazer a uma comunidade da cidade, a cada final de semana. Desta vez, a Avenida Brasília Formosa, na orla da comunidade de Brasília Teimosa, se vestiu para levar ao público diversas atrações, desde música, a brincadeiras para as crianças e ainda assistência à saúde para toda a família. Até às 20h deste sábado, os moradores da comunidade ainda contarão com apresentação musical. 

“Hoje a gente trouxe o Viva Recife nos Bairros para Brasília Teimosa. Um trecho da orla inteiramente dedicado ao lazer dos moradores e movimentando a economia local. Feirinha de artesanato, brinquedos e recreação para as crianças, música, apresentação cultural e vacinação para crianças crianças e adultos. A animação é marca registrada do nosso povo e essa iniciativa traz ainda mais vida para nossos bairros. A cada final de semana outros bairros receberão o Viva para viver essa experiência de lazer e diversão”, declarou o prefeito João Campos.

Realizado por meio da Secretaria de Turismo, o Viva Recife nos Bairros contou com três polos: Infantil, Saúde e Economia Criativa.  “Assim como o Viva Guararapes, vem se tornando um evento já marcado no calendário de lazer da cidade, o Viva Recife nos Bairros tem a ideia de democratizar e descentralizar o acesso a lazer gratuito na cidade. Esse é o nosso quinto evento, já tivemos em outros bairros da cidade, e a ideia é que a gente vá em todos os bairros, os 97 bairros do Recife”, explicou a secretária de Turismo e Lazer do Recife, Pâmela Alves.

No Polo Infantil, crianças puderam participar de oficinas, recreação, infláveis e pula-pula. A vendedora de pastel Nicia Vieira, 40 anos, aproveitou a ação e trouxe nove crianças para se divertirem. Assim como ela, Monalisa Rodrigues, 37 anos, trouxe seis crianças para a tarde de lazer. “É uma ação diferente para as crianças brincarem e distraírem a mente. Eu cheguei agora, mas eles já tão virados por aí correndo”, comentou. Pai de Ian, 3 anos, Sérgio Cavalcante, 30 anos, elogiou o evento onde o filho pode se divertir. “Se ele pode brincar, pra mim tá bom! Deixar  toda essa criançada feliz já ajuda muito. É um sábado diferente de muitos”, destacou. 

O Viva Recife nos Bairros, edição Brasília Teimosa, contou com Polo dedicado à Saúde para disponibilizar vacina contra a covid-19 para pessoas acima de 4 anos de idade, vacina contra influenza para todas as idades, além de vacina contra a poliomielite para as crianças. Também com foco nos cuidados à saúde bucal, o evento propôs  oficina de escovação dental supervisionada, distribuição de kits de escovação, além de distribuição de material informativo. Com cinco próteses dentárias, a dona de casa Ednalva Calisto, 49 anos, fez questão de levar o neto Pietro, 7 anos, para aprender a como fazer uma escovação dental bem feita. “Hoje eu pago o preço por não ter cuidado dos dentes. Aprender a escovar e passar o fio dental é importante demais para evitar problemas no futuro”, aconselhou. 

Marcando presença, o programa Academia da Cidade levou profissionais para realizar avaliação física e orientação sobre exercícios físicos, além de disponibilizar serviço de aferição de pressão arterial e hemoglicoteste. No local, equipes da Vigilância Ambiental ofereceram orientações sobre arboviroses.

No polo dedicado à economia criativa, teve feira de artesanato e de comida, abrindo espaço para 30 empreendedores locais. Entre eles,  a auxiliar administrativo e artesã Adriana Neves, 44 anos, moradora de Brasília Teimosa desde os dois anos de idade, que vende placas de pallet decoradas. “Eu mesma confecciono as peças feitas com material que o marceneiro não quer mais. Faço desde prateleiras para suculentas, porta-recado, porta-chaves, a suporte para xícaras e outros utensílios do lar”, conta a empreendedora que se reveza entre o ofício de administradora e artesã para complementar a renda. “Essa é uma iniciativa muito importante, porque o artesão não tem muitas possibilidades para vender sua arte a não ser em  feirinhas. Quanto mais feirinhas, melhor pra gente”, contou. 

Com direito a muita música e dança, o Polo Cultural e Artístico contou com apresentações do Maracatu Nação Erê, Balé Deveras, Orquestra de Frevo do Pina e banda É Nosso Jeito. Para encerrar a noite e fechar o evento com chave de ouro, o público ainda vai curtir o show da cantora Dry Indomável.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.