Cabo: 100 tartarugas-cabeçuda nascem neste Dia de Tiradentes na Praia de Enseada dos Corais

Foto: Mariângela Viana

Na tarde desta quarta-feira (21) nasceram 100 tartarugas da espécie Caretta careta, popularmente conhecida como tartaruga-cabeçuda ou tartaruga-mestiça, na Praia de Enseada dos Corais, no litoral do Cabo de Santo Agostinho. O animal colocou os ovos no dia 02 de março que tiveram um período de incubação de 51 dias.

Três ovos não eclodiram, uma taxa de natalidade de 97%. As tartarugas-cabeçuda vivem em média 80 anos, mas podem chegar a até 120 anos.

O biólogo da Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, Felipe Brayner faz o monitoramento dos ninhos no litoral e apresentou o processo de reprodução dos animais aos populares que acompanhavam o evento. Ele destacou a importância da consciência ambiental para que cenas como essa continuem acontecendo. Após a explanação, ele estimulou o nascimento dos filhotes.

O biológo explicou que o monitoramento é importante para reduzir a taxa de mortalidade da espécie e garantir que elas cheguem ao mar. “Duas espécies costumam desovar no litoral cabense, as tartarugas-de-pente e as tartarugas-cabeçuda. Por aqui ainda temos mais dois ninhos na Praia de Enseada e dois na Praia de Itapuama que estão sendo monitorados”.

A ONG Onda Limpa também auxilia no monitoramento dos ninhos do litoral cabense e faz um trabalho de coleta seletiva, recolhendo materiais sólidos da praia e ajudando na redução dos impactos desses dejetos na vida marinha. “Fazemos um trabalho de conscientização ambiental para reduzir os danos aos animais marinhos. O aquecimento global faz com que as pessoas reflitam sobre os seus atos. As espécies precisam ser preservadas e podemos ajudar nisso, com a destinação correta dos resíduos sólidos”, disse o presidente e fundador da ONG Onda Limpa, Estevão Santos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.