Câmara do Recife vota nesta terça os auxílios para socorrer as famílias do Recife atingidas pelas chuvas

Projetos foram apreciados em regime de urgência nesta segunda-feira (6) e devem ir à votação em plenário. Auxílio emergencial acrescenta R$ 1.000,00 à ajuda financeira do Estado, enquanto o auxílio moradia sobe de R$ 200,00 para R$ 300,00

Com o objetivo de dar celeridade nas votações dos Projetos de Lei 18 e 19/2022, enviados pelo prefeito João Campos, que cria o Auxílio Municipal Emergencial para as famílias recifenses atingidas severamente pelas chuvas das últimas semanas e o que concede o aumento de 50% para o Auxílio Moradia, respectivamente. O líder do governo na Câmara Municipal do Recife, Samuel Salazar (MDB) na manhã desta segunda-feira (6) solicitou a dispensa de prazo. As matérias foram lidas no Plenário e os vereadores aprovaram a dispensa de prazo. Na última sexta-feira (3), o governo do Estado de Pernambuco anunciou um auxílio de R$ 1.500 para as famílias severamente atingidas pelas fortes chuvas. No Recife, a Prefeitura e a Câmara Municipal se uniram para acrescentar mais R$ 1 mil reais ao valor desse auxílio, chegando a R$ 2.500 para cada família na cidade.

“Ocupando a liderança do governo não costumamos utilizar o artificio da dispensa de prazo em todo e qualquer projeto. Como a gente entende que esse é um caso, literalmente, emergencial, pedimos a dispensa de prazo onde todos os líderes partidários concordaram com nosso pleito”, explicou Samuel Salazar.

Já no final da tarde, as matérias foram aprovadas nas Comissões de Legislação e Justiça e Orçamentos e Finanças na mesma tarde. Dessa forma, os projetos já estão aptos para votação na sessão ordinária desta terça-feira (7).

“Os projetos já estão prontos para serem votados amanhã. Em uma tramitação recorde, conseguimos agilizar, mostrando que a Câmara dos Vereadores está sensível para que esses recursos cheguem rapidamente para todos aqueles que foram afetados pelas chuvas”, disse Salazar, que também é presidente da Comissão de Orçamento e Finanças.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.