Candidato a vice em Agrestina é acusado de atos de intimidação e calúnias contra opositores

 

Às vésperas das eleições municipais deste domingo (15), o candidato a vice-prefeito de Josué Mendes, Matheus Nunes, foi até a frente da casa da candidata à prefeita pela Coligação Agrestina do Lado Certo, Carmem Miriam, e do seu vice, Paulo Sargento, para intimidar os candidatos.

Ele aguardava a Polícia Federal – que verificava uma denúncia caluniosa de compra de votos – deixar a casa da candidata. Foi então que, em um ato desesperado, descontrolado e desrespeitoso, xingou Carmem e Paulo. O fato dele estar em frente à casa da candidata e saber da denúncia é um fato curioso.

A candidata da Coligação Agrestina do Lado Certo falou ao seu eleitorado: “hoje eu tive a certeza absoluta que a gente ganha as eleições. A atitude de Matheus Nunes foi um recado de que essa eleição é nossa. Um ato desesperado de um menino mimado. Sim, eu recebi a visita da Polícia Federal, mas eles desceram sem levar nada. Na casa de Carmem Miriam nada será encontrado, ao contrário da do tio dele, que foi preso por desvios na ordem de 120 mihões de reais”.

A candidata e o seu vice seguem confiantes na consciência política e desejo de mudança do cidadão agrestinense e seguem até a vitória, com serenidade, respeito ao eleitor e à oposição, realizando a campanha pautada em propostas e muito respeito ao cidadão agrestinense, que não merece ter medo e se sentir inibido.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.