O violino de Hiago Cruz e o samba nordestino, para tocar a alma de quem é solidário

Hiago Cruz é violinista, músico itinerante em transportes públicos, que vem se adaptando ao atual momento enfrentado no País. Seu repertório musical é variado e agrada a todos que param para ouvi-lo. Hiago já percorreu cidades como Olinda, Recife, Camaragibe, Paulista, Moreno, esbanjando a beleza e harmonia do seu violino. Agora, durante a pandemia, tem se apresentado no estacionamento de um supermercado da Zona Norte, como também em condomínios, nos quais as pessoas ficam de suas casas, assistindo à apresentação.

Como todo trabalhador itinerante, carrega nos ombros não só seu instrumento de trabalho, como também uma família; sua mulher, e três filhos : Moisés, 1, Ana Rita 3 e Maria Luiza, 6. Para sustentá-los, Hiago também faz lives em seu Instagram, @hiagocruzoficial, e conta com a contribuição espontânea de quem se sentir tocado pela sua música, trabalho e história.

O momento enfrentado pelo País demanda cuidados, mas também pede por solidariedade. Para contribuições, segue a conta de Hiago Cruz:

Banco: 336 – Banco C6 S.A.
Agência: 0001
Conta Corrente: 1735400-5
CPF: 104.438.534-01

Nesta segunda-feira (12), realizará em seu Instagram uma live com sons de violino do samba nordestino.

Em conversa com o Movimento Atitude, Marília expõe propostas sobre geração de emprego e renda

A candidata a Prefeita do Recife, Marília Arraes (PT), participou de uma sabatina, na manhã desta quarta-feira (07), com um grupo de empresários associados do Movimento Atitude, e reforçou o compromisso com a geração de emprego e renda no Recife.

Marília também falou sobre a proposta de garantir 1% da receita corrente líquida, cerca de R$ 50 milhões, para a criação de um fundo em que empreendedores possam ter acesso a crédito, sobretudo os comerciantes que tiveram um colapso na renda em função da pandemia.

Para estimular o empreendedorismo, ela também falou da necessidade de um conselho permanente de representação do segmento, de uma parceria maior com o segmento: “É obrigação da gestão ter uma parceria com quem gera emprego. Temos que dialogar com os pequenos, médios e grandes empresários que são pilares da geração do emprego na cidade.”

“Um exemplo que eu dou básico, de que a Prefeitura não apoia essas pessoas, é que hoje o trabalhador que quer se formalizar como um microempreendedor abre seu MEI, mas se ele registrar o endereço da sua casa ele está pagando IPTU. Então pra começo de conversa a gente tem que ser mais parceiro dessas pessoas. Tem que buscar parceiros também que deem esse suporte. Estive conversando com o SEBRAE e o SEBRAE disse, “olhe, quantos você mandar para cá a gente tem condições de atender. O que a gente quer realmente é atender, orientar essas pessoas”, afirmou.

Governo do Estado vai recorrer da determinação de suspensão das aulas

 

Protocolo para retomada do ensino presencial foi definido com a participação de infectologistas e mais de R$ 5 milhões foram investidos na preparação das escolas

Há quatro meses, o Governo de Pernambuco vem colocando em prática o Plano de Convivência com a Covid-19. São mais de 120 dias de uma retomada gradual e responsável das atividades econômicas e sociais sem que ocorra aumento do número de casos e de mortes provocadas pela doença.

Todas as atividades autorizadas a voltar a funcionar precisam obedecer a protocolos e estão sujeitas à fiscalização de órgãos como o Procon, a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar.

Com a Educação, os cuidados estão sendo anda mais rigorosos em todos os aspectos. Apenas os estudantes do Ensino Médio (jovens e adolescentes) estão incluídos na primeira etapa da retomada das aulas presenciais e a volta às escolas permanece como uma opção. Esta retomada foi planejada para ocorrer em etapas e esta semana apenas para o 3º ano do Ensino Médio. O ensino remoto continua disponível para aqueles estudantes cujos pais decidam por sua permanência em casa.

A Secretaria de Educação investiu R$ 5 milhões na adaptação das escolas ao protocolo de segurança sanitária e realizou reuniões com professores, Ministério Público, Poder Judiciário e Tribunal de Contas, além de especialistas em Infectologia, Saúde Pública e outras instituições para estabelecer os critérios de retomada das aulas presenciais.

Também foi inaugurado, hoje, um centro de testagem exclusivo para professores, demais profissionais da Educação e suas famílias na sede da Secretaria de Educação, na Várzea.

Nessa semana, os números da Covid-19 no Estado são os mais baixos registrados desde a primeira quinzena de abril.

Não se revela razoável condicionar o retorno gradual das aulas a uma fiscalização prévia, exclusivamente pelo Governo do Estado, de todas as 758 unidades de ensino públicas e de todas as particulares. A verificação do atendimento aos protocolos deve ocorrer com as unidades de ensino em funcionamento, aplicando-se as sanções cabíveis em caso de descumprimento das regras sanitárias, tal como planejado e executado para todas as atividades reiniciadas após a implantação do Plano de Convivência.

Sem contar que, ao final desse trabalho de fiscalização prévia, nada garantiria que as primeiras unidades visitadas estariam mantendo a obediência ao protocolo. Mesmo antes da pandemia, escolas são os equipamentos públicos mais fiscalizados que existem. Pais, professores, funcionários e os próprios alunos desempenham essa função cotidianamente e os órgãos de controle estão prontos para averiguar todas as denúncias.

Importante destacar que o dia de hoje nas escolas da rede pública estadual por todo o Estado foi um dia de reencontro, satisfação pelo retorno à escola, alegria e muita emoção, por todos que estiveram nas escolas, gestores, professores, estudantes e famílias, e que comprovaram a preparação das unidades e a preocupação com os estudantes.

Por fim, cabe informar que a Procuradoria-Geral do Estado vai recorrer da decisão que suspendeu as aulas, com o objetivo de garantir a retomada gradual do ensino presencial em Pernambuco.

Banco de Sangue de PE pode ganhar reforço com lei de autoria de Gustavo Gouveia

Já está em vigor a Lei nº 17.058/2020, de autoria do deputado estadual Gustavo Gouveia (DEM), sobre a divulgação de campanha de doação de sangue em espetáculos artísticos-culturais e esportivos no estado. Com a sanção, as empresas deverão disponibilizar espaço em sua programação para que, através de trailer ou mensagem em áudio, sejam transmitidas mensagens informativas.

Segundo a Lei, as empresas responsáveis pela gerência dos espetáculos pernambucanos são obrigadas a divulgar campanhas de doação de sangue da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco – HEMOPE. Além disso, é recomendado que a reprodução do material também seja disponibilizada na Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS.

“Acredito que quanto mais divulgação fizermos, maior será o número de doações de sangue em Pernambuco. É necessário conscientizar, ainda mais, sobre a importância desse gesto, que, apesar de ser um ato simples para o doador, é um importante ato para salvar vidas”, ressalta o parlamentar sobre como as transfusões de sangue, que fazem a diferença entre a vida e a morte para centenas de pacientes todos os dias.

Dados fornecidos pela Secretaria de Saúde do Estado, informam que desde o início da pandemia da Covid-19, o número de doações de sangue diminuiu de forma significativa. É fundamental popularizar as campanhas de doação de sangue em Pernambuco, pois trata-se de um processo de fundamental importância para o funcionamento de um hospital ou centro de saúde.

HEMOPE – Para doar sangue a pessoa deve ter entre 16 anos e 69 anos e 11 meses (59 anos e 11 meses para a primeira doação. É necessário agendar para evitar aglomerações. No Recife, o agendamento é realizado através do número 0800-081-1535, na sede de Caruaru, o agendamento é feito pelo número (81) 3719-9569.

Prefeitura do Recife requalifica Unidade de Saúde da Família na UR-10

Com investimento de R$ 200 mil, unidade de saúde agora conta com sala para os agentes de saúde e espaços readequados. Prefeito Geraldo Julio conferiu o resultado do serviço na manhã desta terça (6)

Na manhã desta terça-feira, o prefeito Geraldo Julio esteve na Unidade de Saúde da Família (USF) UR-10/Ilda Rodrigues. A unidade de saúde está renovada e foi totalmente requalificada para atender aos moradores da UR-10/Cohab, na Zona Sul do Recife. Com investimento de R$ 200 mil, a unidade passou por obras de melhoria na estrutura física e aquisição de novos mobiliários.

“Mais uma unidade de saúde completamente requalificada. É muito importante a gente fazer grandes unidades como o Hospital da Mulher, o Hospital do Idoso, especialidades, mas é muito importante também cuidar da Atenção Básica. A gente está reformando todas as unidades e essa aqui USF Ilda Rodrigues fica na UR-10, uma unidade muito bem construída, que agora está toda reformada requalificada, preparada para os profissionais de saúde puderem fazer o trabalho com o amor e o carinho que eles sempre fazem mas agora com a infraestrutura adequada também. São 7500 pessoas que são atendidas por essa unidade”, destacou Geraldo Julio.

Entre as intervenções feitas na USF, estão a pintura, substituição do telhado, colocação de novas instalações elétrica e hidráulica, revestimento cerâmico nas paredes de diversos ambientes e compra de novos aparelhos de ar condicionado. A unidade também ganhou uma sala para os agentes comunitários de saúde (ACS). Além disso, a farmácia foi deslocada para área frontal da unidade, facilitando a retirada de medicamentos por parte dos usuários.

Para que o atendimento à população não fosse interrompido durante a reforma, a Secretaria de Saúde do Recife precisou dividir a unidade de saúde em dois setores. Cerca de 7.500 pessoas são cadastradas na USF UR-10, onde os atendimentos são realizados por duas equipes de Saúde da Família compostas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e ACS, além de uma equipe de Saúde Bucal, que conta com cirurgião-dentista e auxiliar de saúde bucal.

A USF Ilda Rodrigues oferece consultas médicas e de enfermagem, preventivo ginecológico, atendimentos para planejamento familiar, pré-natal e puericultura; entrega de medicamentos, vacina, curativos, atendimento odontológico e testes rápido para HIV, sífilis e hepatites B e C. Os ACS realizam visitas às casas, fazem busca ativa de gestantes e de pacientes com tuberculose ou hanseníase, além de promoverem outras ações nas comunidades.

Somente neste ano, mais de 40 equipamentos de saúde da Prefeitura do Recife passaram por intervenção na estrutura física, como unidades da Atenção Básica, policlínicas, maternidades, Centros de Atenção Psicossocial (Caps), polos do Programa Academia da Cidade e outros prédios e equipamentos ligados à Sesau. A Prefeitura do Recife já investiu mais de R$ 40 milhões na requalificação e manutenção da rede municipal de saúde, desde 2013.

Danilo Cabral pede convocação de ministro para tratar sobre cortes no MEC

Devido ao corte R$ 1,2 bilhão proposto pelo governo Bolsonaro no Ministério da Educação, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) apresentou um pedido de convocação do ministro Milton Ribeiro para prestar esclarecimentos sobre impactos em programas e ações da pasta. Os recursos, de acordo, com o projeto de lei 30/2020, serão aplicados em obras federais.

“O atual cenário de pandemia está impondo uma ampliação considerável do investimento nas redes de ensino. Apesar de toda a dificuldade enfrentada pelos estados e municípios, o MEC não adotou nenhuma medida de apoio à educação para os entes subnacionais”, afirma Danilo Cabral.

Segundo o parlamentar, chama a atenção que os recursos retirados afetam justamente áreas que têm sido tratadas como prioritárias para o governo. Do valor total dos cancelamentos, R$1,1 bilhão são recursos previstos para o financiamento da educação básica. Ações como reformas de escolas e compra de móveis, produção, aquisição e distribuição de livros e materiais didáticos, compra de veículos para o transporte escolar, além do apoio à manutenção da educação infantil, foram as principais vítimas dos cortes realizados.

Só para dar uma exemplo, da ação apoio à manutenção da educação infantil, com orçamento previsto de 70 milhões, foram cancelados R$ 52 milhões. Fora da educação básica, a educação profissional e tecnológica foi gravemente atingida, com corte de pelo menos R$ 115,4 milhões.

No total, de acordo com o PLN 30/2020, protocolado na última quinta-feira, o governo pretende remanejar R$ 6,3 bilhões do orçamento. Desse total, o Ministério do Desenvolvimento recebeu a maior fatia, R$ 2,3 bilhões, para financiar obras de infraestrutura.

“Não é aceitável que o orçamento da Educação seja predado por interesses aleatórios do governo. Não podemos assistir passivamente ao enfraquecimento de programas tão importantes para a educação básica brasileira”, finaliza Danilo Cabral

“No nosso governo, os animais terão o que não têm no atual: proteção e defesa”, garante Vera de seu Né, candidata à vice-prefeita de São José do Belmonte

Em alusão ao Dia Mundial dos Animais, comemorado no último domingo (4), nessa segunda (5), através de um vídeo lançado nas redes sociais (Facebook), a candidata à vice-prefeita, Vera de seu Né, garantiu que no seu governo, a causa animal não será negligenciada, diferentemente do que acontece na gestão atual.

*”Aproveitando o Dia Mundial dos Animais para assumir compromisso com essa área tão negligenciada pela gestão atual”*, disse.

Vera aproveitou a ocasião para destacar o compromisso do seu grupo com os animais e as parcerias que pretende fazer.

*”Com o prefeito Zeca, faremos muito mais pela proteção e defesa dos animais, junto as ONGs e aos protetores independentes”*, enfatizou a candidata.

Recife registra 98,5% de redução nos casos graves de covid-19

O mês de setembro foi o de menor número de pacientes graves desde o início da pandemia, com 68 casos, quando em abril foram registrados 4.195 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Anúncio foi feito pelo prefeito Geraldo Julio na manhã desta segunda-feira (5)

Nesta segunda-feira (5), 206 dias após a confirmação dos primeiros casos de covid-19 no Recife, o prefeito Geraldo Julio anunciou que o mês de setembro foi o período de menor número de pacientes graves desde o início da pandemia, com 68 casos. A redução foi de 98,5% na comparação com o mês de abril, quando foram registrados 4.195 casos de covid 19. O isolamento social realizado muito cedo e a rede emergencial com sete hospitais de campanha construídos em 45 dias garantiram atendimento adequado a todos os recifenses e pernambucanos que precisaram e ajudaram a salvar milhares de vidas, diante da maior emergência de saúde da história da cidade.

“Nós continuamos acompanhando o número da pandemia em nossa cidade e orientando permanentemente a prevenção. O mês de setembro foi o mês de menor número de pacientes graves desde o início da pandemia. Foi uma redução de 98,5%, comparado ao mês de abril. Foram 68 casos em setembro e 4195 casos de covid grave em abril. Nós precisamos continuar o trabalho de prevenção. Essa é uma conquista coletiva, de todos que vem tomando os devidos cuidados. Com o número menor de doentes graves a gente pode seguir com o plano de reabertura, retomando as atividades normais em nossa cidade”, destacou o prefeito Geraldo Julio.

Após mais de cinco meses de queda nos principais indicadores da pandemia, também é expressiva a redução de casos graves na comparação do último mês fechado com agosto, quando foram registrados 199 casos de síndrome respiratória aguda grave (srag) por covid-19 – uma queda de 66%.

Na fase mais crítica da pandemia, entre abril e maio, a rede de saúde da capital pernambucana não entrou em colapso graças ao maior índice de isolamento social entre as capitais brasileiras e à abertura de leitos que não existiam no início deste ano. A Prefeitura do Recife construiu sete hospitais de campanha, que chegaram a ter cerca de mil leitos para os pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de covid-19. O Recife foi a capital que, proporcionalmente à população, abriu mais leitos de covid no Brasil.

Os sete hospitais municipais e os leitos de covid abertos em outras duas unidades de saúde propiciaram mais de 18.500 atendimentos, mais de 6.300 internações e mais 3.200 altas médicas. Para dar conta dessa demanda extraordinária, a Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife contratou mais de quatro mil profissionais e adquiriu mais de 10 mil equipamentos médico-hospitalares, além 3,5 milhões de equipamentos de proteção individual (EPIs).

Com a queda consolidada de diversos indicadores da pandemia, há cinco meses, já foi possível desmobilizar seis desses hospitais de campanha. Ao todo, já foram desativados 753 leitos municipais, restando 275 leitos em funcionamento, sendo 110 UTIs e 165 enfermarias. Neles, estão internados hoje 113 pacientes – 54 nas enfermarias e 59 deles nas UTIs. Com o número de pacientes internados também caindo desde junho, o único hospital de campanha municipal que permanece funcionando completamente é o Hospital Provisório Recife 1, localizado na Rua da Aurora, em Santo Amaro.

Secretaria de Turismo e Empetur capacitam atendentes dos CATs

Foto: Inaldo Lins

Com a finalidade de atender com segurança e prezando pela saúde dos turistas que chegam diariamente ao Estado, a Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco, por meio da Empetur, promove, nesta segunda-feira (05), uma capacitação virtual com a equipe que trabalha nos Centros de Atendimento ao Turista (CATs).

O treinamento será ministrado pela Gerente de Informações Turísticas da Empetur, Roberta Vilaça, que abordará os novos procedimentos a serem adotados em cumprimento ao protocolo sanitário para a reabertura dos Cats. Os atendentes irão usar máscara, protetores faciais e haverá dispenser de álcool a 70% à disposição do público. Além do atendimento ao público, a equipe estará apta para dar informações sobre o Selo Turismo Seguro, que contempla empresas e profissionais do Estado.

“Os atendentes são, muitas vezes, o primeiro contato dos turistas que chegam a nosso Estado. É preciso que todos estejam atualizados sobre os protocolos para que ocorra uma retomada do turismo de Pernambuco com toda segurança”, comenta o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Atualmente, a Empetur conta com seis Centros de Atendimento ao Turista, localizados nos Aeroportos do Recife e de Petrolina, no Terminal Integrado de Passageiros (TIP), na Pracinha de Boa Viagem, no Shopping Recife e na Praça do Arsenal, no Bairro do Recife. Tod

PE distribui mais de 1,1 milhão de doses de vacinas para imunizar crianças e adolescentes

Campanha segue até 30 de outubro. Objetivo é atualizar situação vacinal, além da vacinação indiscriminada contra a poliomielite para o público entre 1 e menores de 5 anos

Começa nesta segunda-feira (05.10), e segue até o dia 30.10, a Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação de menores de 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias). O objetivo é que pais e responsáveis levem as crianças e adolescentes aos postos de saúde para que um profissional analise a situação vacinal e, se necessário, aplique as doses em falta. Além disso, para os meninos e meninas entre 1 e menores de 5 anos, ocorre a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite. Nesse caso, a imunização será feita de forma indiscriminada se a criança estiver com o esquema básico da pólio completo.

Para as crianças abaixo de 7 anos são disponibilizados os seguintes imunizantes: BCG, hepatite B, pentavalente, poliomielite, rotavírus, pneumocócica 10, meningocócica C, febre amarela, tríplice viral, varicela, hepatite A e DTP. A partir dos 7 anos, até os menores de 15, podem ser feitas as doses da hepatite B, febre amarela, meningocócica ACWY, HPV e varicela. Lembrando que a aplicação da vacina vai depender da idade e da necessidade de cada um – exceto a da poliomielite, que será feita indiscriminadamente em todos os meninos e meninas entre 1 e menores de 5 anos (público de mais de 549 mil), caso estejam com o esquema básico da pólio completo.

Para garantir a ação, já foram encaminhadas às cidades pernambucanas 652.965 doses da vacina contra a poliomielite, entre a famosa gotinha e a forma injetável; e 506.053 das demais, totalizando mais de 1,1 milhão. Ao longo da campanha, haverá mais distribuição.

“O mundo todo tem falado o tempo inteiro sobre o novo coronavírus, mas para além da Covid-19, existem várias outras doenças, algumas até mais graves para o público infantil, com as quais já convivemos. E, para muitas dessas doenças, já temos vacinas disponibilizadas na rotina dos postos de saúde. A vacinação é uma das mais importantes aliadas da saúde e temos de levar nossas crianças e adolescentes aos postos de vacinação para atualizar o esquema de imunização, protegendo-as. É indispensável o engajamento de toda a sociedade para que possamos proteger o futuro dessa população e garantir esse direito à saúde e à vida”, afirma o secretário estadual de Saúde, André Longo.

A Superintendência de Imunizações da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) encaminhou informe técnico para todos os municípios com as orientações sobre cada vacina disponível, além de reforçar as medidas de segurança e higiene. Entre as recomendações, utilizar espaços abertos ou ventilados, manter o distanciamento entre as pessoas, realizar a desinfecção frequente dos ambientes, garantir local adequado para higienização das mãos e fazer a triagem de pessoas com sintomas respiratórios antes de entrar na sala de vacina, para evitar a propagação da Covid-19.

Em casos febris, orienta-se aguardar o reestabelecimento do quadro clínico para que não se atribua à vacina manifestações da doença. Em casos sugestivos ou confirmados da Covid-19, orienta-se manter o isolamento por pelo menos até 3 dias depois do desaparecimento dos sintomas, com tempo mínimo de isolamento de 14 dias do início da sintomatologia. Só após isso é indicado procurar o posto de saúde para a imunização. Para os contatos, mesmo assintomáticos, também orienta-se aguardar os 14 dias.