Category

Brasil

Em representação ao TSE, PL diz que Bolsonaro teve 51% dos votos no 2º turno

By Brasil No Comments

O Antagonista

O Partido Liberal (PL) apresentou uma Representação Eleitoral para Verificação Extraordinária na qual questiona o resultado do segundo turno da eleição presidencial. De acordo com o relatório apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e obtido por O Antagonista, o presidente Jair Bolsonaro teria recebido 51,05% dos votos na disputa com Lula.

A estratégia de questionamento da eleição pelo partido de Bolsonaro foi antecipada na semana passada por O Antagonista. “Os únicos votos que podem ser idoneamente considerados como válidos, porquanto auditáveis e fiscalizáveis, na eleição geral referente ao Segundo Turno do pleito eleitoral de 2022 são aqueles decorrentes das urnas modelo UE2020”, argumenta o partido no documento protocolado, que se baseia em auditoria do Instituto Voto Legal (IVL).

A representação foi encaminhada ao TSE em nome do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, do presidente Bolsonaro e do candidato a vice em sua chapa de 2022, general Walter Braga Netto. Segundo Valdemar, que convocou a imprensa para apresentar o relatório, a intenção desse pedido de verificação é “contribuir para o fortalecimento da democracia do nosso pais”.

O Relatório Técnico sobre o Mau Funcionamento das Urnas Eletrônicas aponta o que seriam inconsistência “graves e insanáveis” de funcionamento de uma parte das urnas eletrônicas utilizadas em 2022. “Essas inconsistências dizem respeito às urnas dos modelos de fabricação UE2009, UE2010, UE2011, UE2013 e UE2015, que apresentam problemas insanáveis de funcionamento, com destaque à gravíssima falha na individualização de cada arquivo LOG DE URNA e sua repercussão nas etapas posteriores, tais como o Registro Digital do Voto (RDV) e a emissão do Boletim de Urna (BU), e, consequentemente, na ausência de certeza quanto à autenticidade do resultado da votação”, diz o documento.

Responsável pela auditoria em que se baseia o relatório, o engenheiro Carlos Rocha explicou que “é impossível associar aquela atividade com a urna que a realizou”. “Isso é um indício muito forte de que há um problema nos programas”, completou, na apresentação do pedido de verificação.

O PL argumenta que “a indicação de um único número de identificação UE em todos os arquivos LOG emitidos pelas urnas de modelos anteriores às UE2020 configura, indiscutivelmente, grave erro no processo de individualização das urnas eletrônicas e falha inaceitável, para correta e certeira autenticidade no resultado eleitoral, na cadeia de custódia dos dados e registros lançados em tais documentos”.

De acordo com o relatório, “uma apuração realizada apenas com base nos resultados das urnas do modelo UE2020 (40,82% do total das urnas utilizadas no 2º turno) — que, reitere-se, possibilitam, com a certeza necessária, validar e atestar a idoneidade de seus votos —, o resultado que objetivamente se apresenta atesta, neste espectro de certeza eleitoral impositivo ao pleito, 26.189.721 (vinte e seis milhões, cento e oitenta e nove mil, setecentos e vinte e um) votos ao Presidente Jair Messias Bolsonaro, e 25.111.550 (vinte e cinco milhões, cento e onze mil, quinhentos e cinquenta) votos ao candidato Luiz Inácio Lula da Silva, resultando em 51,05% dos votos válidos para Bolsonaro, e 48,95% para Lula“.

 

“O que se busca evidenciar com este resultado empírico extraído das urnas eletrônicas do modelo UE2020 (repita-se, distribuídas uniformemente pelo país pela própria Justiça Eleitoral), a partir de elementos de auditoria válida e que atestam a autenticidade do resultado eleitoral com a certeza necessária — na concepção do próprio Tribunal Superior Eleitoral — é que os votos válidos e auditáveis do Segundo Turno do pleito eleitoral de 2022 atestam resultado diferente daquele anunciado por esse Tribunal Superior Eleitoral no dia 30/10/2022, conferindo posição preferencial de 51,05% da população ao Presidente Jair Bolsonaro“, segue o documento do PL.

Lula é eleito presidente do Brasil

By Brasil No Comments

Com 98,81% das urnas apuradas, Luiz Inácio “Lula” da Silva (PT) é eleito presidente do Brasil, com pouco mais de 50% dos votos válidos.

O petista derrotou o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), em campanha extremamente polarizada entre os dois. Na frente de todas as pesquisas de intenção de voto em ambos os turnos, Lula confirmou o favoritismo e irá governar o país pela 3° vez.

Nascido em Garanhuns (PE), Lula ganhou notoriedade como uma das principais figuras contrárias ao regime militar vigente no país entre as décadas de 70 e 80. Um dos fundadores do PT, Lula foi deputado federal por São Paulo de 1987 até 1991, e em 2002 venceu no 2° turno José Serra (PSDB) e se elegeu presidente do Brasil, conseguindo se reeleger em 2006.

Agora, ao lado de seu vice e antigo adversário, Geraldo Alckmin (PSB), o presidente terá mais uma vez a missão de ser o chefe do executivo brasileiro, pelos próximos quatros anos.

Ipec em SC, votos válidos: Jorginho Mello tem 67%, e Décio Lima, 33%

By Brasil No Comments

G1

A última pesquisa Ipec (ex-Ibope) do 2º turno das eleições para governador de Santa Catarina, divulgada neste sábado (29), mostra liderança de Jorginho Mello (PL) com 67% dos votos válidos. Décio Lima (PT) aparece com 33% dos votos válidos.

Nessa projeção, são desconsiderados votos brancos, nulos e indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Na medição da intenção de votos totais, Jorginho tem 59%; Décio, 29%; brancos e nulos somam 6%; e 6% não souberam ou não responderam.

Ipec em MS: Eduardo Riedel, 53% dos votos válidos; Capitão Contar, 47%

By Brasil No Comments

G1

Pesquisa do Ipec, contratada pela TV Morena e divulgada neste sábado (29), revela os índices de votos válidos para o cargo de governador de Mato Grosso do Sul.

O candidato Eduardo Riedel (PSDB) tem 53% e Capitão Contar (PRTB), 47%. Esse é o segundo levantamento feito pelo instituto após o primeiro turno das eleições.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos, considerando para a base de cálculo do percentual somente os votos atribuídos aos candidatos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Ipec no ES, votos válidos: Casagrande tem 53%, e Manato, 47%, em empate técnico

By Brasil No Comments

G1

Pesquisa do Ipec encomendada pela TV Globo e divulgada neste sábado (29) revela os índices de intenção de votos válidos para governador do Espírito Santo e indica empate técnico dentro da margem de erro, de três pontos percentuais. O candidato Renato Casagrande (PSB) tem 53%, e o candidato do Manato (PL) 47%. Este é o último levantamento feito pelo instituto antes do segundo turno das eleições, neste domingo (30).

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Ipec na Bahia, votos válidos: Jerônimo tem 51%, e ACM Neto, 49%; situação é de empate técnico

By Brasil No Comments

G1

A última pesquisa Ipec (antigo Ibope) do segundo turno das eleições para governador da Bahia, contratada pela TV Bahia e divulgada neste sábado (29), apresenta os números da disputa em votos válidos. O candidato Jerônimo (PT) aparece com 51% dos votos válidos, seguido de ACM Neto (UB), com 49%

De acordo com o Ipec, os números indicam que os candidatos estão tecnicamente empatados na reta final do segundo turno.