Category

ColunaFalaPE

Marília Arraes é escolhida coordenadora do grupo de trabalho que pede revogação da Lei de Alienação Parental

By ColunaFalaPE No Comments

A bancada feminina da Câmara dos Deputados está mobilizada pela revogação. O Projeto de Lei é de autoria da deputada Iracema Portella (PP-PI), com co-autoria de várias deputadas dos mais diversos partidos

A deputada federal Marília Arraes (PT-PE) foi escolhida pela bancada feminina da Câmara dos Deputados para coordenar o grupo de trabalho que trata sobre a revogação da Lei de Alienação Parental, sancionada no Brasil em 2010. “Temos visto muitos casos de agressão e abusos a crianças, por isso estamos mobilizando a bancada feminina para que essa lei seja revogada.”

O grupo de trabalho liderado por Marília Arraes está atrelado à Secretaria da Mulher da Casa e tem o apoio das parlamentares de todos os partidos. “Todos os demais países que possuíam legislação similar já revogaram em função dos problemas e riscos às crianças que vinham sendo observados. É fundamental que ela seja revista no ordenamento jurídico brasileiro.”

A primeira reunião do grupo de trabalho para debater a alienação parental aconteceu na manhã desta terça-feira (27). Através da coordenação de Marília, o grupo entende que revogação da LAP é urgente, já que são insanáveis os vícios existentes desde a sua elaboração, com a falta de verificação de órgãos internacionais de saúde e por existir confusão no sistema jurídico na hora de tratar o tema. “O Brasil é o único país do mundo que tem uma legislação como essa ainda em vigor. A gravidade da situação é tanta que o tema uniu as deputadas, independentemente do campo político em que atuam. É uma lei tão absurda que a ONU, a OEA e a CONANDA já orientaram por sua revogação”, ressaltou Marília Arraes.

O que é a Lei de Alienação Parental?

O conceito de Síndrome de Alienação Parental foi inserido no meio jurídico em 1985 pelo psiquiatra Richard Gardner, que alegava que um dos genitores poderia usar os filhos de forma vingativa contra o outro. Apesar do conceito, a Organização Mundial de Saúde (OMS) nunca reconheceu a alienação parental como síndrome.

Em 2010, foi sancionada no Brasil a Lei de Alienação Parental em uma tentativa de solucionar problemas advindos de separações litigiosas. Desde sua vigência, entretanto, foi verificada a existência de graves distorções na real intenção do legislador durante a prática da lei.

Nos últimos 11 anos de vigência da LAP, foram surgindo cada vez mais casos em que ao denunciar o genitor abusador, este abriria um processo de alienação parental.

“Um exemplo muito simples é quando a mãe denuncia o pai depois da criança chegar em casa e contar que foi abusada. A mãe toma todas as providências e não deixa a criança voltar para o pai. Com isso, o pai alega que a mãe está inventando situações e vai para a Justiça, usa a Alienação Parental e toma a guarda da mãe. Depois de vários casos virem à tona, estamos conseguindo mobilizar a Câmara. É justo?”, questiona Marília.

Coluna Fala PE – Carlos Lupi quer reintegrar Túlio Gadêlha ao PDT

By ColunaFalaPE No Comments

A volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao jogo mexeu muito no xadrez político-eleitoral de 2022, com consequências em praticamente todas as forças partidárias. No PDT, que tem se colocado como uma alternativa ao PT a nível nacional, o efeito foi imediato. Depois de anunciar o ex-marqueteiro petista, João Santana, para a campanha de Ciro Gomes, os pedetistas iniciaram um movimento de reforçar suas lideranças em todos os estados. Em Pernambuco, o plano já está traçado.

Ovelha desgarrada do rebanho pedetista, desde que teve sua candidatura à Prefeitura do Recife rifada no ano passado, o deputado federal Túlio Gadêlha andava de mal com a cúpula do PDT, até então. Leia-se: com o presidente nacional, Carlos Lupi, o estadual, Wolney Queiroz, e com o comando municipal da sigla, que está sob a tutela da vice-prefeita da capital, Isabella de Roldão. Contudo, agora que o jogo mudou com Lula no páreo, será feito de tudo para reintegrar Túlio ao time.

Carlos Lupi vê no namorado de Fátima Bernardes um potencial cabo eleitoral para Ciro Gomes no ano que vem. Ligado ao presidenciável, de quem é pupilo, Gadêlha teria a missão de reforçar a candidatura de Ciro aqui no estado, incorporando, inclusive, a sua namorada global ao projeto. Olhando à frente, Carlos Lupi está disposto a esquecer as rusgas do passado e trazer Túlio de volta, antes que o parlamentar troque de partido (especula-se que o PSOL seria o seu caminho).

Se quiser obter êxito em sua missão e distensionar o ambiente, Carlos Lupi vai precisar gastar muito português, principalmente, com o grupo da vice-prefeita do Recife, que rivaliza publicamente com o deputado federal, cujos principais integrantes da tropa já o deixaram, vale salientar. Os pedetistas vão precisar entender que, acima do projeto local, está o nacional, que vislumbra em Ciro Gomes a chance de uma terceira via em contraponto a Lula e ao presidente Jair Bolsonaro.

DIFICULDADE – Integrar o deputado federal Túlio Gadêlha ao projeto Ciro Gomes será uma tarefa fácil para o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. O pernambucano é entusiasta e uma espécie de pupilo do presidenciável. Dificuldade mesmo Lupi vai ter para fazer com que o namorado de Fátima Bernardes suba no palanque de Geraldo Júlio para governador de Pernambuco. Túlio tem optado por um posicionamento de oposição ao PSB há tempos. O parlamentar, inclusive, sempre pautou sua atuação no estado por se posicionar contrariamente aos socialistas. A briga começou quando Túlio foi sacado do Iterpe, órgão ligado à então Secretaria de Agricultura, no primeiro governo de Paulo Câmara.

DIFICULDADE 2 – Outra dificuldade, essa bem maior, terá Carlos Lupi em Pernambuco se o PSB optar por caminhar com o PT na eleição estadual. Presidente do PDT em Pernambuco, o deputado federal Wolney Queiroz foi taxativo sobre esse assunto em entrevista à Folha de Pernambuco, há dois dias. “Se o PSB estiver com o PT em Pernambuco, estaremos em outro palanque”, cravou o parlamentar, que deixou claro a intenção que seu partido tem de abrir um palanque para Ciro Gomes no estado. Esse cenário fica ainda mais complicado quando as palavras negativas vêm de Wolney, que sempre trabalhou para que o PDT ficasse junto ao PSB em Pernambuco.

E ZÉ QUEIROZ? – O projeto nacional do PDT vai exigir que suas principais lideranças arregacem as mangas e vão para as ruas pedir votos para Ciro Gomes. Em Pernambuco, o partido certamente precisará contar com a sua principal liderança, que atende pelo nome de Zé Queiroz, deputado estadual que já foi prefeito de Caruaru por quatro vezes. O problema é que, nos bastidores, corre a informação de que, em decorrência da pandemia, e por ter idade avançada, Zé Queiroz talvez sequer se candidate à reeleição, em 2022. Imagina ter que sair de casa para pedir votos para Ciro Gomes? Apesar dos sinais, há quem defenda até que Zé Queiroz concorra novamente ao Senado pela Frente Popular. Isso no caso de aliança PDT/PSB. Aguardemos.

MARKETING – Contratado para cuidar da imagem do PDT e da candidatura de Ciro Gomes em 2022, o badalado e extremamente competente João Santana colocou no ar, ontem, a sua primeira peça. No vídeo, Ciro afirma, erguendo uma rosa, que pretende reconstruir o Brasil das cinzas e fazer o país “florescer”. Condenado pela Lava-Jato, o marqueteiro rompeu com o PT e utilizou o PDT para retornar ao cenário político. Seu contrato, vale ressaltar, é de R$ 250 mil mensais. Pouco para o padrões petistas, mas muito para a maioria dos brasileiros. O fato é que, tecnicamente, João Santana é um craque. Se conseguir domar o temperamento de Ciro, fará dele um candidato palatável e competitivo.

O povo quer saber: o PDT, cheio de cargos no governo e na PCR, romperá mesmo com o PSB, em caso dos socialistas se aliarem ao PT?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.

Camaragibe avança na vacinação com mais um Drive Thru em Aldeia, nesta terça (27)

By ColunaFalaPE No Comments

A Prefeitura de Camaragibe vai realizar mais um esquema de vacinação em drive thru para aplicação da segunda dose da vacina contra a COVID-19. A ação acontece nesta terça-feira (27), das 9h às 13h, em Aldeia, no quilômetro 10,5, no antigo Espaço do Saber. Esta iniciativa também será exclusivamente para aplicação da segunda dose. Na ocasião, continua valendo a regra: será vacinado apenas quem estiver em carro ou em moto. O munícipe que for fazer a imunização deverá levar consigo um documento de identificação e o cartão de vacinação indicando que já tomou a primeira dose.

A prefeitura reforça que não serão aplicadas as primeiras doses da vacina. As pessoas acima de 60 anos que ainda não iniciaram a imunização devem realizar cadastro na rede de saúde do município, por meio do site http://vacinacovid.camaragibe.pe.gov.br ou pelo Disque Vacina, nos números 2129-9570 / (81) 9.9945-4405, e esperar o agendamento.

Camaragibe recebeu ao todo 39.538 doses, 22.761 (dose 1) e 16.776 (dose 2). Até o momento, foram aplicadas 23.096 doses, ou seja 58,41%, das doses recebidas. Desse total, 15.216 aplicadas em primeira dose, o que representa 66,8% das doses recebidas. Já segunda dose, foram aplicadas 7.880, o que representa 46,9%.

Já foram imunizados 93,6% dos idosos com mais de 85 anos; 39,4% dos idosos com idade entre 80 e 84 anos; 48,7% daqueles com idade entre 75 a 79 anos; 63,7% do que possuem idade entre 70 e 74 anos; e 50,4% dos idosos com 65 a 69 anos.

Solidariedade – Durante o drive thru em Aldeia, nesta terça (27), haverá ponto de coleta para arrecadação de alimentos para a campanha Camaragibe na Corrente do Bem; e o munícipe que for se vacinar, poderá levar sua doação.

Em paralelo à vacinação, a arrecadação da campanha Camaragibe na Corrente do Bem segue acontecendo até o final do mês de abril nos seguintes pontos: Privê Vermont; Camará Shopping; Galeria Boulevard, em Aldeia; Supermercado Bom De+, em Aldeia; Max Varejão, no centro; Atacadão, em Alberto Maia; Supermercado Vila Aldeia; Extra Max Supermercado, no Timbi; e Supermercado Assaí, no Bairro Novo.

Ao todo, já foram arrecadadas mais de seis toneladas de alimentos. A entrega está sendo realizada de forma agendada para evitar aglomeração nos CRAS da cidade. Cada cesta contém uma média de 20 itens, com alimentos como feijão, arroz, macarrão, farinha, café, açúcar, entre ouros.

Coluna Fala PE – Os generais de Geraldo Júlio

By ColunaFalaPE No Comments

Provável candidato a governador da Frente Popular ao Governo de Pernambuco em 2022, Geraldo Júlio já tem ao seu redor, desde o tempo da Prefeitura do Recife, um conjunto de assessores que vão desempenhar funções vitais na caminhada do ano que vem. Esse grupo fechado, coeso, e de fidelidade canina ao ex-prefeito do Recife, ocupará os principais postos operacionais da campanha, e, com certeza, de um futuro governo. A Coluna Fala PE destrincha hoje quem são os principais “generais” de Geraldo Júlio e as suas funções.

A lista começa com três nomes umbilicalmente ligados ao ex-prefeito do Recife, que o acompanham desde os tempos em que Geraldo era secretário de Planejamento e Gestão no Governo Eduardo. Trata-se de Alexandre Rebêlo, João Guilherme Ferraz e Rodrigo Farias. O primeiro é um dos mais competentes técnicos do PSB. Rebêlo é o atual secretário estadual de Planejamento de Paulo Câmara. Braço direito e melhor amigo de Geraldo, é quem cumpre a função de “gestor” do grupo. Cabe a ele tocar a casa para liberar o chefe para fazer política. Sua missão é igual a que o próprio Geraldo desempenhava para Eduardo. É o preferido, o mais parecido com o chefe, até no jeito de pensar.

Junta-se a ele o braço político do ex-prefeito, também altamente resolutivo em suas tarefas. João Guilherme e Rodrigo Farias terão a missão de montar o mapa político-eleitoral da campanha do chefe, costurando as alianças e coordenando os palanques no interior. São de extrema confiança e terão a ajuda na missão do atual presidente da Perpart, Nilton Mota, tio de Rodrigo e um dos principais articuladores do PSB, desde os tempos de Eduardo. A lista segue com o atual chefe da Assessoria Especial do governador, Alexandre Gabriel, que é o braço de Comunicação de Geraldo e vai coordenar essa área na campanha. Gabriel é um dos mais próximos do ex-prefeito, também goza da total confiança do socialista.

O atual presidente do Porto Recife, Marconi Muzzio, também ex-secretário de Geraldo na PCR, é outro que fará parte do time com funções administrativas e políticas. A exemplo de Rebêlo, que é fazendário, Marconi também é servidor público concursado, no TCE. Como entende de política, terá papel relevante também nessa área. Junta-se a ele outro “geraldista” de carteirinha: Roberto Gusmão, presidente do Porto de Suape. Outros nomes como Jorge Vieira, Leonardo Bacelar e Filipe Bittencourt provavelmente se juntarão a esse time. Mas a lista não acaba por aí.

MULHERES – O primeiro escalão de Geraldo Júlio tem duas mulheres de amplo destaque em suas áreas, que, certamente, terão papéis representativos na campanha e em um eventual governo. Uma é a atual secretária-executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, ex-secretária de Turismo do Recife, quem tem a atribuição de representar Geraldo em entrevistas e agendas. A outra é Fernandha Batista, secretária de Infraestrutura de Paulo Câmara, também do time de Geraldo, que já toca uma das áreas mais importantes do governo.

HOMEM DE CONFIANÇA – Homem de confiança de Geraldo Júlio desde quando o atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico ocupava a pasta de Planejamento e Gestão, ainda no primeiro Governo Eduardo, Rodrigo Farias terá uma missão extra ano que vem. Ele será candidato a deputado estadual “oficial” do grupo do ex-prefeito do Recife. Rodrigo tem a total confiança do chefe, é um dos seus generais, e receberá carga para se eleger. Discreto, Rodrigo tem fidelidade canina a Geraldo, é um tarefeiro. Ele é sobrinho de Nilton Mota, ex-secretário estadual e atual presidente da Perpart. Nilton, que já foi deputado estadual, é um dos principais articuladores do PSB desde os tempos de Eduardo.

NOVAS ELEIÇÕES – Eleitores do Agreste, Sertão e Zona da Mata devem retornar às urnas em 2021 para participarem de eleições suplementares, após um pleito concorrido em novembro do ano passado, quando foram eleitos os novos prefeitos/prefeitas e os vereadores dos 184 municípios. O problema é que em alguns deles os casos foram parar na justiça eleitoral levando a cassação dos eleitos por irregularidades cometidas durante o pleito passado ou por indeferimento da candidatura. A previsão é que, em breve, ocorram novas eleições em Arcoverde, Capoeiras, Palmerina e Pesqueira. O número de cidades pode aumentar diante aos processos que estão sendo julgados, com reconhecimento da existência de abusos de direito político e econômico nas eleições, como ocorreu recentemente em Maraial e Verdejante.

PRÓ-LULA – Com a participação de centenas de pessoas, entre militantes, lideranças e parlamentares nacionais do PT em Pernambuco e em dezenas de outras cidades brasileiras, a deputada federal Marília Arraes promoveu, na última sexta, uma grande plenária virtual sobre a devolução dos direitos políticos do presidente Lula e a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro. Com o tema “Lula está Livre e Elegível. E agora?”, o encontro reuniu a base petista e a militância que acredita na reconstrução de um Brasil mais justo, como nos tempos em que o PT governou o país. “A ideia dessa plenária é deixar claro para a população que é possível viver num país melhor como nos tempos do PT, nos tempos de Lula. É por isso que convidamos lideranças do nosso partido, de fora e de Pernambuco, para participar desse importante momento de debate em defesa da Democracia”, disse.

O povo quer saber: Quantos generais de Geraldo serão candidatos a deputado?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.

Marília Arraes promove plenária online sobre Lula e reúne centenas de militantes e dirigentes nacionais do PT

By ColunaFalaPE No Comments

Foto: Ricardo Labastier

Com a participação de centenas de pessoas, entre militantes, lideranças e parlamentares nacionais do PT de Pernambuco e de dezenas de outras cidades brasileiras, a deputada federal Marília Arraes (PT-PE) promoveu, nesta sexta-feira (23), uma grande plenária virtual sobre a devolução dos direitos políticos do Presidente Lula e a suspeição do ex-juiz Sérgio Moro. Com o tema “Lula está Livre e Elegível. E agora?”, o encontro reuniu a base petista e a militância que acredita na reconstrução de um Brasil mais justo como nos tempos em que o PT governou o país.

Para Marília Arraes, a participação de Lula nas eleições do próximo ano será fundamental para devolver a esperança ao povo brasileiro. “A ideia dessa plenária é deixar claro para a população que é possível viver num país melhor como nos tempos do PT, nos tempos de Lula. É por isso que convidamos lideranças do nosso partido, de fora e de Pernambuco, para participar desse importante momento de debate em defesa da Democracia.”

A deputada federal e ex-governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva (PT), quadro histórico do PT nacional, elogiou a iniciativa de Marília em promover uma plenária sobre a situação de Lula. “O povo está entendendo a perseguição política sofrida pelo presidente. Lula está garantido como nosso candidato, por isso uma plenária como essa, realizada por Marília, é tão importante.” Para o deputado federal José Guimarães (PT-CE), vice-presidente nacional do PT, foi uma alegria partilhar esse momento ao lado de Marília. “Teremos muito trabalho para reconstruir a esperança perdida no nosso país por conta de Bolsonaro. Marília, você irá nos ajudar na reconstrução do nosso país com sua força e vontade de lutar.”

Os deputados federais Alencar Braga (PT-SP), Reginaldo Lopes (PT-MG) e Odair Cunha (PT-MG) também demonstraram satisfação ao participar da atividade promovida nesta sexta-feira. “Marília é uma grande companheira e amiga e chegou chegando na Câmara dos Deputados. Marília é uma liderança de Pernambuco, uma liderança do Recife, mas, acima de tudo, uma liderança nacional”, afirmou Alencar. “É a partir de plenárias como essa que vamos construir uma base sólida para fazer as reformas que teremos que fazer”, afirma Reginaldo. “A viabilidade real da candidatura de Lula abre novos horizontes para o povo brasileiro. A elegibilidade de Lula cria uma nova sinergia para o país”, complementa Odair, que também elogiou o mandato de Marília. “O mandato de Marília é um sucesso no cenário nacional. Marília é uma legítima representante do povo de Pernambuco.”

Paulo Cayres, Secretário Nacional do Movimento Sindical do PT, “concordou com a capacidade de liderança de Marília destacada durante a plenária e que essa força irá ajudar o presidente Lula nas próximas eleições.” Já Luiz Marinho, ex-ministro do Trabalho e Emprego e ex-ministro da Previdência Social, destacou que o retorno de Lula ao cenário político será fundamental para combater os descasos do atual Governo Federal.

A deputada estadual Teresa Leitão, coordenadora do Setorial de Educação do PT/PE, ficou bastante entusiasmada com a plenária. “Fico muito feliz em ver tantos petistas e dirigentes nacionais organizando o partido e tendo esperança por um país melhor. O objetivo da plenária foi alcançado.”

“É muito importante ter momentos assim, pois dividir essas discussões é fundamental para ter mais segurança nos nossos posicionamentos. São pessoas que entendem nossas estratégias, nossos caminhos. Aconteça o que acontecer, defenderei o partido. Esse momento é importante para deixar claro que não vou sair do PT. Pelo contrário: quero construir o PT. Queremos construir o PT no nosso Estado. Meu estado é Pernambuco e o PT é importante. Estamos aqui para colocar Pernambuco numa posição chave para o projeto de sociedade que o presidente Lula tem. Temos um compromisso com essa transformação”, ressalta Marília.

Além da militância petista e de vereadores de várias cidades de PE e do Brasil, como Jairo Britto e Liana Cirne, ambos do Recife, e Gilmar Santos, de Petrolina, participaram da plenária Anne Moura, Secretária Nacional de Mulheres do PT, os prefeitos João Bosco (Granito), Irlando Parabólicas (Santa Cruz da Baixa Verde) e Luciano Duque (ex-prefeito de Serra Talhada).

Coluna Fala PE – Por que Pazuello liberou a reserva da segunda dose, se não havia garantia do envio?

By ColunaFalaPE No Comments

A paralisação na vacinação em várias capitais do Brasil, como Natal (RN), Campo Grande (MS), João Pessoa (PB) e outras, além do alerta que existe hoje, em vários municípios de Pernambuco, após a confirmação de que a próxima remessa de CoronaVac chegará ao Estado com menos 91.600 doses do que o previsto, levanta uma pergunta: Por que o então ministro da Saúde General Eduardo Pazuello orientou os municípios a utilizar todas as doses enviadas, se não havia garantia de novas remessas para a segunda dose?

Até 21 de março o protocolo indicado pelo Ministério era outro: fazer a reserva para garantir a segunda dose, que comprovadamente confirma a imunização do paciente. A liberação certamente acelerou a vacinação em todo o Brasil. Os municípios brasileiros, que têm sistemas bem estruturados e historicamente eficientes em vacinação, estavam prontos para ampliar sua capacidade de atender a população e foi o que aconteceu.

Mas a que custo? Se o ministro não tinha segurança que poderia garantir o envio das doses complementares, não valeria ter mantido a orientação inicial e sustentado a vacinação em duas doses, como deve ser de acordo com o protocolo científico.

É valido lembrar que o grande problema na vacinação do Brasil, desde o início, vem sendo a falta de vacinas. Indícios da negativa deliberada do Governo Federal em fazer acordos que interessariam ao país com farmacêuticas como a Pfizer foi um dos fatores que fizeram o ministro balançar no cargo e depois ser substituído por Marcelo Queiroga.

A aposta do Brasil em apenas dois fornecedores, com a CoronaVac e a AstraZeneca, tem se mostrado insuficiente. Qualquer atraso na produção desses imunizantes coloca em risco o processo de vacinação no país – como foi o caso do recente de paralisação na produção da CoronaVac – por parte do Butantan por falta de IFA, está frustrando a aplicação de segundas doses em todo o país. Em que pese o papel fundamental que o Butantan e a CoronaVac vem cumprindo na vacinação no Brasil, se havia um sistema tão precário de fornecimento, poderia mesmo o ministro ter tomado a decisão que tomou no dia 21 de março?

AULAS PRESENCIAIS – A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou o projeto de lei 2.949/2020, que estabelece uma estratégia nacional para que União, estados e municípios decidam sobre o retorno às aulas presenciais, interrompidas durante a pandemia de Covid-19. De autoria dos deputados Danilo Cabral (PSB), Idilvan Alencar (PDT-CE) e outros parlamentares, a proposta determina que a União, os estados e os municípios devem organizar de forma colaborativa o retorno às atividades escolares. A estratégia será definida por princípios, diretrizes e protocolos, respeitadas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias brasileiras.

MEDICINA – A cidade de Araripina caminha a passos largos para consolidar-se como um polo regional de educação superior com a chegada de novas faculdades e cursos em diversas áreas. O prefeito do município, Raimundo Pimentel, o vice Evilásio Mateus e a diretora-presidente da Autarquia Educacional do Araripe (AEDA), Possídia Carvalho, se reuniram com João Luís Fiusa – diretor da Faculdade Paraíso (FAP), para a assinatura de um termo de cooperação entre a Autarquia e a Faculdade de Medicina de Araripina. A AEDA, em breve, deverá anunciar o vestibular para cursos na área de saúde em uma iniciativa inédita da instituição que tem 45 anos de existência e é a referência em educação superior na região.

CIRCULANDO – O deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos) cumpriu agenda no Agreste do Estado nesta sexta-feira (22). Em Pesqueira, o parlamentar anunciou a viabilização de emendas para construção de duas escolas e recursos para pavimentação. Silvio também visitou Cachoeirinha para entregar, ao lado do prefeito Ivaldo de Almeida, dois ônibus escolares.

VISITA ÀS CÂMARAS – Poucas horas depois de tomar posse como presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), Léo do Ar deu início, nesta sexta-feira (23), ao programa Visita às Câmaras. O objetivo do programa é aproximar o parlamento da entidade representativa e aos poucos estreitar os debates que fortalecerão a atuação dos vereadores pernambucanos. O presidente da UVP vai levar aos vereadores de todas as regiões do estado às ações da entidade e articular diretamente com presidentes das câmaras, e demais vereadores, o que pode ser feito para enriquecer a política pública. Com estas medidas, Léo do Ar ampliará a interação da UVP com as casas legislativas do litoral ao sertão.

O povo quer saber: João Paulo voltará mesmo ao PT para tentar ser candidato a senador pelo partido?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.

Em visita, Silvio Costa Filho anuncia investimentos para Pesqueira

By ColunaFalaPE No Comments

O deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos) segue viabilizando recursos para os municípios de Pernambuco. Nesta sexta-feira (23), o parlamentar visitou o município de Pesqueira, no Agreste, para anunciar recursos para a educação e para a mobilidade urbana. Ao lado do prefeito interino do município, Bal de Mimoso (Republicanos), do secretário de Governo e prefeito eleito do município, Cacique Marcos (Republicanos), do vice-prefeito eleito; Paulo Campos, e dos secretários municipais, o parlamentar assinou a viabilização de duas escolas de 12 salas para a cidade, junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e ao Ministério da Educação. Além disso, assinou o convênio para a liberação de mais de R$1 milhão para pavimentação.

“Pesqueira está na nossa história e, sobretudo, no nosso coração. Eu digo sempre que gratidão se retribui com gratidão. Mesmo com toda dificuldade, por causa das crises sanitária e econômica, o prefeito Bal e toda equipe tem realizado um belo trabalho. Além da construção das escolas, dos recursos para pavimentação e para a aquisição de maquinário, vamos trabalhar, cada vez mais, para viabilizar, nos próximos quatro anos, uma série de recursos e ações que vão melhorar a qualidade de vida da população de Pesqueira”, destacou Silvio.

“O anúncio que o deputado veio fazer, das emendas destinadas para pavimentação e para a educação, são muito importantes para a cidade. Além disso, o deputado irá viabilizar a entrega das máquinas que vão ajudar na restauração das estradas vicinais. Vamos juntos continuar trabalhando por Pesqueira, ao lado de Silvio e de todo o nosso grupo”, destacou o prefeito Bal.

“Quero agradecer ao nosso companheiro e irmão, o deputado Silvio Costa Filho, pela visita ao nosso município para trazer muitas novidades para todos nós. A palavra é gratidão a esse grande líder que hoje nos representa no cenário nacional e que tem trabalhado muito por Pernambuco. Sem sombras de dúvidas, ele vai fazer muito por Pesqueira nessa parceria. Hoje, oficializamos uma ordem de mais de R$10 milhões em investimentos no nosso município, com duas escolas, patrulha mecanizada, tratores, retroescavadeira, patrol, além de recursos para pavimentação. Isso só mostra que Silvio é comprometido com a população do município. Estamos juntos e vamos seguir nessa caminhada, nessa missão, defendendo aqueles que mais precisam”, destacou o Cacique Marcos.

Além de Pesqueira, o parlamentar de reuniu com o ex-candidato a prefeito de Venturosa, Adriano do Posto, e com o ex-candidato a vice-prefeito, Tarcísio Victor e visitou a cidade de Cachoeirinha. Ao lado do prefeito Ivaldo de Almeida e do deputado estadual João Paulo Costa, o parlamentar participou da entrega de dois ônibus escolares que vão auxiliar na educação do município.

Coluna Fala PE – PSB está entre aliança com o PT e candidatura própria

By ColunaFalaPE No Comments

Há dois caminhos que o PSB vislumbra para 2022 no cenário nacional. A opção de direcionamento que os socialistas adotarem, é fundamental ressaltar, vai impactar de uma forma determinante na eleição para governador em Pernambuco, principal praça e centro de comando do partido de Eduardo Campos e Miguel Arraes. Agentes políticos de dimensão nacional da legenda, o prefeito do Recife, João Campos, o governador Paulo Câmara e o futuro candidato, Geraldo Júlio, estão em lados opostos no que diz respeito a esse caminho a ser tomado.

Ex-secretários de Eduardo Campos, testemunhas e partícipes do auge do casamento entre PSB e PT, Geraldo e Paulo, optam por retomar a aliança com os petistas. O ex-prefeito do Recife quer a força de Lula em seu palanque no ano que vem, fator que lhe garantiria uma enxurrada de votos rumo ao Palácio do Campo das Princesas. Nas internas, Geraldo topa aceitar Marília Arraes, umas das principais opositoras do PSB, como candidata ao Senado em sua chapa, como quer Lula.

Paulo Câmara e a maioria dos deputados federais, senadores e demais lideranças do PSB também são favoráveis à aliança. O governador de Pernambuco, por sinal, é o nome mais cotado para uma eventual vice de Lula no ano que vem. Contudo, há a possibilidade ainda de outro socialista, o ex-governador de São Paulo, Márcio França, também cria de Eduardo, ser o escolhido. Independente do nome, a expressiva maioria do PSB quer a volta do casamento com o PT.

Por outro lado, João Campos é o principal nome dentro do PSB que defende uma candidatura própria do partido à Presidência da República. Principal, não o único. Liderança já com amplo reconhecimento nacional, o prefeito do Recife avalia que um palanque próprio faria o partido crescer nacionalmente mesmo que o postulante não venha a se eleger. A opinião do filho de Eduardo tem peso! João quer o PSB independente do PT, olhando para o futuro e estruturado como um partido grande. Até o ano que vem os socialistas vão maturar o caminho a seguir e tomar uma decisão. Mas é fato que o PSB vai ser protagonista em 2022.

PT QUER – Também não é segredo para ninguém que o PT, tanto a nacional quanto o diretório pernambucano, farão de tudo para ter o PSB consigo. Em Pernambuco, o partido já emitiu nota avalizando a aliança, que culminaria com uma vaga na majoritária da Frente Popular, repetindo o exitoso palanque de 2018. Fala-se, como a Coluna Fala PE trouxe com exclusividade, na deputada federal Marília Arraes como nome para disputar vaga de senadora. Além dela, despontam na bolsa de apostas o também federal Carlos Veras, e o deputado estadual João Paulo, que estaria de volta ao PT. Se ficar com a vice, o indicado tende a ser Dilson Peixoto, aliado do senador Humberto Costa.

UCHÔA – O Blog Ponto de Vista bem lembrou que, se estivesse vivo, o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchoa, completaria 74 anos ontem. Reconhecido líder político de sua época, Uchôa teve seis mandatos de deputado estadual e ocupou a presidência do Legislativo estadual por seis vezes. Ele teve ainda passagem pelo Poder Judiciário como juiz.
Nascido em Timbaúba, na Zona da Mata Norte, em 1947, atuou também como professor de história e escrivão da Polícia Civil. Amigo dos amigos e articulador de mão cheia, Guilherme Uchôa cravou o seu nome na história política de Pernambuco. Na sua Presidência, a Alepe cresceu enquanto poder.

AUTOS DE INFRAÇÃO – Em sessão realizada na terça-feira (13), a Primeira Câmara do TCE homologou Autos de Infração contra o prefeito de Itapetim, Adelmo Alves de Moura, e o ex-prefeito de Casinhas, João Barbosa Camelo Neto, pela não apresentação de plano para a adequação da destinação e eliminação dos resíduos sólidos urbanos nos chamados “lixões”, previsto na Resolução TC nº 17/2013. O relator dos processos, conselheiro Ranilson Ramos, destacou em seu voto que o descumprimento à resolução do TCE foi identificado por meio de uma auditoria da Casa. As prefeituras não só deixaram de encaminhar o plano de ação previsto, como também não apresentaram justificativa plausível pelo não envio das informações.

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL – Depois de uma eleição unânime, o advogado e empresário Tiago Carneiro assume a presidência da Associação Comercial de Pernambuco (ACP). A solenidade de posse ainda não tem data prevista, mas acontecerá de forma virtual. Já as celebrações presenciais, estão previstas para acontecer em agosto, mês de 182 anos de existência da instituição. A nova gestão, liderada por Tiago Alencar Carneiro, conta com os nomes de Victor Tavares de Melo, Isaias Carneiro, Antônio Fabrício Guedes, Halim Nagem, Jaime Monteiro, Álvaro Dantas, Darlan Sampaio e Martín Figueiredo, assumindo os oito cargos de vice-presidentes, além de grandes nomes pernambucanos na diretoria, comissão e no conselho.

O povo quer saber: Moro foi um juiz parcial mesmo, como afirmou decisão do STF?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.

Eduardo da Fonte participa da posse de Léo do Ar como presidente da UVP

By ColunaFalaPE No Comments

O deputado federal e presidente estadual do Partido Progressistas (PP), Eduardo da Fonte, participou da cerimônia de posse do vereador Léo do Ar (PSDB), como presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP). A solenidade foi realizada nesta terça-feira (20), na Câmara Municipal de Gravatá.

“Léo do Ar tem experiência de sobra e tenho certeza de que ele vai realizar uma grande gestão à frente da UVP, representando bem os vereadores de todo o estado. Ele sabe que pode contar comigo na garantia de ações que busquem melhorias para os municípios de Pernambuco”, afirmou Eduardo da Fonte.

Sob o apoio do deputado e do ex-prefeito do município de Gravatá, Joaquim Neto, Léo do Ar obteve uma conquista significativa. Todo o evento foi transmitido ao vivo pela internet.

Coluna FalaPE – Oposição caminha para abraçar tese das múltiplas candidaturas em 22

By ColunaFalaPE One Comment

Derrotada pela Frente Popular nas duas últimas eleições estaduais com uma candidatura única, a oposição em Pernambuco caminha para o entendimento de que deve lançar múltiplas candidaturas para fazer frente a Geraldo Júlio, em 2022. O Fala PE conversou com fontes do grupo e apurou que a estratégia pode ser adotada. Com isso, hoje a tendência é de que se tenha mais de um palanque no bloco para enfrentar o PSB.

Nesse cenário, portanto, que já não é novidade, se apresentam três prefeitos de cidades-polo das três regiões do Estado com mais densidade eleitoral: Metropolitana, Agreste Central e Sertão do São Francisco. A avaliação é que candidaturas de Anderson Ferreira (Jaboatão dos Guararapes), Raquel Lyra (Caruaru) e Miguel Coelho (Petrolina) vão, com certeza, enfraquecer a votação do ex-prefeito do Recife em suas regiões, minando a poderosa máquina de voto do PSB.

Se a estratégia se concretizará, só o tempo irá dizer. O fato é que Miguel e Raquel, muito mais do que Anderson, têm como vitrine para mostrar bons governos, nas suas respectivas cidades, e êxito nas urnas consagrado em 2020. Além disso, têm, ao seu redor, forças políticas representativas e a facilidade de construir alianças, agregando diferentes atores aos seus palanques.

Anderson Ferreira, por outro lado, além de ter um governo mal avaliado, só foi reeleito porque seu adversário local, o ex-vereador Daniel Alves, dispunha de poucos recursos e pouca estrutura de campanha. No campo político, Anderson e sua família são conhecidos por coçar para dentro. Seu projeto é familiar, são incapazes de fazer alianças duradouras e não tem um projeto para o Estado.

APOIOS – Em se tratando de apoios, Miguel Coelho tem consigo o pai, a maior raposa política de Pernambuco, o senador Fernando Bezerra Coelho, um grande articulador. Também tem um corpo de prefeitos e lideranças policiais ao seu lado, doidos para mudar o eixo de poder no Estado, do Grande Recife para o Sertão. O prefeito de Petrolina contará com o dinheiro do Governo Federal e os votos do presidente Jair Bolsonaro, de quem seu pai é aliado e um dos generais. Nessa brincadeira, Miguel pode contabilizar cerca de 30% já no primeiro turno da eleição.

APOIOS 2 – Já Raquel Lyra, por sua vez, conta com o apoio do ex-senador Armando Monteiro Neto, que, mesmo perdendo as duas últimas eleições, é uma liderança no Estado. Raquel tem também na sua conta o deputado federal Daniel Coelho, que já endossou publicamente sua preferência pela prefeita de Caruaru. Ao contrário de Miguel, que não tem a totalidade do MDB com ele, nem a garantia de apoio da legenda, Raquel tem o PSDB por inteiro no seu projeto.

PREFERENCIAL – Uma coisa é fato: independente de quem seja candidato na oposição, o postulante começou seu caminho visitando o prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Keko do Armazém. O gestor foi procurado pelos três pré-candidatos oposicionistas nas suas andanças. Isso mostra que Keko terá um papel importante no pleito de 2022, tanto pela sua liderança, quanto pelo seu potencial de votos na Metropolitana.

CESTAS – Atenta às dificuldades econômicas impostas pela pandemia e pelas medidas restritivas, a Prefeitura de Sirinhaém, por meio da Secretaria de Assistência Social, realizou a distribuição de 300 cestas agroecológicas para a população de Sirinhaém. A ação foi realizada no distrito de Santo Amaro e contou com a parceria do CONAB e da ASCONSAJ. Os produtos das cestas foram captados junto à agricultura familiar do município e à produção local de polpas de fruta. Segundo a prefeita Camila Machado, a medida busca aliviar as famílias sirinhaenses dos prejuízos causados pela pandemia do novo coronavírus.

O povo quer saber: Como as outras forças da oposição vão caminhar em 2022?

Por Fernanda Maria, Cientista Política.