Category

Pernambuco

“Saí da sala para não ser agredido”, afirma advogado da chapa de oposição para eleição da UVP

By Pernambuco One Comment

Uma confusão marcou o registro da chapa de oposição composta por Zé Raimundo e José Chaves, para a eleição da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP). O advogado Mário Júnior, ex-vereador de Igarassu, disse com exclusividade para o FalaPE que foi agredido verbalmente pelo então presidente da entidade, Josinaldo Barbosa que, segundo ele, teria “surtado” na tarde desta sexta-feira (12).

No último dia para registro das candidaturas, o advogado da chapa esteve na sede da UVP, localizada na Avenida Beira Rio, no Bairro da Madalena, no Recife, para garantir a participação dos vereadores no pleito. O profissional conta que estava acompanhado dos vereadores Maguila (Solidariedade) e Elvis Henrique (Cidadania), além do contador da chapa, o ex-vereador de Olinda, Valério Leite, e que os companheiros o aconselharam a deixar a entidade na hora da confusão, devido ao risco de uma agressão física.

Segundo Mário, o motivo da confusão é o discurso adotado pelo advogado para justificar o porquê de não mais apoiar o presidente Josinaldo e a chapa da qual ele faz parte nesta eleição. “Quando as pessoas me perguntam por que eu mudei de lado, eu respondo que entendo que uma pessoa que não dá bons exemplos, não pode mais representar entidade alguma”, diz o profissional se referindo a fato de a Polícia Federal e a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), já ter feito buscas na UVP por acusações ao presidente.

“Além disso, Josinaldo não representa mais os ideais de transparência que desejávamos para a União. Hoje ninguém sabe o que é feito com o dinheiro arrecadado pela instituição que nasceu com objetivos nobres. O que ele dizia no passado não faz mais no presente, tanto que está há quatro gestões no poder, mas pregávamos dar espaço para renovações”, completa.

Devido às agressões verbais que diz ter sofrido, com gritos e xingamentos de baixo calão, além das ameaças supostamente deferidas pelo presidente, o advogado informou ao Blog que vai fazer um Boletim de Ocorrência ainda hoje. “Esse desequilíbrio emocional só ratifica a minha opinião de que ele não pode mais ser o representante maior da UVP, ou ocupar qualquer cargo na diretoria da entidade”, relata Mário.

Fernando Monteiro e Eduardo da Fonte conquistam R$ 10 milhões para recuperação da pista do aeroporto de Fernando de Noronha

By Pernambuco No Comments

Os deputados federais Fernando Monteiro e Eduardo da Fonte, ambos do PP-PE, conquistaram, nesta sexta-feira (12), R$ 10 milhões em recursos, incluídos no Orçamento de 2021, para a recuperação da pista de pouso e decolagem do aeroporto de Fernando de Noronha.

O atendimento ao pleito, confirmado pela relatora setorial de Infraestrutura no Orçamento Geral da União (OGU), deputada Margarete Coelho (PP-PI), é resultado de reuniões anteriores, inclusive com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. A mais recente delas, ocorreu em outubro passado, quando Fernando Monteiro expôs a necessidade de acelerar os trabalhos de recuperação no aeroporto.

“As obras viárias são sinônimo de desenvolvimento econômico. Por isso, executá-las é tarefa de suma importância. Com os recursos aprovados, Fernando de Noronha, um ícone turístico do nosso Estado, contará com um grande avanço em um segmento que tem recebido atenção especial da secretária de Infraestrutura, Fernandha Batista, do governo Paulo Câmara”, comemorou Fernando Monteiro.

Toritama: Edilson Tavares recebe autorização para compra de vacinas contra covid-19

By Pernambuco No Comments

O prefeito Edilson Tavares recebeu, nesta sexta-feira (12), autorização Para incluir Toritama no consórcio formado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) Para compra de vacinas contra a Covid-19. O projeto de Lei enviado pelo chefe do Executivo Municipal foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores. Além dos imunizantes, a prefeitura poderá adquirir medicamentos, insumos e equipamentos na área da saúde para enfrentar a pandemia do novo coronavírus.

“Nossa gestão vem trabalhando incansavelmente no combate à covid-19, nossa cidade implantou o primeiro hospital de campanha do estado de Pernambuco, hoje contamos com 06 respiradores nos nossos hospitais, Com essa adesão ao consórcio vamos ampliar a quantidade de vacinas disponíveis e mais pessoas poderão ser vacinadas”, destacou o prefeito.

Edilson Tavares já havia protocolado, junto à FNP, o interesse de Toritama em participar do consórcio, O Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) tem aval do Supremo Tribunal Federal(STF). Até o momento 960 pessoas entre funcionários da saúde e idosos com 75 anos ou mais foram vacinados na cidade.

Após intermédio de Rodrigo Novaes, PE-375 passará por requalificação ainda em março

By Pernambuco No Comments

O secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, intermediou um encontro entre vereadores do município de Tacaratu, no interior do estado, e a secretária estadual de Infraestrutura, Fernanda Batista, no intuito de viabilizar a conserva da PE-375 no acesso ao município e no trecho entre Tacaratu e Inajá. A demanda dos parlamentares será atendida ainda este mês com a execução dos serviços de roço e conserva da via. Participaram do encontro com os secretários estaduais os vereadores Rinaldo Pedrosa, Teno Madeira, Júnior de Dário, Lucas Balbino, Toinho de Bastinho, Messias, além do ex-prefeito Gerson Silva.

“O povo daquela região já anseia pela melhoria da via há bastante tempo. Conhecedor daquela realidade, meu objetivo sempre foi buscar soluções para a estrada. Por isso, viabilizei junto à Secretaria de Infraestrutura, um encontro para que os representantes do povo de Tacaratu apresentassem com ainda mais propriedade o desejo de melhoria para os trechos. Fico feliz porque a demanda foi recebida e os serviços serão executados ainda em março. Agradeço ao governador Paulo Câmara, nosso líder maior, e secretária Fernandha. Os municípios da região são de grande potencial e precisam de acesso rápido e fácil. Além de segurança, uma estrada conservada ajudam no desenvolvimento das cidades”, destacou Rodrigo Novaes.

Em visita ao Sebrae, Eriberto Medeiros defende apoio aos pequenos empreendedores no enfrentamento ao coronavírus

By Pernambuco No Comments

Foto: Marcos Henrique/EM

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros (PP), se reuniu com o superintendente do Sebrae em Pernambuco, Francisco Saboya, na tarde desta quinta-feira (11), dando sequência à agenda de aproximação com as instituições, para oxigenação da pauta da Casa. Diante do agravamento da pandemia, Eriberto colocou a Alepe à disposição do Sebrae, para que os deputados e deputadas possam contribuir com a rede de apoio aos pequenos empreendedores.

Na ocasião, Saboya aproveitou para apresentar ao presidente o projeto “Município Mais Inovador”, um conjunto de iniciativas que visam melhorar o ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas através da atuação política junto às prefeituras e outros órgãos que integram o poder público. Hoje, no Brasil, os pequenos negócios representam mais de 90% das empresas, geram 54% dos empregos e respondem por 1/3 do PIB nacional. “Nosso maior desafio, hoje, é incluir o pequeno empreendedor, aquele profissional mais humilde, no mercado digital, simplificando a gestão e permitindo a formalização do negócio”, afirmou o superintendente.

Para Eriberto Medeiros, a Assembleia Legislativa tem um papel fundamental de facilitar a vida do brasileiro que deseja abrir o próprio negócio, nesse momento da pandemia, em que a geração de renda torna-se um desafio. “Precisamos criar leis que ajudem o trabalhador nesse momento de necessidade, para que ele crie sua empresa e faça a roda da economia girar. Por isso é necessário haver essa aproximação, essa parceria da Alepe com entidades como o Sebrae, para que nossas leis melhorem o ambiente de negócios, de fato”, afirmou o presidente, demonstrando entusiasmo pela possibilidade de efetivar parcerias.

Clarissa Tércio sai em defesa da igreja e esquenta debate

By Pernambuco No Comments

Durante a movimentada Reunião Plenária da Alepe, a deputada Clarissa Tércio defendeu a essencialidade da igreja, destacando a importância do trabalho realizado pelos templos em prol de toda a sociedade.

O parecer, apresentado pela Comissão de Constituição, Legislação e Justiça da Alepe pela rejeição da matéria que reconhece a igreja como essencial, alegando a inconstitucionalidade foi derrubado, em Plenário pela maioria dos deputados e o debate foi bastante acalourado, dividindo opiniões sobre a matéria.

“A igreja está viva. Não vamos nos calar. A igreja está unida, numa só voz e queremos fazer valer nosso direito de culto, garantido pela Constituição Federal”, disse a deputada.

Clarissa aproveitou a oportunidade para parabenizar os prefeitos de municípios pernambucano como o de Xexeu, Bezerros e o de Itapissuma por ter reconhecido as igrejas como essencial, em seus municípios.

Para a deputada, não faz sentido o fechamento das igrejas, nos finais de semana e ressaltou que o domingo é um dia sagrado, muito importante para toda a igreja.

“Trata-se do dia em que Jesus Cristo ressuscitou dentre os mortos e, por isso é chamado o Dia do Senhor”, explicou a parlamentar, defendendo a reabertura das igrejas, nos finais de semana.

A deputada também repercutiu uma carta da Associação Reformada de Cultura e Ação Política direcionada ao Governador do Estado, apelando para a urgente revisão do decreto que determina o fechamento das igrejas, nos finais de semana.A carta, assinada por líderes religiosos ressalta a importância do domingo.

Por fim, a deputada parabenizou os organizadores da carreata, realizada domingo passado que reuniu centenas de veículos, que protestaram de forma pacífica, em frente ao Palácio do Campos das Princesas, apelando pelo reconhecimento da igreja como essencial.

Em quatro dias, rede de assistência em Pernambuco ganha mais 80 leitos de UTI

By Pernambuco No Comments

Até o final da semana, a expectativa é totalizar 180 novas vagas de terapia intensiva.
No âmbito da segurança, mais de 36 mil intervenções já foram feitas para cumprir medidas sanitárias

No esforço para ampliar a rede de assistência para os casos suspeitos e confirmados da Covid-19, o Governo de Pernambuco ampliou, desde a última segunda-feira (08.03), a rede de terapia intensiva em mais 80 leitos, distribuídos na Região Metropolitana do Recife e no Sertão. Entre as vagas, 10 de UTI foram contratadas com o Hospital Promate, unidade privada localizada em Juazeiro, na Bahia. Além disso, para fazer cumprir as novas medidas sanitárias que buscam frear a propagação do novo coronavírus, as forças de segurança pública de Pernambuco estão em esforço concentrado há duas semanas. Nesse período, foram realizadas 36.096 intervenções, entre orientações, fiscalizações, abordagens de motoristas em veículos e ações nas praias.

Os leitos de UTI foram abertos nos hospitais Eduardo Campos da Pessoa Idosa (10), Otávio de Freitas (10), Real Hospital Português (8), no Recife; Tricentenário (20, sendo que 17 já foram abertos hoje e três serão ativados até o final do dia), em Olinda; Memorial Guararapes (10), em Jaboatão dos Guararapes; Fernando Bezerra (2), em Ouricuri; Santa Maria (10), em Araripina; e os 10 do Promate. Nesta quinta-feira (11.03), a rede estadual já soma 2.192 leitos, sendo 1.151 de UTI.

“Trabalhamos diariamente para minimizar os impactos da pandemia e salvar vidas. O Governo de Pernambuco está abrindo leitos numa velocidade nunca antes vista. Já são mais de 1.150 vagas de UTI em todo o Estado e até mesmo fora dele. A perspectiva é que possamos fechar a semana com mais 180 novos leitos de terapia intensiva efetivamente abertos”, disse o secretário estadual de Saúde, André Longo, durante coletiva de imprensa online do Governo de Pernambuco, nesta quinta-feira.

De acordo com Longo, até o final desta semana ainda há a expectativa de abrir mais 100 leitos de terapia intensiva nos hospitais de referência à Covid-19 – unidade Boa Viagem (20), Evangélico (10), Eduardo Campos da Pessoa Idosa (10), Otávio de Freitas (10); Cesac Prado (20) e Real Hospital Português (2), no Recife; Mestre Vitalino (10), em Caruaru; e Hospital Universitário de Petrolina (8).

Além das vagas de terapia intensiva, nesta semana também foram abertos 15 leitos de enfermaria nos hospitais Geral de Areias (10), no Recife; e Regional Fernandes Salsa (5), em Limoeiro. Nos próximos dias, ainda serão colocados em funcionamento mais 67 leitos nos hospitais de referência à Covid-19 – unidade Boa Viagem (10) e Cesac Prado (20), no Recife; Jaboatão Prazeres (12), em Jaboatão dos Guararapes; Belarmino Correia (15), em Goiana; e São Sebastião (10), em Caruaru.

Durante a coletiva, o secretário André Longo ressaltou que, apesar do grande esforço do Governo de Pernambuco com a abertura de leitos, as medidas de proteção continuam fundamentais para salvar vidas. “O vírus também está com uma aceleração recorde, que pode tornar-se, a qualquer momento, superior à nossa capacidade de abrir leitos. Por isso, meu recado é que ou todos cooperam, ou vai faltar leito para quem precisa, o que vai provocar a perda de vidas. O reforço no uso correto da máscara, na lavagem das mãos e no distanciamento social é uma questão de proteção e de respeito à vida. A pandemia, infelizmente, ainda não acabou e os próximos dias tendem a ser muito graves. Por isso, neste momento, cada atitude vai contar para conseguirmos salvar mais vidas”, ressaltou.

SEGURANÇA – Das 36.096 intervenções realizadas pelas forças de segurança do Estado na Operação Convivência – que fiscaliza o cumprimento das regras sanitárias – 16.670 intervenções ocorreram na Região Metropolitana do Recife, excetuando-se a orla, e outras 17.097 aconteceram nos municípios do Interior. Além disso, no último fim de semana (dias 6 e 7 de março), houve reforço nas praias do Litoral Norte ao Sul, totalizando 2.329 intervenções.

O reforço total de 3.400 profissionais da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, da Polícia Civil e da Polícia Científica continua, em parceria com órgãos municipais, Vigilância Sanitária e Procon. A Operação Convivência está fiscalizando estabelecimentos e pessoas para que sejam respeitados os horários de restrição a atividades não essenciais. Até o próximo dia 17 de março, essas atividades estão proibidas entre as 20h e as 5h do dia seguinte, nos dias úteis. No próximo sábado e no domingo, a proibição permanece durante o dia inteiro, até as 5h de segunda-feira.

Quem insiste em descumprir essas determinações está sujeito a ser conduzido a uma Delegacia de Polícia Civil e responder por crime de infração de medida sanitária, que prevê detenção de um mês a um ano, além de multa. Somente nas duas últimas semanas, a Operação Convivência levou 67 pessoas a serem autuadas em todo o Estado.

Foto: Heudes Regis/SEI

Parceria entre Suape e Unesco vai investir mais de R$ 5,7 milhões em preservação e desenvolvimento sustentável de comunidades do complexo

By Pernambuco No Comments

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio, assinou, nesta quinta-feira (19), um acordo de cooperação técnica com a organização internacional

Recife, 11 de março de 2021 – O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio, e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) assinaram, nesta quinta-feira (19), um Acordo de Cooperação Técnica para estudo e implementação de estratégias de gestão e preservação dos recursos naturais, patrimoniais e histórico-culturais do Complexo Industrial e Portuário de Suape. Além do secretário, participaram do encontro virtual o presidente do ancoradouro, Roberto Gusmão, e representantes da Unesco. O alvo são áreas de interesse dentro do território de Suape, especialmente o Parque Metropolitano Armando de Holanda Cavalcanti (PMAHC). O investimento total será de R$ 5.724.600 e a duração prevista é de três anos.

“Acreditamos que o desenvolvimento econômico precisa caminhar em conjunto com o desenvolvimento socioambiental do território. Temos implantado diversos projetos nesse sentido e essa nova parceria com a Unesco reforça o compromisso de nossa gestão não só com a preservação dos recursos ambientais e culturais do território, mas sobretudo com a inclusão socioprodutiva das comunidades nas soluções a serem implantadas. Nosso objetivo é que as comunidades consolidadas possam tirar o sustento do local onde vivem, ao mesmo tempo em que ajudam a preservá-lo”, afirma Geraldo Julio, que também é presidente para a América do Sul do ICLEI, Rede internacional ligada à Organização das Nações Unidas (ONU) que promove o desenvolvimento sustentável atuando com cerca de 2 mil governos locais em mais de 100 países.

Com base nessas premissas institucionais, o projeto será desenvolvido e enquadrado numa perspectiva de ordenamento do território, melhoramento das condições sociais e preservação dos recursos naturais. “Tudo isso sob a alçada de um objetivo macro de mitigação e adaptação às alterações climáticas, indo de encontro aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) assinados pelo governo Brasileiro no Protocolo de Paris e também fazendo referência à Década da ONU para os Oceanos”, acrescenta Geraldo Julio.

O projeto será dividido em três etapas. A primeira é toda direcionada ao Parque Metropolitano Armando de Holanda Cavalcanti (PMAHC) e consiste na aplicação de modelos de gestão sustentável. A segunda prevê a implementação de estratégias de preservação dos recursos naturais e culturais do complexo. Por fim, a terceira etapa tem o objetivo de capacitar e formar equipes técnicas do território estratégico de Suape que serão relevantes para a continuidade das ações desenvolvidas.

RESULTADOS

“Inicialmente teremos um levantamento intersetorial sobre a biodiversidade, recursos naturais e identificação de toda a infraestrutura do parque, para que possamos receber um estudo concreto da viabilidade econômica, técnica e financeira do local, face às suas características econômicas, sociais e ambientais”, salienta o presidente de Suape, Roberto Gusmão. “Podem ser apontados, por exemplo, os potenciais turísticos do parque, que é tombado pela Fundarpe e abriga construções históricas, como a Igreja de Nossa Senhora de Nazaré (séc. XVI); as ruínas do Convento Carmelita (1692); o Forte Castelo do Mar e as ruínas do seu quartel (1631); e as ruínas da antiga Casa do Faroleiro (séc. XIX).” Na primeira etapa, estão previstos oito resultados com 23 atividades.

Na segunda etapa, de maior estruturação, serão dois resultados com cinco atividades. “Está previsto um relatório, que, além de apontar quais recursos naturais estão mais ameaçados em Suape, vai propor soluções e estratégias de mitigação, além de subsidiar programas de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) a quem utilizar os recursos hídricos e florestais no território, de forma que possamos prestar serviço de compensação ambiental”, explica Gusmão.

Nesta fase também haverá estudos para identificação dos potenciais parceiros e gestores na implementação de um possível “Unesco Global Geopark”, ou seja, um parque geológico. “O Parque Armando Holanda é reconhecido como marco geológico mundial por ser o ponto de ruptura do continente Gondwana, dando origem ao Oceano Atlântico e aos continentes do hemisfério sul. E a Unesco tem defendido a criação de geoparques em regiões como esta, que agrega importância histórica, cultural, paisagística, geológica, arqueológica e científica. Neles, é possível contar a evolução dos continentes, trabalhando com o tripé conservação, educação e desenvolvimento sustentável”, ressalta o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Suape, Carlos Cavalcanti.

A capacitação dos stakeholders envolvidos e a divulgação das informações levantadas compõem a terceira etapa, que culmina com um seminário de conclusão do programa. “A construção coletiva de soluções, sensibilização e disseminação do conhecimento entre as comunidades e demais partes envolvidas é fundamental para que todos se apropriem dessas soluções e se beneficiem delas, além de perpetuá-las”, observa a coordenadora de Desenvolvimento Ambiental e Sustentabilidade, Rafaela Viana. “Esta articulação de diferentes planos de ação, modelos de gestão, fomentação da educação e preservação da cultura é o que permite a redução da vulnerabilidade às alterações climáticas. Quando conservamos o meio ambiente, naturalmente temos um reflexo positivo no clima”.

Entre 2016 e 2018, Suape teve outro Acordo de Cooperação com a Unesco, que traz subsídios para esse novo trabalho. Uma das soluções apontadas foi a gestão integrada do PMAHC, cuja viabilidade será detalhada nesse novo projeto.

Foto: Andréa Rêgo Barros/ SDEC