Category

Sertão do Moxotó

Prefeito de Sertânia Ângelo Ferreira cumpre agenda no Recife

By Sertão do Moxotó No Comments

O prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira cumpriu uma agenda administrativa no Recife nesta segunda (31.05) e terça-feira (01.06). Ângelo esteve na Secretaria da Casa Civil, no Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA, na Assembleia Legislativa – Alepe, no Conselho Estadual de Trânsito de Pernambuco – CETRAN/PE, entre outros órgãos para tratar de diversos assuntos de interesse do município. Ele esteve acompanhado dos secretários municipais de Desenvolvimento Social e Cidadania, Paulo Henrique Ferreira e de Segurança e Mobilidade Urbana, Vladimir Cavalcanti. 

Ângelo reuniu-se com o secretário executivo da Casa Civil, Adilson Gomes Filho, onde foram tratadas várias demandas do município. No IPA, o objetivo foi pleitear a doação de veículos usados para o município de Sertânia e no CETRAN/PE para acompanhar o andamento do pedido de integralização do município ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).  

“Levamos nossos pleitos e voltamos satisfeitos com essa parceria da Prefeitura com o Governo de Pernambuco, onde o governador Paulo Câmara sempre olha com atenção as demandas do nosso município”, disse Ângelo Ferreira.

Sertânia avança os trabalhos na busca da universalização do saneamento

By Sertão do Moxotó No Comments

Município é pioneiro na região na construção do Plano Municipal de Saneamento Básico

O prefeito Ângelo Ferreira reuniu-se com o superintendente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em Pernambuco, Francisco Papaléo, para dar andamento à elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). O encontro teve como objetivo principal acompanhar e alinhar as próximas etapas de construção do documento e foi realizado na Escola Municipal Presidente Vargas, na sede.

São trabalhados quatro eixos: Sistema de Abastecimento de Água, Esgotamento Sanitário, Resíduos Sólidos e Manejo de Águas Pluviais, visando abranger toda a extensão rural e urbana do município, para assegurar a participação da população, com uma perspectiva de 20 anos e revisado a cada quatro. Para garantir a participação da sociedade neste processo de elaboração, é elencado o Plano de Mobilização Social.

“Estamos avançando para universalizar o saneamento básico tanto na Zona Urbana, quanto na Zona Rural. Somos o pioneiro na região do Moxotó na busca dessa solução, realizando esse planejamento para viabilizar o abastecimento de água potável nas torneiras das residências, o tratamento de esgoto e evitar a poluição do meio ambiente. Isso representa a construção de uma Sertânia cada vez melhor para todos viverem”, disse o prefeito Ângelo Ferreira.

Até a finalização do documento serão realizados três eventos setoriais: um de diagnóstico participativo, que está ocorrendo nesse momento, outro de prognóstico, que é a próxima etapa, onde a população irá planejar os cenários dos próximos vinte anos, e o último de programas e projetos para traçar as ações que permitirão ao município universalizar o saneamento. Devido à pandemia do novo coronavírus, os encontros serão promovidos de forma online e presencial, cumprindo os protocolos de saúde.

“Quem ganha é a população, pois o plano permitirá o acesso à água potável, prevenção de doenças, redução das desigualdades sociais, preservação do meio ambiente, desenvolvimento econômico do município, entre outras coisas”, disse o secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania de Sertânia, Paulo Henrique Ferreira, que é o coordenador do Comitê de Coordenação.

O superintendente da Funasa, Francisco Papaléo, contou que Sertânia sai na frente com essa iniciativa. “Sertânia é o único município do Sertão do Moxotó que está com seu plano em desenvolvimento, isso é importante para o futuro da cidade e para os investimentos que virão a partir disso. Além das águas da transposição que tornam a cidade um local atrativo para a iniciativa privada”, disse.

Participaram da reunião o chefe de Gabinete da Prefeitura, Antônio Cajueiro Neto, os secretários municipais de Infraestrutura e Projetos Especiais, Marco Aurélio Ferreira, e de Serviços Públicos, Renato Remígio, a gerente de Ensino, Dionice Pereira, representando a Secretaria Municipal de Educação, além de Cayo Farias Pereira, engenheiro da empresa Empatech e coordenador da equipe de engenharia do Comitê Executivo.

Gerida por Siqueirinha, Arcoverde tem recursos do FPM bloqueados

By Sertão do Moxotó No Comments

Arcoverde, comandada pelo socialista e prefeito interino Wevertton Siqueira (PSB), amanheceu a sexta-feira (28) de pires vazio. É que a terceira parcela do Fundo de Participações dos Municípios (FPM) que deveria entrar nas contas do município hoje foi bloqueada devido irregularidades de dívidas com a União. Arcoverde é único de Pernambuco nessa situação.

O município está bloqueado desde o último dia 10 de maio juntamente com outros 46 municípios brasileiros que estavam irregulares, ou com a Secretaria da Receita Federal (SRF), com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) ou com Ministério do Planejamento até às 0h05 desta sexta-feira (28), conforme extrato do Siafi.

“Os entes relacionados nesta consulta devem encaminhar-se ao órgão responsável da sua região para regularização e desbloqueio”, recomenda a Secretaria da Receita Federal.

O bloqueio acontece se, porventura, o município ou o ente federado possuir alguma dívida com a União. Neste caso, é permitido pela Constituição Federal reter este recurso.

Sergipe e Minas Gerais estão no topo do ranking de municípios bloqueados, com registro de 12 cada. Maranhão ocupa a segunda posição com seis e o Rio Grande do Sul aparece em seguida com quatro, nesse caso Pernambuco só aparece com um município que é exatamente Arcoverde.

O bloqueio é realizado até que o município pague ou resolva o problema da dívida. Após a regularização da pendência, em 24 horas o recurso é liberado.

Prefeitura de Sertânia promove melhorias na Casa de Apoio mantida em Recife

By Sertão do Moxotó No Comments

O secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania de Sertânia, Paulo Henrique Ferreira, visitou a Casa de Apoio mantida pelo município no Recife, nesta segunda-feira (24). No espaço foram realizadas melhorias na infraestrutura, adquiridas novas mobílias e eletrodomésticos. O ambiente é destinado para acomodar pacientes e seus acompanhantes que precisam se deslocar até a capital pernambucana para Tratamento Fora de Domicílio (TFD).

A casa é mobiliada e recentemente recebeu melhorias. Foi realizada a pintura interna e externa, construção de um banheiro e de uma rampa com acessibilidade, adquiridos novos ventiladores de pé, colchões, camas, gelágua e uma mesa maior para a copa. Serão instaladas câmeras de monitoramento para promover mais segurança a todos e adquiridas mais doze cadeiras. Em média são recebidos 30 pacientes por dia, eles e seus acompanhantes podem tomar banho, assistir TV e descansar até retornarem para casa.

“Esses investimentos são para proporcionar mais conforto e dignidade às pessoas que precisam se deslocar ​até Recife. Sabemos do esforço que é fazer o tratamento fora do domicílio e buscamos promover mais comodidade, para que se sintam mais acolhidos, isso é inclusão social e cidadania”, disse o secretário Paulo Henrique Ferreira. De acordo com ele, estão sendo estudados benefícios para a parte estrutural da casa.

A casa é coordenada pela assistente social, Claudinha Ferreira, e conta ainda com funcionários que auxiliam na limpeza e administração. A Prefeitura oferece esse serviço no Recife desde 2002, antes era situada em outro endereço, mas em 2019 o município alugou uma casa maior para oferecer mais comodidade e bem-estar aos pacientes. Atualmente é localizada na Rua Carlos Estevão, nº 64, no bairro da Madalena e conta com oito quartos, quatro banheiros, duas varandas, duas garagens, sala e área de serviço.

Vereadora pede CPI pra investigar recursos da Covid-19 em Arcoverde

By Sertão do Moxotó No Comments

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Arcoverde na noite desta segunda-feira (17), o clima esquentou após a vereadora oposicionista Zirleide Monteiro (PTB) relacionar uma série de gastos suspeitos feitos com os recursos da Covid-19 no município. Entre as denúncias, um processo licitatório que previa, entre outras coisas, a compra de 500 garrafas de azeite de oliva para o Hospital de Campanha.

“Ontem denunciados um processo licitatório com recursos da Covid-19  que previa a compra de gênero alimentícios para o Hospital de Campanha, e que ainda está em vigor. O curioso desse processo é que na lista de compras tem nada menos do que 500 garrafas de azeite de oliva com previsão de gastos de mais de R$ 15 mil, enquanto faltam testes para a população” disse a parlamentar trabalhista.

A vereadora afirmou que a Câmara de Arcoverde deveria realizar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com o objetivo de apurar a aplicação das verbas destinadas ao combate da Covid-19. “Precisamos saber o que foi feito e como foi usado esses mais de R$ 8 milhões de reais que Arcoverde recebeu da Covid-19”, disse.

Zirleide ainda mencionou gastos com despesa de pessoal terceirizado no município, que chega a mais de meio milhão de reais, realizados durante os meses de outubro e novembro de 2020. A vereadora chegou a indagar se esse montante não foi utilizado para pagar militantes do grupo governista, já que o momento se tratava do pique da campanha eleitoral passada.

Outro ponto tocado foram os valores gastos com exames laboratoriais também foram lembrados na sessão virtual pela petebista, quando, segundo a parlamentar se gastaram agora em 2021 quase R$ 100 mil em exames com os pacientes do Hospital de Campanha, que teve em média, no período, 3 pacientes diários. Na mesma sessão, a vereadora Célia Galindo (PSB), que é do mesmo partido do prefeito interino e da ex-prefeita Madalena Brito, disse que é um caso que deve ser investigado pela Polícia Federal.

Parecer da Procuradoria não muda situação de Wellington da LW e delegado Israel, continuam cassados

By Sertão do Moxotó No Comments

Na tarde de hoje o Ministério Público eleitoral junto ao TSE apresentou parecer pelo parcial provimento dos recursos apresentados pelo Prefeito e Vice-Prefeito cassados de Arcoverde, Wellington Maciel (MDB) e Israel Rubis (PP). Parecer esse que em nada altera a situação de cassação dos dois políticos proferida pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco no último dia 18 de fevereiro. Assim como em Brasília, em Pernambuco a procuradoria também deu parecer favorável e os dois acabaram sendo cassados por 7 x 0 no pleno do TRE-PE.

As decisões de primeiro e segundo graus que reconheceram os atos de abusos de poder político e econômico estão em plena eficácia, pois não há até a presente data qualquer decisão do Tribunal Superior Eleitoral, permanecendo o atual prefeito interino, o vereador Wevertton Siqueira (PSB), no comando da prefeitura até o julgamento final. Siqueirinha continua prefeito, portanto.

Assim como em Brasília, onde o vice-procurador Renato Brill deu parecer favorável aos dois políticos, o Ministério Público Eleitoral de Pernambuco, através do seu Procurador Regional Eleitoral substituto, Joaquim José de Barros Dias, fez a mesma coisa em parecer no dia 18 de janeiro deste ano, porém na hora do julgamento no pleno do TRE-PE, o parecer foi totalmente ignorado e Wellington Maciel e Israel Rubis tiveram os mandatos cassados e os direitos políticos suspensos por 8 anos.

No julgamento do TRE-PE, no dia 18 de fevereiro, os sete desembargadores rejeitaram o parecer e por sete votos a zero (7X0), mantiveram a condenação em razão das ilegalidades ocorridas nas eleições de Arcoverde. Os dois políticos ainda entraram com embargos para mudar a decisão do Tribunal Regional, mas esses mesmos embargos foram rejeitados também por sete votos a zero (7×0).

Questionados sobre o parecer do Procurador em Brasília, os advogados da Coligação Muda Arcoverde disseram que ”Mantém a sua plena confiança na Justiça e aguarda o pronunciamento final do TSE para que os arcoverdenses retornem às urnas para a realização de nova eleição sem vícios ou corrupção eleitoral”.

Arcoverde: Secretário de Obras comunica que foi demitido por Siqueirinha

By Sertão do Moxotó No Comments

Em uma mensagem aos servidores que atuavam na Secretaria de Obras e Projetos Especiais, Aildon Bissera anunciou que foi demitido pelo prefeito interino, Wevertton Siqueira (PSB), confirmando o que já tinha sido veiculado na Folha no dia ontem. No seu lugar deverá assumir o engenheiro e filho da ex-prefeita Madalena Britto (PSB), André Britto.

No comunicado aos “colegas”, Bissera afirma que se cumpriu o que já era de conhecimento das ruas.

“Prezados colegas boa noite…Venho informar que agora há pouco fui chamado ao gabinete do Prefeito Interino para que se cumpra o que já era do conhecimento das ruas, das redes. Fui demitido da função de Secretário de Obras e Projetos Especiais”, afirma.

No mesmo comunicado ele agradece apenas ao prefeito cassado Wellington Maciel, afirmando que cumpriu à risca tudo que foi planejado e determinado pelo então gestor ao lhe dar posse em 4 de janeiro e o que não foi cumprido foi em razão de “força maior”.

Nos últimos dias também, o prefeito Wevertton Siqueira teve que promover uma série de exonerações de parentes seus e de vereadores, devido a pressão de denúncias da oposição e do Ministério Público que teria cobrado providências neste sentido.

Na lista das exonerações estão nomes como o da filha da vereadora Luiza Margarida, Klivia Ferreira, da função de Chefe do Departamento de Projetos Especiais; e pessoas com parentescos com o gestor como Ravenna de Freitas (Chefe de Departamento de Cadastro Imobiliário e Mercantil) e Jamildo Barros (Diretor de Trânsito e Transporte). Na lista de parentescos de vereadores e secretários ainda teriam a esposa do Controlador Municipal, Aldênio Ferro; e a vereador Paulinho Wanderley e a que ainda não teriam sido exoneradas por confrontar a lei do nepotismo.

Nos casos dos vereadores, a prática é de nepotismo cruzado, quando ocorre a nomeação do parente de um amigo para algum cargo público, enquanto esse amigo nomeia também um parente de quem primeiro nomeou (troca de favores), estabelecendo uma teia cruzada de relações mais difícil de ser descoberta.

Em relação ao secretariado, outro nome cotado para deixar o cargo é o atual gestor da pasta da Saúde, Álvaro Neves. A saída está dependendo apenas do prefeito confirmar um nome em definitivo para a pasta, já que alguns já foram sondados e convidados, mas não aceitaram assumir o comando da Secretaria de Saúde de Arcoverde.

Em Sertânia, Mães foram homenageadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania

By Sertão do Moxotó No Comments

A ação celebrou as mães da cidade, do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo e do Programa Criança Feliz

Na manhã desta sexta-feira (07) mães da cidade de Sertânia, localizada no Sertão do Moxotó, foram homenageadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania. Foram distribuídas flores naturais e frascos contendo álcool em gel 70% às mães que passavam no Centro da Cidade, onde aconteceu a ação. O objetivo é mostrar a importância e o papel que toda mãe tem dentro da sua família.

A atividade foi iniciada na quinta-feira (06) celebrando as mães atendidas no Centro de Referência e Assistência Social através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo do Programa Criança Feliz, que começaram a receber dos educadores e visitadores sociais flores e chaveiros. Devido à pandemia do novo coronavírus, para evitar aglomerações, os educadores iniciaram as entregas nas residências distribuindo essas lembrancinhas simbólicas. A atividade acontecerá todo esse mês até que todas as mães sejam contempladas.

O secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania, Paulo Henrique Ferreira, ressaltou a importância do Desenvolvimento Social na cidade para promover o fortalecimento do vínculo familiar na garantia de uma melhor qualidade de vida e bem-estar da população. “Essa homenagem visa demonstrar o importante papel que as mães têm dentro da família, sendo um ponto de equilíbrio e também exercendo um papel na sociedade. Parabenizo as mães sertanienses e a toda a equipe da Secretaria. Juntos, temos realizado um trabalho importante no sentido de fortalecer a política da assistência social em nosso município”, disse.

Uma das mães que recebeu a lembrancinha enquanto passava no local do evento foi dona Antônia Ivonete, de 66 anos, residente no povoado de Waldemar Siqueira. “Deixo aqui meu gesto de gratidão. Isso é um reconhecimento e eu fiquei muito emocionada”, contou. Já Jucielle Cordeiro, mãe de João Pedro (06 anos), e que está prestes a dar à luz a José Davi, contou que nunca viu uma ação como essa antes. “Isso mostra que somos importantes, é um ato que valoriza e reconhece o nosso papel. Parabéns a todos da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania por essa iniciativa”, disse.

Sertânia dá mais um passo na direção da universalização do abastecimento de água das comunidades rurais

By Sertão do Moxotó No Comments

O prefeito Ângelo Ferreira esteve na última quinta-feira (29) acompanhando as frentes de obras do Sistema de Abastecimento de Água de Rio da Barra, que está sendo construído pelo Governo do Estado através da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), com o apoio do município. O projeto representa um investimento de R$ 3,8 milhões, captados no Ministério da Integração Regional. Ângelo esteve acompanhado de equipes da Compesa, da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) do Moxotó, além do vereador Washington Passos.

O engenheiro responsável pelas obras, Marconi Azevedo, e sua auxiliar, a técnica Alexandra, explicaram que já foram instalados 18 km de rede de distribuição e estão em construção dois reservatórios e uma Estação de Tratamento de Água (ETA). Além disso, serão instalados mais 12 km de rede e 680 ramais prediais para as residências existentes nas dez comunidades beneficiadas (Rio da Barra, Waldemar Siqueira, Salgadinho, Santa Maria, Xique-Xique, Maia, São Gonçalo, Salgado, Cacimbinha e Barreiros), atendendo mais de quatro mil pessoas.

O prefeito aproveitou o momento da visita para conversar com a população e com os representantes da Seinfra e do Sisar Moxotó sobre como será realizada a fase pós-obras, pois a operação e a manutenção do sistema é uma preocupação do prefeito. Neste sentido, o representante do Núcleo de Saneamento Rural de Pernambuco, Sérgio Murilo, informou que a Seinfra estudou e recomenda que se adote em Rio da Barra o Modelo de Gestão Compartilhada, pois permite uma operação confiável, com custos mais baixos do que a Compesa, possibilitando a seleção de operadores, leituristas e encanadores, dentre os associados da própria comunidade.

Ângelo Ferreira concluiu a visita de maneira entusiasmada, comprovando o estágio avançado das obras e a certeza de que com o trabalho que está sendo realizado em parceria com o Governo do Estado, através da Seinfra e da Compesa, certamente alcançará seu objetivo que é levar água de qualidade a todas as comunidades rurais de Sertânia. “A nossa parceria com o Governo de Pernambuco tem proporcionado grandes obras em nosso município. Nós levamos a sério a questão do abastecimento. Sei que estamos no caminho certo, construindo diariamente uma Sertânia cada vez melhor para todos”, disse.

A coordenadora do Sisar Moxotó, Jéssika Oliveira, informou que a partir do dia 17 de maio, ela e o técnico Darlan começarão a visitar as 680 famílias beneficiadas com o objetivo de cadastrar as casas e essas famílias que receberão água. De acordo com ela, após o cadastro e o início da fase de testes do sistema, serão realizadas reuniões com a população para definição do valor mensal a ser pago pela água, a escolha dos operadores, do encanador e do leiturista da comunidade.

Câmara de Sertânia devolve quase R$ 1,5 milhão para prefeitura

By Sertão do Moxotó No Comments

A Câmara de Vereadores de Sertânia (PE) fez um repasse de R$ 1.450.000,00 (um milhão, quatrocentos e cinquenta mil reais) para a prefeitura do município. Os recursos são oriundos do duodécimo não utilizado pelo legislativo municipal. De acordo com o presidente da Casa José Severo de Melo, vereador Antônio Henrique, popularmente conhecido por Fiapo (PSB), o objetivo da devolução do dinheiro é ajudar a prefeitura na melhoria dos serviços prestados à população e na infraestrutura da cidade.

“Mais uma vez estamos devolvendo recursos do duodécimo para a prefeitura de Sertânia. Em 2020, o dinheiro devolvido foi utilizado no combate à Covid-19. Agora, os recursos serão usados para que o prefeito Ângelo Ferreira continue melhorando os serviços prestados à população sertaniense e também invista na infraestrutura do município”, disse o parlamentar. Fiapo sugeriu que parte do dinheiro fosse utilizado na compra de um mamógrafo para o Hospital Maria Alice Gomes Lafayette. Desde 2018, a Câmara de Vereadores de Sertânia já repassou mais de três milhões de reais para o governo municipal.

Durante entrevista na Rádio Sertânia FM, o prefeito Ângelo Ferreira (PSB), afirmou que além da aquisição do mamógrafo, a prefeitura vai utilizar o restante do valor na construção de calçamentos. “Com o dinheiro recebido da Câmara de Vereadores vamos comprar um mamógrafo para o hospital de Sertânia, e o restante, a prefeitura vai utilizar na construção de calçamentos”, afirmou Ângelo.

Ainda de acordo com o prefeito, para cada real que sobrar da compra do mamógrafo, a prefeitura vai colocar outro real para investir na pavimentação das ruas de Sertânia. “Se restar, por exemplo, setecentos mil reais, o governo municipal vai colocar mais setecentos mil para aumentar o volume de investimento na infraestrutura do município”, concluiu o prefeito.

Além do prefeito Ângelo Ferreira e do presidente da Câmara de Vereadores, Fiapo; participaram da entrega simbólica dos recursos, os vereadores Denilson e Niltinho Sousa.