Chegada de precatórios pode parar serviços públicos em Mirandiba

By 23/07/2021 - 08:34Sertão Central

Em 2022, a prefeitura terá que arcar com R$ 7 milhões em dívidas de gestões anteriores

O Tribunal de Justiça do estado de Pernambuco Oficiou o município de Mirandiba/PE para informá-lo que, no ano de 2022, deverá desembolsar a quantia de mais de R$ 7.000.000,00 (sete milhões de reais) para pagar precatórios. Ao mesmo tempo, o Tribunal já orientou o município a constar na Lei de Diretrizes Orçamentárias, que vai para Câmara Municipal ainda esse ano, a previsão do gasto do vultoso valor.

Os precatórios a serem pagos, em sua grande maioria, dizem respeito a ações judiciais de cobrança que vão do ano de 2004, até o ano de 2017, cujo somatório das demandas chegam à alta sifra de mais de R$ 7 milhões, o que sem dúvida comprometerá e muito os trabalhos da atual gestão.

Em contato com o prefeito de Mirandiba, Evaldo Bezerra de Carvalho, este lamentou muito a situação, relatando que, busca a cada dia fazer uma gestão para ficar marcada na história, porém, a notícia dos precatórios foi algo realmente não esperado, tamanha a quantia a ser paga, tendo ainda desabafado com o nosso blog, que, chegou a pensar em fechar o município e manter apenas os serviços essenciais. Todavia, Evaldo informou que ele e sua equipe estão buscando saídas,  como por exemplo, negociar os valores junto aos advogados e autores das ações, para que a dívida seja parcelada e não comprometa os trabalhos no município, além de efetuar cortes de gastos, tendo inclusive que iniciar processo de demissão em massa para economizar fundos para quitação da dívida.

A gestão de Mirandiba tem feito um trabalho de excelência, sendo destaque o projeto de recuperação de Mirandiba com obras, pagamento em dia e organizaçãoadministrativa, porém, os mais de R$ 7 milhões em precatórios emanam como uma verdadeira bomba que irão prejudicar a gestão do atual prefeito de Mirandiba.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.