Clarissa Tércio denuncia morte de bebê por falta de vaga em UTI no Barão de Lucena

By 02/05/2022 - 16:14Pernambuco

A deputada estadual Clarissa Tércio (PP) denunciou nesta segunda-feira (02) a morte de um bebê por falta de vagas na UTI neonatal do Hospital Barão de Lucena. Segundo a parlamentar, algumas mães a procuraram para denunciar a negligência do local, o que levou a deputada a conferir a situação pessoalmente.

” Algumas mães me relataram que estão assistindo a morte de bebês, por conta da falta de vagas em leitos de UTI, no Hospital Barão de Lucena. Uma delas, inclusive informou que no momento em que um bebê estava sendo reanimado, não resistiu e veio à óbito. Então gente é muito sério, mães estão perdendo seus filhos por falta de assistência. Isso é inadmissível, um verdadeiro absurdo. O retrato da gestão do PSB”, destacou a deputada.

Em vídeo veiculado nas suas redes sociais, Tércio mostra ainda o relato de outra mãe denunciando a superlotação do hospital e a falta de vagas para 37 crianças terem atendimento de urgência, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Na gravação, as mães também mostram, ao lado da parlamentar que além da falta de leitos em UTI, há também o compartilhamento incorreto de bombas de ar aos pacientes, por conta da falta do medicamento e a ausência de atendimentos médicos para todas as crianças.

“São 37 crianças aqui no Hospital Barão de Lucena, não tem UTI e nem perspectiva. É visível que o governador Paulo Câmara não tem sensibilidade nem ao ver as imagens do caos no hospital. Que governo é esse que diz que se preocupa com a saúde dos pernambucanos, mas não tem de equipamentos, medicações e assistência médica?”, questionou a parlamentar.

A parlamentar afirmou que denunciará o caso ao Ministério Público de Pernambuco e acionará o Ministério da Família, Mulher e Direitos Humanos para acompanhar o problema no local e adotar providências urgentes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.