Coluna FalaPE – A disputa eleitoral começa na justiça

Os departamentos jurídicos das coligações estão atentos a cada detalhe nas eleições 2020. Os últimos dias foram marcados por requerimentos de liminares.

Segundo fonte jurídica da coluna, “ a atuação tem por objetivo recorrer as autoridades eleitorais sempre que tiver violação à legislação eleitoral, cometida pelos opositores.”

Exemplo desse cenário que envolve Justiça é o município do Cabo, do prefeito e candidato à reeleição, Lula Cabral (PSB).

De ontem para hoje foram emitidas mais de 40 decisões judiciais, entre intimações e sentenças. Mostrando uma postura rígida, fazendo a legislação eleitoral ser cumprida.

Entre as decisões, o juiz eleitoral Ivanhoé Holanda Félix, determina o pagamento de R$30 mil em multas, por propaganda antecipada proposta pela Frente Popular do Cabo. O delegado Resende não tem tido descanso.

No Recife, os pré-candidatos em destaque na disputa também tiveram problemas no departamento jurídico.

A juiza da Propaganda Eleitoral, Virgínia Gondim Dantas, proibiu, no domingo (11), a veiculação de propaganda irregular da coligação Mudança Já, encabeçada por Patrícia Domingos, sob pena da aplicação de multa no valor se R$ 10 mil por exibição indevida.

O juiz Nildo, da 6ª Zona Eleitoral, acatou ação pela retirada de um painel com os nomes da candidata Marília Arraes (PT) e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de um caminhão no Recife. No entendimento da Justiça, a imagem no caminhão configura propaganda eleitoral irregular com efeito de outdoor.

Desequilíbrio – O grupo do prefeito Bruno Pereira, de São Lourenço da Mata, parece desconhecer nosso regime democrático, que prevê liberdade de associação e de expressão. Incomodados, tentaram atrapalhar reunião de Vinícius Labanca, seu concorrente. Segundo fontes, paredões de som passaram na frente do evento, com o intuito de comprometer o encontro. A conduta é reflexo da preocupação do atual gestor diante da sua posição nas pesquisas internas.

Cenário – O trabalho de Tullio Ponzi, Secretário Executivo de Inovação Urbana do Recife, tem sido importante cenário para a campanha de João Campos. Ponzi acompanha de perto o Mais Vidas nos Morros, principal programa da pasta, que desenvolve política pública de cidadania e desenvolvimento sustentável, onde a partir do protagonismo e engajamento dos moradores se inicia a transformação da sua própria comunidade.

Estratégia – Padilha, candidato à prefeitura do Paulista, aproveitou o feriado para apresentar seu programa de governo. Junto a sua militância abordou motoristas e pedestres para conversar sobre os problemas da cidade entregar suas propostas.

Agenda – O deputado estadual e presidente da ALEPE, Eriberto Medeiros, prestigiou a carreata de Wilton Lima (PP) e Jucélio Posto (PSB), em São João.

Fora da lei – O prefeito de Buíque, Arquimedes Guedes Valença, descumpriu as recomendações do Ministério Público Eleitoral e da Polícia Militar. No município ainda há normativa que proíbe aglomerações. Como se não bastassem as infrações, o encontro ainda teve acidente com os fogos de artifícios, que queimou a plantação de um agricultor e uma tentativa de homicídio. Pesou para Arquimedes.

Coronel – O ex-comandante do Batalhão de Choque, Coronel Meira, voltou para o cenário político em mais uma tentativa de ocupar espaço na gestão pública. Com o slogan “batendo forte na bandidagem”, Meira tem excelente aderência dos militares. Sua passagem no Choque fez história no combate às torcidas organizadas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.