Coluna FalaPE – EXCLUSIVO: Fernando Bezerra Coelho mira vaga de Ana Arraes no TCU

By 01/09/2021 - 00:13ColunaFalaPE

Esqueça reeleição para a Casa Alta ou candidatura a deputado federal. O que o senador Fernando Bezerra Coelho quer mesmo é uma vaga de ministro no Tribunal de Contas da União (TCU). Em Petrolina, a informação já corre solta, segundo apurou com exclusividade a Coluna Fala PE. FBC está articulando junto ao presidente Bolsonaro uma indicação sua para a cadeira que ficará livre com a aposentadoria da também pernambucana Ana Arraes, mãe de Eduardo Campos, filha de Miguel Arraes e avó do atual prefeito do Recife, João Campos.

Caso consiga com Bolsonaro a indicação para a mais alta corte de contas do país, o grupo do senador avalia que é como se ele ganhasse uma espécie de imunidade parlamentar, o que dificultaria qualquer condenação sua na Justiça. O petrolinense, que sempre sonhou em ser governador, acredita que a vaga no TCU é digna para encerrar sua carreira e centrar seus esforços no futuro político de três dos seus quatro filhos.

O grupo do senador trata o tema abertamente e com naturalidade em Petrolina. O próprio FBC tem dito que seus candidatos a deputados são seus rebentos Fernando Filho (federal) e Antônio Coelho (estadual). Mas a grande missão do patriarca dos Coelho é fazer o filho Miguel, prefeito de Petrolina, candidato a governador de Pernambuco. Uma vez assegurada a vaga no TCU, Bezerra Coelho não precisaria mais disputar mandatos, facilitando até a formação do palanque de Miguel em 2022, já que ele não estaria na chapa.

No Tribunal de Contas, Bezerra Coelho também ganharia poder político porque o julgamento das contas do próprio Governo Federal passaria por ele. Ao presidente, dizem que ele tem garantindo que será um aliado do Bolsonarismo na corte. Ana Arraes deixará o TCU em julho de 2022 se ficar até o limite da idade. Até lá muita água ainda vai rolar por debaixo dessa ponte. Mas FBC já traçou sua estratégia e corre contra o tempo para se viabilizar.

BRAÇOS ABERTOS – O Grupo Conservador União por Pernambuco, que é formado pela soma de vários movimentos de direita, juntamente com lideranças políticas conservadoras, realizaram, nessa terça-feira, uma reunião para definir as estratégias para a recepção do presidente Jair Bolsonaro, que desembarca no Recife na próxima sexta-feira (3); e no sábado (4) fará uma motociata no interior do Estado, saindo de Santa Cruz do Capibaribe, passando por Toritama e finalizando em Caruaru. “Já temos muita coisa encaminhada. Porém, estamos aguardando outras confirmações do Gabinete de Segurança Institucional, que está em Pernambuco realizando todo planejamento de segurança do presidente”, disse o deputado estadual Coronel Feitosa.

ESCOLAS – A prefeita de Camaragibe, Doutora Nadegi, assegurou R$ 4 milhões em emendas do deputado federal Silvio Costa Filho para a construção de duas novas escolas no município. As unidades de ensino serão erguidas no Loteamento Village e na comunidade Borralho. As equipes da Secretaria de Educação do município estão viabilizando a documentação necessária, exigida pelo Ministério da Educação em alinhamento ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Após essa fase, a gestão realizará os processos licitatórios para início do projeto de execução.
“Viabilizar novas escolas é conceder mais oportunidades de ensino para os jovens camaragibenses”, pontuou Nadegi.

CAPACITAÇÃO – Já a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho está fazendo história em Pernambuco em relação à transparência na gestão dos recursos públicos. O município é um dos primeiros do Estado a capacitar servidores de todas as secretarias para operar o Sistema de Gerenciamento de Indícios (SGI) do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). O aplicativo será utilizado para auxiliar a fiscalização do órgão, identificando possíveis irregularidades na análise de dados e possibilitando a troca de informações entre o TCE e a Gestão Municipal. O novo sistema previne auditorias desnecessárias através da troca de informações entre a instituição e o poder público.

APROVAÇÃO – A gestão do prefeito de João Alfredo, Zé Martins, tem ampla aceitação da população. Segundo levantamento do Instituto Opinião, 83% dos entrevistados aprovam os oito primeiros meses do governo municipal, enquanto os que desaprovam são apenas 5,8%. Os que não sabem ou se recusaram a responder somam 11%. Quando o levantamento avalia o bom e ótimo, os que aprovam somam 77%, resultado da soma de 52% bom e 25% ótimo. Ainda entre os entrevistados, 3% consideram o Governo péssimo e 1,3% ruim, enquanto 5,8% não souberam responder. Estratificando a pesquisa, o maior percentual dos que aprovam está entre os eleitores com grau de instrução superior (88,2).

O povo quer saber: Bolsonaro cogita indicar Bezerra Coelho para o TCU?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.