Coluna FalaPE – João Lyra: se Bolsonaro entrar no PL, Anderson terá que sair

By 30/11/2021 - 00:12ColunaFalaPE

Pai e principal conselheiro da pré-candidata Raquel Lyra, o ex-governador João Lyra Neto foi taxativo, ontem (29), ao vedar qualquer apoio da filha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro. João Lyra falou abertamente sobre o tema em entrevista à CBN Caruaru. Foi a primeira vez que alguém tão ligado à prefeita-candidata disse em “on” que não há a menor chance dela compor com Bolsonaro.

E João Lyra foi mais além. Afirmou que, se o presidente da República se filiar mesmo ao PL, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes e pré-candidato ao Senado, Anderson Ferreira, terá de deixar o partido se quiser concorrer na mesma chapa de Raquel em 2022.

Segundo o ex-governador, o fator Bolsonaro enterra a continuidade da aliança entre os Lyra e os Ferreira em Pernambuco. “Fica inviável. Se Anderson continuar no partido, ele terá que votar em Bolsonaro. Raquel terá que fazer um novo alinhamento político para 2022”, pontuou João Lyra, já preparando o terreno para o rompimento da aliança. Será que pinta Raquel para o Senado na Frente Popular?

Sobre as prévias do PSDB para presidente, vencidas pelo governador paulista João Dória, o pernambucano afirmou que não vê problema em sua filha pedir voto para o tucano, mesmo Raquel tendo apoiado o governador gaúcho Eduardo Leite, derrotado no processo de escolha.

“Seja qual fosse o candidato, todos os três pré-candidatos (Dória, Leite e o ex-prefeito Arthur Virgílio, terceiro lugar na disputa) declararam a intenção prévia de apoiar Raquel. E João Dória sempre ratificou isso; e tem ratificado. Com certeza, tenho absoluta confiança, que, se Raquel for candidata, ele estará junto conosco”, garantiu João Lyra.

O povo quer saber: Anderson fica no PL caso Bolsonaro entre na legenda?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.