Coluna FalaPE – Possível filiação de Alckmin ao PSB reforça aliança com o PT em Pernambuco

By 21/12/2021 - 00:00ColunaFalaPE

Notícia mais alardeada dos últimos tempos, o casamento político entre o ex-presidente Lula e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, prestes a ser consumado, terá reflexos diretos na eleição em Pernambuco. Ainda mais se confirmando a filiação do agora ex-tucano ao PSB, conforme atestam interlocutores.

Com Alckmin no PSB e indicado para a vice de Lula, os socialistas estarão a um passo do segundo cargo na ordem de comando da nação e umbilicalmente ligados ao PT por, pelo menos, quatro anos.

As costuras para que esse desfecho aconteça passam pelo núcleo pernambucano do PSB, que tem forte ascendência sobre os destinos do partido; além de uma preferência declarada pela aliança com Lula.

A leitura é simples: quase um Deus no Nordeste, certamente o ex-presidente vai transferir muitos votos para seus candidatos a governador nos estados daqui de cima do mapa do Brasil. Tudo que o PSB quer para o pleito do ano que vem, quando a disputa será acirrada pelo Palácio do Campo das Princesas.

Essa ligação umbilical que PT e PSB ensaiam, como já havíamos avaliado, ontem, na Coluna Fala PE, faz da “apresentação” do nome do senador Humberto Costa para concorrer ao governo uma peça de retórica. Aquilo não deve ser levado a sério uma vez que, para ter o PSB no palanque de Lula, os petistas terão de marchar com o candidato socialista em Pernambuco.

Voltando a Alckmin, mesmo que o ex-governador filie-se a um partido mais de centro, como o PSD, aliás, a preferência de Lula, os socialistas já estão muito incorporados ao projeto lulista para mudar a direção. Por isso, não é tão arriscado afirmar que teremos PSB e PT no mesmo palanque nacional e também aqui no estado.

O povo quer saber: Alckmin se filiará ao PSB ou ao PSD?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.