Coluna FalaPE – Relator da PEC dos Precatórios, Bezerra Coelho se liga umbilicalmente a Bolsonaro

By 24/11/2021 - 00:33ColunaFalaPE

Um movimento nacional que terá repercussão no pleito de 2022 em Pernambuco está passando meio despercebido pela política local. Mas a Coluna Fala PE está atenta aos desdobramentos que uma posição assumida pelo senador Fernando Bezerra Coelho pode causar no tabuleiro eleitoral pernambucano, com reflexos na candidatura do seu filho Miguel Coelho, prefeito de Petrolina, a governador.

FBC é o relator no Senado talvez da proposição mais importante do Governo Bolsonaro, que pode ser decisiva na reeleição ou não do presidente da República. Trata-se da PEC dos Precatórios, proposta que serve tanto para viabilizar o Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, como abre caminho para furar o teto de gastos e jogar recursos na campanha eleitoral de 2022, como quer Bolsonaro para contemplar a fome por dinheiro e poder do Centrão.

Ontem (23), Bezerra Coelho, que também é líder do governo no Senado, anunciou um total de seis mudanças no texto da Proposta de Emenda à Constituição, incluindo a definição do Auxílio Brasil como um programa social de caráter permanente. A medida visa arrefecer a pressão em cima do governo por parte dos milhões de brasileiros que ficaram sem o Bolsa Família e ainda não receberam o Auxílio Brasil.

De acordo com o parlamentar, também será incorporado ao texto da proposição uma determinação para que o espaço fiscal de mais de 90 bilhões de reais a ser aberto caso a PEC seja aprovada fique vinculado ao pagamento do auxílio, a gastos previdenciários e a mínimos constitucionais para a educação e a saúde.

O esforço para aprovar a matéria, como já está claro, vai exigir o melhor de FBC e da sua poderosa e reconhecida capacidade de articulação. O senador já caiu em campo no convencimento dos seus pares; tudo na tentativa de impedir que a PEC vire lenda como querem os oposicionistas.

O sucesso ou o insucesso de FBC e de Bolsonaro na aprovação da PEC dos Precatórios vai reverberar, sem a menor sombra de dúvida, na aprovação do governo e, consequente, na viabilização da candidatura de Miguel ao Palácio do Campo das Princesas.

O prefeito de Petrolina, aliás, entre todos os que se apresentam como de oposição ao PSB, foi quem mais se beneficiou dos cofres da Era Bolsonaro. Qualquer que seja o resultado dessa PEC dos Precatórios, também.

O povo quer saber: FBC conseguirá desatar o nó que virou essa PEC dos Precatórios?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.