CPI DA PANDEMIA: Executivo da Pfizer afirma que governo brasileiro ignorou ofertas de vacinas, feitas em agosto

By 13/05/2021 - 12:18Brasil

O gerente-geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, que comandava a farmacêutica no Brasil, afirmou que os contatos com o governo brasileiro tiveram início em maio de 2020. A primeira oferta de vacinas, segundo ele, foi feita em agosto e previa a entrega de doses já em dezembro daquele ano. “Não tivemos resposta positiva nem negativa”, disse Murillo.

De acordo com o depoimento do executivo sobre as tentativas de negociação da Pfizer com o governo brasileiro, o Brasil deixou de receber até 1,5 milhão de doses da Pfizer em 2020. Ainda confirmou a tentativa de contato da empresa com demais autoridades do governo, como o Ministro da Saúde à época e o Ministro da Economia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.