Danilo, 45 dias de campanha e uma trajetória de garra e otimismo: “Sou da luta”

By 30/09/2022 - 09:34Pernambuco

O candidato do governo do estado Danilo Cabral (Frente Popular) estará nas ruas, em carreatas pelas cidades de Pernambuco, até as 22h do sábado, hora-limite permitida para a campanha na véspera da eleição. Danilo chega ao Dia D com uma trajetória de otimismo, garra e determinação. Participou de mais de 140 eventos públicos, entre caminhadas, carreatas, comícios e outras reuniões políticas em apenas 45 dias de campanha oficial. Esteve em sete debates discutindo Pernambuco com outros candidatos em emissoras de televisão e rádio e participou de dezenas de entrevistas individuais.

 

“Outro dia eu estava ouvindo dona Edileuza, uma mulher corajosa da zona canavieira que me dará a honra do voto. Ela se orgulhava de dizer que é da luta e da luta ela não sai. Eu vou pedir emprestado a frase de dona Edileuza para dizer que sou da luta e da luta eu não saio. Tenho convicção de que estamos juntos no segundo turno, pelo sentimento em função do que a gente percorreu viu em todo o estado de Pernambuco”, garante o socialista, com o ânimo de quem acorda às 5h, dorme tarde e é conhecido por ser “trabalhador”. Em balanço da campanha, Danilo avaliou a primeira fase da jornada como muito positiva, tendo cumprido o objetivo de ocupar o segundo lugar nas pesquisas e no segundo turno.

 

O anúncio de Danilo como candidato representando a Frente Popular se deu no dia 21 de fevereiro de 2022. Ainda na pré-campanha, o primeiro desafio vencido por ele foi a liderança de uma ampla articulação política. Teve o aval e o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para assumir a empreitada. “Ele não estava pensando em ser candidato, mas aceitou a convocação com desprendimento e conseguiu manter a Frente Popular, fazendo uma costura necessária com todas as dificuldades naturais de se manter uma frente tão ampla”, narra Milton Coelho, deputado federal do PSB, que acompanhou todo o processo.

Já em fevereiro, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, exaltava essa qualidade de Danilo: “A escolha representa não só a sua história pessoal. Representa a história de uma frente política que remonta à década de 1960, que já contribuiu com Miguel Arraes, Eduardo Campos, Pelópidas Silveira e tantos outros”, declarou. Milton destacou que Danilo tem conduzido uma campanha “com segurança e demonstrando muito conhecimento. É um candidato que não vai precisar passar pela curva de aprendizagem quando for governador. Ele está pronto”.

Advogado, com 54 anos, auditor público, ex-vereador, ex-secretário e deputado federal no terceiro mandato, Danilo Cabral precisou vencer a barreira territorial e se tornar conhecido nos recôncavos do estado. Percorreu todas as regiões de Pernambuco e ouviu o povo para moldar as propostas que a população espera do novo governador. “Ao longo dessa nossa caminhada, Danilo tem reafirmado compromisso com a melhoria da vida da população e isso explica porque Lula e o PT estão junto com ele nessa trajetória. Em todas as áreas, ele tem apresentado abertura para o diálogo para buscar continuar o que tem dado certo, mas também corrigir os rumos daquilo que precisa efetivamente mudar”, pontuou o senador Humberto Costa .

A fala do petista é simbólica: Humberto fez um gesto largo e abriu mão da candidatura majoritária em favor da unidade em torno de Danilo. “Ele tem ido a todos os lugares para conversar com a população e mostrar os seus projetos. Danilo não se esconde. Ele encara os problemas de frente e é por isso que sei que ele será um ótimo governador para o nosso estado”, frisou Humberto.

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), tem sido categórico ao lembrar que “tudo que Danilo faz na vida pública é bem feito” e ao sugerir que a população compare os candidatos. “Eleição é comparação. Podem analisar a história de todos os candidatos para ver que Danilo é o nome mais preparado para governar Pernambuco. Com Danilo, a população vai pagar menos impostos, a maior rede de proteção social, como o Comida na Mesa, uma ação para limpar o nome das pessoas, com o Desenrola PE, gerar mais empregos e renda, com o Emprego Novo, e outros compromissos que vão melhorar a vida das pessoas”, afirmou João Campos.

Ao longo de toda a campanha, Danilo contou com o apoio e as declarações de Lula em seu favor: “Eu tenho candidato a governador no estado de Pernambuco, que é o companheiro Danilo Cabral”, disse Lula em comício de Garanhuns. Na reta final da campanha, Lula gravou um vídeo pedindo voto para Danilo e dizendo que precisa de gente experiente e competente para estar ao seu lado. No último programa eleitoral deste primeiro turno, Danilo fez uma agradecimento para esta primeira fase da disputa: “Agradeço de coração o carinho de todos. Em Pernambuco, peço seu voto para construirmos juntos e sem risco um novo tempo de crescimento e prosperidade no nosso estado. Muito obrigado e bora para frente”.

Foto: Marcus Mendes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.