Palmeirina: Delegada Thatianne tem quase o dobro das intenções de voto da concorrente, aponta pesquisa

By 30/09/2021 - 00:00Agreste Meridional

Faltando poucos dias para os eleitores de Palmeirina voltarem às urnas, pesquisa registrada no TRE confirma favoritismo da Delegada Thatianne (77) do Partido Solidariedade. A cidade revive o período de campanha eleitoral pela segunda vez em menos de um ano.

No próximo domingo, dia 03 de outubro, será dia de votar e escolher a “nova chefe” do executivo municipal, isso porque Marili Catão (15) MDB é a opositora da Delegada na disputa. De qualquer forma, a cidade terá sua primeira prefeita mulher da sua história.

A única pesquisa de intenção de votos registrada e autorizada pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) indica ampla vantagem da candidata do Partido Solidariedade. Com 62,25% a Delegada Thatianne consolida sua liderança na reta final da campanha. Sua adversária Marili Catão (15) fica com 32,84% das intenções de votos. O baixo rendimento da candidata do MDB é, provavelmente, devido à rejeição ao nome do seu filho Eudson Catão, que foi eleito em 15 de novembro de 2020, porém cassado após pouco mais de um mês de sua gestão. Eudson é um dos campeões de processos no Tribunal de Contas de Pernambuco. Com contas rejeitadas, caiu na Lei da Ficha Limpa e está inelegível por 8 anos.

O ex-prefeito já foi preso e ainda responde por vários crimes de desvio de verba pública e um assassinato.

Palmeirina tem, cerca de 7.500 habitantes e, atualmente é governada interinamente pelo presidente da Câmara de Vereadores Josilécio Vieira. O prefeito interino também é do Solidariedade, mesmo partido da Delegada Thatianne.

A pesquisa eleitoral feita pela empresa ADVISE consultoria e planejamento possui o número de registro 000955/20200. A margem de erro é de 4,75% para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. Como líder do grupo político da candidata Marili Catão (15) MDB, Eudson Catão ainda tentou na justiça impedir a divulgação da pesquisa. Porém o Juiz eleitoral da 59ª ZE/PE Dr. André Nunes, em seu despacho disse não ter encontrado irregularidades e assim, autorizou a ampla divulgação dos números.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.