Deputado Túlio Gadêlha pede investigação sobre queimadas no Litoral Sul de Pernambuco

By 14/01/2021 - 14:59Pernambuco

O deputado federal pernambucano Túlio Gadêlha (PDT) solicitou à Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) e ao Ministério Público Federal (MPF) investigação acerca da origem das queimadas que vêm ocorrendo constantemente nas áreas verdes das praias do Litoral Sul de Pernambuco. Entidades de defesa do meio ambiente, em especial a ONG Salve Maracaípe, têm denunciado em suas redes sociais os focos de incêndio encontrados nas regiões da Mata Atlântica, detentora de proteção constitucional.

A manifestação do parlamentar pedetista já foi acolhida pela Procuradoria da República do Cabo e transformada em Notícia de Fato nº 1.26.008.000004/2021-99. Os trâmites da investigação podem ser acompanhados pelo portal da transparência do MPF. “Não podemos deixar que o fogo destrua a fauna e a flora locais. Precisamos combater essa prática”, afirmou o deputado pernambucano.

Desde novembro de 2020, vêm sendo veiculadas notícias de incêndios no Coqueiral de Maracaípe, em Ipojuca. As chamas têm afetado o ecossistema local, queimando coqueiros, vegetação de restinga e prejudicando gravemente a fauna.

As causas, segundo ativistas ambientais, podem ser diversas. Desde bitucas de cigarros até a prática comum, porém criminosa, da captura de guaiamum.

Outro ponto preocupante é que o município não possui brigada de bombeiros civis e a unidade mais próxima do Corpo de Bombeiros fica a cerca de 20 quilômetros de distância dos locais em que os incêndios estão concentrados, atrapalhando o rápido socorro. Normalmente, são encontrados nessas áreas materiais recicláveis, que podem ter relação com o fogo, o que sugere uma investigação. “Pedimos a apuração da origem destes incêndios e também a comunicação com o setor público responsável nas regiões afetadas, com o objetivo de criar estratégias para o combate deste possível crime ambiental”, informou Gadêlha.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.