Deputados de Pernambuco atuam fortemente para manter Ramal de Suape no projeto da Transnordestina

By 15/08/2021 - 16:41Pernambuco

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Transnordestina começa a tramitar nesta segunda-feira (16) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Os deputados estaduais prometem ser incisivos no trabalho de reversão da retirada Ramal de Suape do projeto da ferrovia.

Quando a matéria começar a ser distribuída na Comissão de Constituição e Justiça para escolha do relator, primeiro passo da tramitação da PEC, já encontrará uma Frente Parlamentar em Defesa do Ramal de Suape, aprovada em plenário na quinta-feira (12).

Por se tratar de uma obra histórica e importante para a integração regional, a Alepe pretende ser protagonista no esforço de garantir que o Estado não seja “boicotado”, segundo frisou o autor da Frente Parlamentar, deputado Waldemar Borges (PSB).

A Frente Parlamentar em Defesa do Ramal de Suape foi aprovada por 37 votos e será composta pelos deputados Aluísio Lessa (PSB), Isaltino Nascimento (PSB), Erick Lessa (PSB), Laura Gomes (DEM), Tony Gel (MDB), Fabrício Ferraz (PP), José Queiroz (PDT), Priscila Krause (DEM) e Diogo Moraes (PSB).

A PEC da Transnordestina é uma resposta de Pernambuco às declarações do ministro da Infraestrutura. Tarcísio Gomes de Freitas, de que o governo federal concluiria apenas o trecho da ferrovia até o Porto de Pecém, no Ceará. Os deputados pernambucanos pressionarão o governo Federal a manter recursos da União na construção do Ramal de Suape. Em último caso, o Estado reivindicaria autonomia para construí-lo com recursos próprios.

“Pernambuco tem vantagens competitivas claras para implantação da ferrovia, que vai impulsionar o escoamento da nossa produção com um modal moderno. Vamos dar o apoio necessário para que o Governo conquiste esse avanço, que vai gerar mais emprego e renda para a população”, destacou o presidente Eriberto Medeiros (PP).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.