Dezembro ratifica Aeroporto do Recife como o mais ativo do Nordeste


Pesquisa elaborada pela Empetur prevê média diária de 166 voos, entre pousos e decolagens, em dezembro no terminal da capital pernambucana

A retomada gradual do Turismo de Pernambuco segue em curso e com boas projeções de crescimento nos números do Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. De acordo com dados da Anac, tabulados pela Unidade de Estudos e Pesquisas da Empetur, a expectativa é de 5.151 voos, entre pousos e decolagens, para o mês de dezembro. A estimativa amplia em 23,5% as frequências no terminal do Recife em comparação ao mês de novembro.

O dado demonstra que a média diária será de 166 pousos e decolagens, maior que Salvador e Fortaleza, com 145 e 79 voos, respectivamente. Os resultados ratificam a posição de destaque da malha aérea de Pernambuco no Nordeste, tendo o Recife como principal porta de entrada para o Estado.

Propulsores deste incremento, os feriados de fim de ano também ajudam a explicar o resultado. Com expectativa de bons números para Natal e Ano Novo, municípios como Bonito, Bezerros e Itamaracá apresentam elevada taxa de ocupação hoteleira.

“Após um ano de adaptação e reformulações, a malha aérea de Pernambuco encerra 2020 projetando um ano seguinte de mais esperança para o Turismo do Estado. O aumento nas atividades do Aeroporto do Recife é sinal dessa retomada que, mês a mês, melhora paulatinamente e mantém a posição de liderança de Pernambuco na região. Esta é uma realização conjunta do Governo do Estado, Aena Brasil, empresa administradora do terminal da capital pernambucana, companhias aéreas e de todo trade turístico”, destaca o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Para o mês de dezembro, as operações realizadas interligam o Recife a 31 destinos nacionais e dois internacionais. Os voos são para as cidades de Aracaju, Belém, Brasília, Campina Grande, Caruaru, Confins, Fernando de Noronha, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Goiânia, João Pessoa, Juazeiro do Norte, Maceió, Manaus, Natal, Petrolina, Porto Alegre, Porto Velho, Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Salvador, São Luís, São Paulo (Congonhas, Guarulhos, Campinas, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto), Serra Talhada, Teresina, Uberlândia, Vitória, Lisboa (Portugal) e Ilha do Sal (Cabo Verde, liberado pela Anac, mas ainda sem data de início das operações).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.