“É uma irresponsabilidade entregar Pernambuco a Marília Arraes”, afirma Danilo

By 07/09/2022 - 13:15Pernambuco

O candidato a governador Danilo Cabral inaugurou, junto com a militância do PT, um comitê da campanha de Lula presidente no Recife, na noite desta terça-feira (6). Ao lado do senador Humberto Costa, coordenador de Lula no Nordeste, e da candidata ao Senado Teresa Leitão, o socialista conclamou a militância petista a intensificar a campanha até o dia dois de outubro. Danilo também desconstruiu com argumentos da candidatura da adversária Marília Arraes.

“Eu, de forma muito objetiva, dou o nome porque estamos chegando em uma fase da campanha que não adianta mais usar palavras para não dizer a verdade. É objetivamente usar as palavras para que elas deem o real sentido. É uma irresponsabilidade – esta é a palavra! – entregar Pernambuco a Marília Arraes. Vocês do PT, como nós do PSB, convivemos com Marília. Eu digo e repito. Ela foi vereadora do Recife; secretária no Recife; deputada federal. E, sinceramente, eu faço uma pergunta a vocês de forma muito franca porque estou aberto ao diálogo. Me digam o que Marília fez de entregas por onde ela passou? Como vereadora; como secretária do Recife e como deputada federal? O que efetivamente ela construiu de positivo na política; e os padrões que ela usa para fazer a política”, questionou Danilo.

Em seguida, o único candidato de Lula revelou as práticas da adversária como deputada federal, de trair o ex-presidente e o partido. “Eu convivi com ela de forma mais direta lá em Brasília, agora como deputada federal. E eu acompanhei as posições que ela adotou enquanto parlamentar. E acho que isso poderia estar presente no debate que nós vamos enfrentar. Porque eleição é comparar; é você fazer escolha. De forma objetiva, vamos lá. Onde estava Marília Arraes quando foi votado o fura-fila? O momento mais duro que o Brasil teve foi durante a pandemia. A gente sabe que muitas pessoas perderam a vida porque a disputa se dava em torno da vacina. Lá no Congresso Nacional um projeto para autorizar as empresas privadas, os laboratórios, os hospitais a comprarem vacina e furar a fila de quem estava no SUS. Como votou Marília? Se ausentou”, lamentou Danilo.

“Nós temos hoje uma categoria que é muito importante para o Brasil que são os agentes comunitários de saúde. Foi votado lá no Congresso Nacional piso dos agentes comunitários de saúde. Esse projeto foi vetado pelo presidente Bolsonaro. Onde estava Marília Arraes na hora do veto do piso nacional dos agentes comunitários de saúde? Ausente. Esse debate nós fizemos lá”, disse Danilo.

BARRO – Mais cedo, Danilo promoveu um porta a porta no Barro, Recife, onde foi muito bem recebido pela população, que já o identifica como futuro governador de Pernambuco. À noite, o candidato de Lula terminou a agenda participando da inauguração do comitê de Rosa Amorim, candidata do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) a deputada estadual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.