Eduardo da Fonte propõe garantia de salário integral para professores e a suspensão de mensalidades para alunos

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) apresentou uma emenda à MP 936/20 que garante o pagamento integral do salário dos professores da rede particular de ensino enquanto durar a crise econômica causada pelo novo coronavírus. A medida é para evitar o colapso nas contas das escolas e preservar o emprego dos professores, já que muitas famílias ficaram com o orçamento comprometido por causa da crise financeira.

De acordo com a proposta apresentada pelo parlamentar, a manutenção do salário seria possível através de crédito concedido pelo governo federal. O valor emprestado deveria ser devolvido pelas instituições de ensino em forma de prestação de serviços. Em outra frente, para amenizar o impacto financeiro aos estudantes, o deputado solicitou ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, a suspensão da cobrança das mensalidades enquanto os alunos estiverem sem aula e a proibição de reajuste no preço das mensalidades até que se encerre a crise econômica.

“Temos que proteger os empregos e os empregados. Conversei com professores e pais de família para construir essa proposta. É possível vencer a crise sem sacrificar a educação e a renda das famílias” destacou Eduardo da Fonte.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.