Entrevistamos a pré-candidata à prefeita pelo PSB no Cedro, Riva Bezerra

Cedro - Riva Bezerra2

Localizada à 570km do Recife, a cidade do Cedro têm quase 12mil habitantes. Vive uma das histórias políticas mais disputadas de Pernambuco. O município tem vivido momentos de inquietude com os possíveis nomes que surgem para a disputa da eleição majoritária. Nomes tradicionais como o ex-prefeito Josenildo Leite, o atual prefeito Antônio Leite, a empresária Riva Bezerra e mais recentemente o nome do atual vice-prefeito João Quental.

Nesse contexto, lembramos que a única mulher que colocou seu nome na disputa e bem antes que qualquer outro foi Riva Bezerra, partindo como uma terceira via da política combalida do município.

A edição do Blog FalaPE procurou Riva Bezerra, candidata pelo PSB para uma entrevista sobre as possíveis alianças no município. Agradecemos a gentileza de nos atender. Segue abaixo nossa entrevista:

 

Riva diante de tantos comentários a respeito de possíveis candidatos e alianças no cenário político do Município, como você se encontra atualmente?

Quando resolvi assumir a liderança de um grupo de amigos aqui em nosso município, a intenção era e é, possibilitar um novo olhar e uma nova perspectiva para a política local. Coloquei meu nome e meu coração nessa empreitada, então, posso afirmar com toda tranquilidade que sou pré-candidata a prefeita de Cedro.

Você acredita que poderá obter êxito a frente de políticos “profissionais” do Município?

Eu entendo que política não se faz sozinha com decisões autoritárias e olhando apenas para o umbigo, é necessário escutar quem te acompanha, pois são essas pessoas que te impulsionam. Não me assusta disputar com um ou mais candidatos, estamos preparados para responder aquilo que o povo deseja, temos a total confiança no nosso grupo e mais, estamos alimentando as pessoas de esperança na renovação de uma política transparente e séria.

Então podemos dizer que você não se permite fazer acordos ou alianças como um outro político do município?

O atual cenário político está interessante, apenas eu como mulher e teoricamente marchando num “front” contra três homens, por si só, não é muito justo. Mas tenho a convicção de que, possibilidades de alianças existem. Necessário determinarmos o que seria melhor para nosso povo. Os três candidatos que se opõem a mim, temporariamente são fortes, já tendo de certa forma um histórico político. O que for melhor para o município, para mim será aceito.

Quer dizer que já existem conversas com a intenção de futuras alianças?

Tudo é muito prematuro, respeitamos a todos e procuraremos seguir o fluxo do melhor entendimento e daquilo que será melhor para o município. No momento concentro esforços nos nomes de futuros candidatos a vereadores, para compor ao meu lado uma chapa forte e dinâmica.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.