Estudantes de Paulista participam de palestra sobre álcool e drogas

By 20/09/2022 - 20:24Pernambuco
Foto: Glória Marques/Prefeitura de Paulista

Temática do Setembro Amarelo também foi abordada no encontro

Um público com aproximadamente 90 alunos da Escola Municipal Governador Carlos Wilson Campos, localizada no bairro do Janga, em Paulista, participou de uma palestra ministrada por profissionais do  Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Outras Drogas (CAPS-AD) Eliane Maria José de Aguiar, na tarde desta terça-feira (20/09), sobre o perigo do consumo de álcool e drogas. O tema foi abordado com ênfase no Setembro Amarelo, que ocorre em alusão à prevenção ao suicídio, para estudantes com idades entre 14 e 17 anos, integrantes de três turmas do 9º ano da unidade escolar. 

A iniciativa partiu de um convite da escola para que a vinda dos representantes do CAPS-AD fosse possível. A palestra foi realizada pelo professor e educador social Aguinaldo Felipe, que foi acompanhado pela gerente clínica Andressa Gusmão. 

O diretor da Escola, Renato Vieira, explicou que o convite se deu porque, com a volta às aulas presenciais, foi percebida uma mudança no comportamento dos estudantes. “Percebemos que estavam diferentes de quando a gente tinha um grupo mais coeso, que passou a ficar mais disperso. Quando nós chamamos o CAPS ad, foi mais para conscientizar e tentar entender o que pode estar acontecendo com os jovens em sua cultura extra-escolar”, explicou o gestor da escola. 

De acordo com a vice-diretora da escola, Raffaela Perruci, eles tiveram uma surpresa quando souberam da palestra, mas gostaram da novidade. “Eles ficaram surpresos, num primeiro momento, mas logo em seguida, empolgados e ansiosos por esse momento único, porque eles têm sede de conhecimento. Eles têm uma vivência de mundo que uma palestra como essa traz uma visão diferenciada que acrescenta para eles. Então, motivou e instigou a curiosidade deles sobre o que será que vai ser falado nessa palestra”, disse Raffaela. 

Uma aluna de 15 anos de idade, que esteve presente na palestra, relatou o que achou da iniciativa. “Eu achei importante, porque tem muita gente que não tem noção sobre o risco das drogas e isso deveria ser mais falado, porque é considerado um tabu, e não só isso como também a ansiedade, a depressão, opção sexual, e outras coisas que não falam na escola”, disse a estudante, que teve sua identidade preservada.

Para o palestrante e educador social do CAPS-AD, Aguinaldo Felipe, é de grande importância que esses temas sejam abordados entre os jovens, principalmente, no ambiente escolar. “Quando a gente vê os jovens assim, com todo potencial para viver e ter uma qualidade de vida, a gente entende que é esse o público a se trabalhar, pois o público mais suscetível ao suicídio é o usuário de drogas, e jovem usuário mais ainda, pelo desespero de não encontrar uma saída, não saber lidar com as emoções”, destacou Aguinaldo Felipe.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.