Governo de Pernambuco abre 50 novos leitos no Sertão

Vagas já estão funcionando na UPAE Petrolina e no Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada

Objetivando ampliar a rede de assistência aos pacientes suspeitos ou confirmados para a Covid-19 no Sertão, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) colocou em funcionamento 50 novos leitos no Sertão pernambucano. Desse total, 20 vagas são de UTI e 30 de enfermaria. Com isso, já são 267 leitos – 144 de enfermaria e 123 de UTI – nas III e IV Macrorregionais de Saúde, que engloba as VI (sede Arcoverde), VII (sede Salgueiro), VIII (sede Petrolina), IX (sede Ouricuri), X (sede Afogados da Ingazeira) e XI (sede Serra Talhada) Gerências Regionais de Saúde (Geres).

As novas vagas foram abertas no Sertão do São Francisco, com 10 leitos de UTI e 30 de enfermaria na UPAE de Petrolina; e no Sertão do Pajeú com 10 vagas de UTI no Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada.

Desde o final de semana, também foram colocados em funcionamento outros 101 leitos, totalizando 151. As outras vagas estão em operação no Agreste Central, com 10 leitos de UTI no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru; e na Região Metropolitana do Recife (RMR), com 10 leitos de UTI e 20 de enfermaria no Hospital de Referência à Covid-19 – unidade Olinda (Maternidade Brites de Albuquerque); 10 vagas de UTI no Hospital Real Português (HRP), no Recife, que mantém convênio com o SUS; e 51 leitos de enfermaria no Hospital Agamenon Magalhães (HAM), na zona norte do Recife.

Agora, a rede estadual de saúde conta com 1.773 leitos exclusivos para os pacientes suspeitos ou confirmados para a Covid-19 – 894 de terapia intensiva e 879 de enfermaria. Até o final de dezembro, quando somados os leitos abertos ao longo de novembro, o Governo de Pernambuco vai ter colocado em funcionamento 424 novos leitos, sendo 159 de UTI e 265 de enfermaria.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.