Governo de Pernambuco intensifica o monitoramento dos impactos da chuva na infraestrutura

By 29/05/2022 - 18:18Pernambuco

De acordo com o levantamento da Compesa, 15 barragens da RMR, Agreste e Zona da Mata estão vertendo. O tráfego nas rodovias está sendo acompanhado pelo DER

O Governo de Pernambuco está intensificando o monitoramento dos impactos da chuva na área de infraestrutura. Neste domingo (29), a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, por meio da Compesa, atualizou o levantamento da situação das barragens localizadas nas regiões Metropolitana do Recife, Agreste e Mata Norte. O diagnóstico teve como base a acumulação dos volumes de água nos últimos sete dias, período de incidência de chuvas fortes e frequentes no Estado. O DER também atualizou a relação das ocorrências registradas nas rodovias estaduais e federais sob sua jurisdição.

Na RMR, seis mananciais atingiram a capacidade máxima de acumulação e estão vertendo: Várzea do Una (em São Lourenço da Mata), Duas Unas (Jaboatão dos Guararapes), Pirapama (Cabo de Santo Agostinho), Sicupema (Cabo de Santo Agostinho), Utinga (Ipojuca) e Bita (Ipojuca). Outras barragens importantes para a região também acumularam um bom nível de água, a exemplo de Botafogo que chegou a 69,46%, Tapacurá que atingiu 65,51% e Goitá que alcançou 61,63%.

Já no interior, no Agreste e Zona da Mata Norte, nove mananciais atingiram a capacidade máxima de acumulação e estão vertendo: Inhúmas e Mundaú (em Garanhuns), Santana II (em Brejo da Madre de Deus), Pedra Fina (em Bom Jardim), Pau Ferro (em Quipapá), Siriji, (em Vicência), Orá/Cursaí (em Paudalho), Tiúma, (em Timbaúba) e Tabocas/Piaça (em Belo Jardim).

Barragens importantes como Prata, Jucazinho e Poço Fundo também estão sendo monitoradas. O Prata passou de um acumulado de 50,39% no último dia 23, para o total de 67, 73% no dia de hoje. Por sua vez, Jucazinho e Poço Fundo tiveram pouca alterações: Jucazinho estava com 14,75% e hoje tem 15,22% e Poço Fundo passou de 16,19% para 17,28%.

A Compesa continua acompanhando o nível das barragens e reforça que está tudo dentro da normalidade. Outro aspecto a ser avaliado, ao logo dos próximos dias, é o reflexo desta acumulação no abastecimento, com o possível aumento do fornecimento de água para a população que será estudado pelo Governo do Estado e a Compesa.

O Governo de Pernambuco, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), permanece monitorando as rodovias estaduais e federais sob sua jurisdição, em consequência das chuvas que vêm atingindo o Grande Recife e as Regiões da Zona da Mata e Agreste.

RODOVIAS – As equipes do DER estão mobilizadas e continuam trabalhando com o objetivo de proporcionar trafegabilidade com segurança e conforto para os motoristas. Até as 14h deste domingo, foram registradas as seguintes ocorrências:

📍Na RMR:

➡️BR-101-
•KM 6 – Goiana – Sentido Recife – alagamento (Rio local subiu de nível), veículos passando com cautela.
•KM 58 – Paulista – Sentido Recife – queda de árvore, parcialmente interditada.
•KM 83 – Jaboatão dos Guararapes (próximo a Vitarella) – alagamento, interditada em ambos os sentidos.

➡️Na BR-232-
•KM 15 – Jaboatão dos Guararapes – Sentido interior – queda de barreira, interditado parcialmente.
•KM 20 – Moreno – Sentido interior- deslizamento de barreira/ queda de árvore, interditado parcialmente.
•KM 22 – Moreno – Sentido interior- queda de árvore, interditado parcialmente.
•KM 23 – Moreno – Sentido interior- queda de árvore, interditado parcialmente.
•KM 28 – Moreno – Sentido interior- deslizamento de barreira, interditado parcialmente.
•KM 62 – Pombos – Sentido Recife – deslizamento de barreira, interditado parcialmente.

➡️Na PE-027 – km 3,5 – Aldeia – deslizamento de barreira, interdição parcial.

➡️Na PE-060 – Entre os km 50 e 70 – trechos alagados e com acúmulos de resíduos, tráfego a meia pista.

➡️Na PE-072 – km 7 – Tamandaré – Deslizamento de barreira próximo a ponte sobre o Rio Ariquindá, tráfego a meia pista.

📍Mata Norte:

➡️Na PE-040 – Chã de Alegria – deslizamento de pista, interdição parcial.

➡️ Vicinal Mussurepe – km 6 – Paudalho – Ponte sobre o rio Capibaribe arrastada pela correnteza, perda total.

📍Mata Sul:

➡️Na PE-063 – Km 24 – Amaraji- Área urbana – risco de deslizamento de pista (lado direito), interditada parcialmente.

📍Agreste Meridional:

➡️Na PE-177 – Próximo ao entroncamento com a BR104 (perto de Quipapá)- deslizamento de barreira, sem impacto no tráfego.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.