Governo do Estado investe na construção de três novos parques

By 13/04/2021 - 18:37Pernambuco

A um investimento de quase R$ 17 milhões, Belo Jardim, Bezerros e Escada serão os próximos a receberem o projeto Janelas para o Rio. Edital para contratação das obras foi publicado no dia 9 de abril

O Governo de Pernambuco tem atuado com foco no desenvolvimento de ações socioambientais. Nesse sentido, foi lançado no último dia 09 de abril o edital para contratação das obras de três novos parques lineares Janelas para o Rio, que beneficiarão os municípios de Belo Jardim, Bezerros e Escada. A iniciativa está a cargo da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos e conta com investimento de aproximadamente R$ 17 milhões.

O intuito é proteger as margens do rio Ipojuca e, além disso, garantir mais um espaço de convivência para a população. O projeto foi elaborado pela Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), através do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Ipojuca – PSA Ipojuca. No momento, estão em andamento as obras dos parques de Caruaru, Gravatá e São Caetano.

Em Belo Jardim, o equipamento será implantado em uma área urbana do município já utilizada pela população, conhecida como Parque do Bambu. O espaço conta com 3,6 hectares, onde 2,83 hectares são voltados para o Setor de Equipamentos e Lazer e o restante destinado ao Setor de Preservação Ambiental. O investimento é de R$ 4,5 milhões. Já em Bezerros, o parque será construído na zona urbana, no bairro de Santo Amaro, na margem direita do rio Ipojuca. A área total será de 1,95 hectares, sendo 1,06 hectares exclusivos para equipamentos e lazer e 0,88 ha para o setor de preservação ambiental. O aporte é de quase R$ 5 milhões.

No município de Escada, o local destinado para a implantação do Janelas para o Rio está localizado na zona urbana, na área conhecida como Parque do Atalaia, no bairro de mesmo nome. Serão 10,48 hectares, sendo pouco mais de seis hectares voltados para Lazer e cerca de quatro hectares para o setor de preservação ambiental. Serão investidos cerca de R$ 7,5 milhões na construção do equipamento.

O prazo para a execução dos três parques é de sete meses a partir da assinatura da ordem de serviço e a fiscalização das obras ficará por conta da Secretaria Executiva de Recursos Hídricos. Todos os parques contarão com passeios (calçadas), arborização e vegetação paisagística, pista de cooper, quadras esportivas, playgrounds, portaria, administração, quiosque, sanitários e bloco destinado à educação ambiental, área de reflorestamento, central de resíduos, mobiliário urbano, sinalização e iluminação pública.

A secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, destaca que o Governo vem investindo cerca de R$1,5 bilhão na revitalização da bacia do rio Ipojuca através de ações esgotamento sanitário em municípios como Tacaimbó, Gravatá, Belo Jardim, Sanharó, Caruaru, Bezerros, Escada, entre outros, além da construção dos parques lineares. “O Janelas para o Rio consiste em um conjunto de intervenções previstas nos planos hidroambientais das bacias dos rios Capibaribe e Ipojuca, desenvolvidos com o intuito de proteger as margens do rio de usos indevidos e ocupações irregulares, a partir da valorização do espaço público com o incentivo ao lazer contemplativo, recreação, prática de atividades físicas, por exemplo,” completa.

Os detalhes sobre o certame podem ser obtidos junto à Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) pelo site (servicos.compesa.com.br) ou pessoalmente na Avenida Cruz Cabugá, nº 1387 (acesso pela Avenida Dr.Jayme da Fonte, S/N, Nova Sede, 1º andar), Santo Amaro, Recife.

EM CONSTRUÇÃO – O primeiro Janelas para o Rio de Pernambuco começou a ser erguido na cidade de Caruaru, no terreno da Escola Municipal Altair Nunes Porto, no bairro do Cedro. O equipamento é, atualmente, o maior em construção no Estado com mais de seis hectares, onde três são voltadas para área de reflorestamento. Atualmente, as obras se encontram com o percentual de quase 40% de execução. O segundo é o de São Caetano, no loteamento São José, em uma área entre o rio e a BR-232, com aproximadamente 2,71 hectares. Com 51,57% dos serviços já concluídos, as obras deste parque linear devem ser entregues a população em julho. Já o de Gravatá, com mais de um hectare, começou a ganhar forma em agosto de 2020, em área adjacente ao antigo Matadouro Público Municipal, no bairro do Jucá. Dentre as ações previstas para a área, foram executados 48,52% dos serviços programados e a previsão de conclusão dos trabalhos é maio deste ano. O investimento total na construção dos três equipamentos soma R$ 15 milhões.

Obs: Na imagem, projeto do Parque de Belo Jardim

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.