Gravatá: A Corporação Musical Devaldo Borges é classificada para semifinal da Copa Pernambucana de Bandas e Fanfarras Abanfare PE

By 23/11/2022 - 08:19Agreste Setentrional

Classificatória aconteceu na cidade de Surubim onde conquistaram o 1º lugar na etapa da categoria Musical e se classificaram para a semifinal da Copa

 

O trabalho é desenvolvido com crianças, jovens e adultos fruto do projeto social de Musicalização e dança. Sob a coordenação do Maestro Edson, co-regente Eduardo Labanca, e Regente e Educador musical João Neto, a banda vem se destacando no meio musical na região Norte, Nordeste e no cenário nacional.

O Corpo Coreográfico sob organização e coreografia de Fyamma Gabriella e Edson Lima, possui o título de Pentacampeão Pernambucano e atualmente está em busca e processo para conquista do hexa.

O evento acontece todos os anos no estado de Pernambuco. Com o tema “PIRATAS DO CARIBE”, a classificatória aconteceu na cidade de Surubim onde conquistaram o 1º lugar na etapa da categoria Musical e se classificaram para a semifinal da Copa Pernambucana de Bandas e Fanfarras Abanfare PE.

De acordo com Fyamma Gabriella, organizadora e coreógrafa, já estão se preparando para a próxima etapa da competição com as bandas da cidade do Recife e de toda região pernambucana.

“Ver esses jovens aprendendo música, aprendendo dança e sendo reconhecidos a nível estadual, norte e nordeste, e nacional, é emocionante, pois o trabalho é construído através da dedicação de todos via projeto social de formação de músicos e bailarinos. Nasci dentro desse trabalho e hoje não vivo sem ele. Posso falar para todos que fazem o trabalho acontecer, que fazer parte da Corporação Musical Devaldo Borges é nossa grande paixão e orgulho”, disse Fyamma.

Ela completa que o mais lindo é que tudo se faz por amor. “A banda está composta por mais de 80% de crianças que aprenderam a tocar seus instrumentos em menos de 5 meses, através do trabalho da escolinha de música, que acontece gratuitamente, na Escola Devaldo Borges e na Escola Municipal Cônego Eugênio Vilanova, por meio das aulas de música do Professor José João. Os bailarinos também são orientados através do meu projeto social de ballet e dança contemporânea”, destaca.

Fotos: cortesia, cedidas pela CMDB

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.