Humberto: “Quem não está nessa unidade, na verdade, está dividindo o povo pernambucano”

By 21/08/2022 - 18:59Pernambuco
Foto: Marcus Mendes

Um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores no Brasil e em Pernambuco e nome próximo ao presidente Lula, o senador Humberto Costa criticou os adversários da Frente Popular de Pernambuco que tentam colar a imagem à do maior líder petista do País. O parlamentar, que votará no candidato a governador Danilo Cabral (PSB), cravou que, nesta eleição, alguns nomes se uniram a setores conservadores e ligados ao presidente Jair Bolsonaro (PL) em nome de projetos pessoais. Humberto reforçou o apoio em Danilo, justificando a necessidade de, junto com Lula, continuar as transformações que o povo pernambucano precisa.

“Quem não está nessa unidade, na verdade, está dividindo o povo pernambucano. Quem lançou projeto individual pessoal sem pensar no Estado e sem pensar no País e joga apenas no seu interesse próprio? Essas pessoas são divisionistas. São aqueles que se unem à direita para tentarem impedir que nós possamos continuar levando Pernambuco para o caminho que ele chegou por conta dessa unidade”, afirmou Humberto Costa, durante a inauguração do comitê da chapa majoritária, o D40, no Recife, neste domingo (21).

Com a trajetória de quem tem contribuído, no Congresso Nacional, com projetos para fazer Pernambuco continuar avançando, Humberto Costa lembrou que o momento em que o Estado mais cresceu foi durante os governos Lula e Eduardo Campos, devido ao alinhamento entre as gestões federal e estadual. “O momento que nós mais crescemos e que mais avançamos foi quando estivemos juntos com Eduardo, Lula, Dilma e é isso que nós precisamos fazer agora novamente, elegendo Danilo”, pregou o parlamentar do PT. 

Humberto reforçou que o time da Frente Popular reúne apoio e a força de mais de 120 prefeitos pernambucanos, todos fechados com Danilo. “Somos mais de 50 movimentos sociais, sindicais, de moradores, a maior parte dos vereadores, o prefeito da capital… Danilo, você é o nosso candidato porque você é mais preparado, porque você foi aquele que foi capaz de unir essas forças. Você não deve a sua candidatura a ninguém a não ser a sua trajetória, a sua história, a sua experiência, a sua competência, o compromisso e a sua capacidade de nos unir em defesa desse projeto político. É isso que nós temos que fazer avançar”, finalizou o senador, convocando a militância para votar 40 no dia 2 de outubro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.