iFood abrirá escritório no Recife

Espaço, que contará com 40 empregos inicialmente, atuará como hub da empresa na Região Nordeste

SÃO PAULO (SP) – A Prefeitura do Recife segue trabalhando para reforçar a geração de emprego e renda na cidade. Na manhã desta segunda-feira (19), o prefeito João Campos se reuniu, em São Paulo, com diretores do Ifood para fechar os últimos detalhes da implantação do escritório da empresa na capital pernambucana. O espaço, que contará inicialmente com 40 postos de trabalho, funcionará na Ilha do Leite, a partir do próximo mês.

 

“Me reuni aqui em São Paulo com a equipe do iFood para um anúncio importante. O Recife terá um escritório do iFood com 40 pessoas na equipe. A gente aproveitou a visita para também falar muito sobre inovação, sobre a cidade, sobre muita coisa boa que o Recife tem. Vamos trazer inovação urbana, discutir problemas da cidade e, sobretudo, endereçar soluções”, declarou João Campos logo após o encontro. Além de funcionar como um hub das atividades já realizadas pelo Ifood na Região Nordeste, o escritório Recife da empresa também contará com estrutura para o desenvolvimento de software e apoio logístico. 

 

“A nossa ideia é a de construir cada vez mais parcerias com o Recife, olhando sobretudo para a inovação”, pontuou o diretor de Planejamento e Sustentabilidade do iFood, João Barreto. Também participaram da reunião o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Rafael Dubeux; o presidente de Logística do Ifood, Roberto Gandolfo; o Head de Estratégia do Ifood, André Conejo; e Francisco Avelino e Thales Vieira, do time de políticas públicas do Ifood.

 

CAGED – De acordo com os últimos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência no dia 29 de agosto, o Recife registrou, em julho, saldo de 2.389 empregos formais, resultado de 18.523 contratações e 16.134 demissões. Somando o desempenho de janeiro a julho, já são 14.724 empregos de saldo, um crescimento de 2,96%. O Recife atingiu a marca de 511.482 postos de trabalho ativos. Assim, o Recife teve a sétima alta consecutiva na criação de empregos com carteira assinada e, dessa forma, consolida o ambiente favorável à geração de empregos na cidade.

 

O setor de Serviços segue sendo o lastro da economia recifense e, como sempre, foi o responsável pela maior parte da alta na geração de empregos. O segmento contratou 12.238 profissionais, gerando saldo positivo de 1.847 vínculos de trabalho e um crescimento de 0,55% em comparação a junho deste ano. A Construção Civil também apresentou protagonismo no saldo total. Foram admitidos 2.070 trabalhadores, marcando um saldo de 409 empregos e crescimento de 1,18%.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.