Ipojuca lança plataforma “Banco de Aulas” para facilitar educação a distância

Secretário de Educação, Francisco Amorim

Para facilitar o processo dos educadores da Rede Municipal de Educação que estão promovendo as aulas virtuais durante esse período de pandemia, a Prefeitura do Ipojuca, por meio da Secretaria Municipal de Educação, lança, nesta quinta-feira (26), a plataforma “Banco de Aulas”. A ferramenta, disponibilizada no site do Sistema Educacional do Ipojuca (SEI), permite que os educadores possam ter acesso às aulas que já foram elaboradas por outros professores da rede, otimizando o trabalho e o aprendizado dos alunos. A apresentação do projeto para diretores e coordenadores das unidades de ensino ocorreu ontem (25), no Centro de Formação dos Professores Nadir da Costa Monteiro, em Ipojuca Centro.

“Com o Banco de Aulas, o educador poderá buscar entre as mais de 200 videoaulas, atividades e conteúdos diversos já produzidos pelos professores aquele tema que ele irá abordar na aula remota. Isto evitará que o mesmo precise dispor de um tempo para elaborar uma aula sobre o mesmo tema que já foi preparado por um colega”, destaca o secretário de Educação do Ipojuca, Francisco Amorim. Encontrando o assunto que quer trabalhar, o professor só precisa baixar o conteúdo e disponibilizar para os alunos por meio da plataforma que já utiliza, como e-mail ou WhatsApp.

Para o gerente de Tecnologia Educacional do Ipojuca, Rivson Souza, “o sistema cria uma rede de colaboração entre todas as escolas municipais, para que juntas possam oferecer aos estudantes um material rico, adaptado ao ensino a distância e super atual”. Até o momento, mais de 250 aulas já foram cadastradas na ferramenta, contemplando séries da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). “Uma iniciativa que vai auxiliar a atividade dos professores e uma forma de unificar o conteúdo, permitindo que alunos de diferentes unidades tenham acesso à mesma informação, e que vai refletir diretamente numa avaliação ou possível mudança de escola”, reforçou a gestora da Escola Municipal Jarbas Passarinho, Cícera Arouxa.

*Ano letivo* – Como anunciado ontem (24), as aulas presenciais no município só voltarão em 2021. Já o ano letivo de 2020 com as aulas remotas segue até o dia 30 de dezembro. Até lá, será realizada uma carga horária de 640 horas/aulas, entre presenciais e remotas. Outras 160 horas/aulas, garantindo o período completo de 800 horas/aulas de aprendizagem do aluno, serão compensadas remotamente no próximo ano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.