“Izaías Régis não tem condição nenhuma de dar lição de moral no seu sucessor”, afirma o líder do governo na Câmara de Garanhuns

By 30/04/2021 - 14:18Agreste Meridional

O ex-prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, não tem condição nenhuma de dar lição de moral no seu sucessor, Sivaldo Albino.

Fez uma gestão cheia de maquiagem que no final foi reprovada pela população local, que derrotou o seu candidato na eleição de 2020, mesmo sendo um médico de prestígio, que tinha governado o município duas vezes.

O governo passado de Garanhuns se preocupou apenas em pavimentar ruas, mesmo assim muitas das obras de asfalto e calçamento não resistem a uma chuva.

Os servidores foram desvalorizados, a zona rural abandonada, os postos de saúde não tinham medicamentos e a cidade ficou com 22 obras importantes paralisadas.

Além disso, o município não tinha crédito, pois o nome se encontrava sujo no governo federal.

Sivaldo Albino herdou mais de 30 milhões de débitos, isso somente no Instituto da Previdência. No total o rombo do antigo gestor é em torno de 80 milhões.

O ex-prefeito passou 8 anos como serviçal de Armando Monteiro e agora vem criticar Sivaldo porque é um homem de partido.

Ora, é melhor ser fiel a um partido que tem trazido benefícios para o município, do que seguir um líder fracassado que prometeu gerar milhares de empregos em Garanhuns e trazer várias indústrias e, na verdade, nunca trouxe sequer uma fábrica de pipoca.

Izaías, em sua nota, vem dar uma de defensor dos professores, quando o seu governo foi o pior possível para esta valorosa classe, retirando direitos e diminuindo salários de quem vive na sala de aula.

Não adianta jogar para a plateia porque independentemente do que o senhor diga para a plateia, o povo sabe muito bem que sua rotina agora será na justiça.

O melhor que o ex-prefeito faz é parar de atacar o governador Paulo Câmara. Esse discurso não funcionou na campanha passada, tanto que seu candidato foi derrotado, e muito menos funcionará daqui pra frente.

Os governos do PSB têm feito muito por Garanhuns. A barragem do Cajueiro, o curso de medicina, a UPAE, a Escola Técnica Ariano Suassuna, o asfalto até o distrito de São Pedro, as dezenas de leitos para combate à Covid, a nova sede da Ciretran, o serviço de hemodiálise no Hospital Dom Moura, tudo isso e muito mais são ações de Eduardo Campos e Paulo Câmara.

Na nota de viés político do ex-prefeito, pobre em conteúdo, ele diz que Sivaldo abandonou a cidade.

Pelo amor de Deus!

Sivaldo Albino está completando quatro meses de governo. Está limpando o nome de Garanhuns, organizando a bagunça que o seu antecessor deixou, melhorando a saúde, transformando a educação e planejando obras que vão melhorar a qualidade de vida da população.

Sivaldo nasceu e se criou em Garanhuns, gosta da cidade de verdade e não apenas no discurso, como outros, e nunca abandonará sua terra e seu povo.

Está apenas começando, trabalhando em três horários e vai fazer muito pelo município. O ex-prefeito fique atento para aprender alguma coisa e baixar a bola, já que a falta de humildade sempre foi uma de suas marcas.

Luizinho Roldão, líder do Governo Sivaldo na Câmara Municipal

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.