Jaboatão: Prefeito Mano Medeiros aguarda anúncio do presidente sobre liberação de recursos nesta semana

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros está na expectativa de que o presidente da República, Jair Bolsonaro, anuncie, nesta segunda-feira (30), a liberação de recursos para as necessidades imediatas que o município precisa para enfrentar as consequências das fortes chuvas. Na entrevista coletiva concedida por quatro ministros, neste domingo, o titular da pasta de Turismo, Carlos Brito, disse que Jaboatão já se antecipou ao procurar o Governo Federal para apresentar as demandas. Mano Medeiros acompanhou a coletiva e também participou do sobrevoo no helicóptero da Força Aérea junto com os ministros Carlos Brito, Daniel Ferreira (Desenvolvimento Regional), Marcelo Queiroga (Saúde) e Ronaldo Bento (Cidadania) para observar as consequências da maior chuva que caiu no município nos últimos 30 anos.

“Os municípios que foram atingidos pelas chuvas precisam procurar o Governo Federal para que a gente possa atender. Jaboatão, que o prefeito está aqui conosco, já se pronunciou de imediato e já está sendo atendido. Amanhã vão ser anunciados os recursos que Jaboatão vai receber para apoio neste momento tão difícil”, disse o ministro Carlos Brito.

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Mano Medeiros, ressaltou a importância do apoio federal e agradeceu a atenção que está sendo dada neste momento. “Sobrevoamos todas as áreas do município onde houve alagamentos e quedas de barreiras para mostrar a necessidade do atendimento imediato à nossa população. Já estamos com grupos de trabalho reunidos com equipes técnicas dos ministérios, apresentando os planos e as necessidades imediatas. Os ministros se colocaram à disposição para a liberação de recursos e amanhã teremos novidades com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Já nos antecipamos com o decreto de Situação de Emergência e temos a previsão de que receberemos repasse de verba federal já nesta semana para atender à nossa população”, disse o gestor.

Na coletiva, os ministros informaram que o primeiro passo é o município informar às necessidades de assistência social e abrigamento dos desabrigadas e desalojados. Depois serão liberados recursos para reconstrução das estruturas públicas e casas. “Trazemos palavras de profundo pesar do Governo Federal às famílias. Desde os primeiros momentos, o presidente Jair Bolsonaro colocou os ministros à disposição. Temos crédito extraordinário e os gestores locais farão a análise das necessidades e a partir daí entramos com o custeio”, colocou o ministro Ronaldo Bento.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.