João Campos defende parceria com cooperativas para impulsionar geração de renda

Com o objetivo de viabilizar soluções para o fortalecimento dos pequenos empreendimentos em bairros recifenses, o candidato da Frente Popular do Recife, João Campos (PSB), visitou, na tarde desta quarta-feira (30), o Centro de Apoio ao Pequeno Produtor (CAPP), localizado na Avenida Norte, em Casa Amarela. No local, João Campos conversou com comerciantes de diversas áreas e reforçou a necessidade da gestão pública municipal investir nos produtores locais, gerando mais emprego e renda, que é o grande desafio para o pós-pandemia da Covid-19. 

Para João Campos, é preciso criar estruturas e alternativas em cooperativas que viabilizem novas oportunidades para o Recife. “O objetivo do encontro de hoje é ouvir as demandas dessas categorias e construir propostas para viabilizar a retomada de parcerias entre a gestão pública e essas associações, incentivando a geração econômica por pequenos empreendedores. A agenda dialoga com a nossa proposta de impulsionar a geração de renda nos bairros. Precisamos pegar essa experiência, que existe há mais de 30 anos, e replicar em outros bairros como Ibura e tantos outros”, destacou. 

O Centro de Apoio ao Pequeno Produtor foi implantado em seu formato atual em 1986, primeira gestão do então prefeito Jarbas Vasconcelos (MDB). Quando idealizado, o CAPP tinha como proposta articular uma agenda de trabalho e renda com a promoção de maior participação popular, apoio ao associativismo e economia solidária. Atualmente, possui 83 associados ligados à área da costura, instrumento musical, lavandeiras, serigrafia e marcenaria.

O candidato reforçou a importância de promover uma reforma no espaço e disponibilizar, na gestão pública, assessoria jurídica e de marketing, como forma de auxiliar os empreendedores a ampliarem sua inserção no mercado. “A nossa ideia é criar ofertas de capacitação, é fortalecer essas organizações, promovendo mais alternativas para os moradores das localidades. É promover fonte de renda dentro dos próprios bairros”, completou. Na visita, João conversou com marceneiros, costureiras, lavadeiras e fabricantes de instrumentos musicais. 

Presidente da associação de marceneiros do CAPP, José Antônio da Silva, de 62 anos, recebeu João, mostrou a estrutura dos profissionais que atuam na sua área e falou da importância desse olhar do candidato com o Centro. “A gente tem a esperança de ele nos ajudar mais ainda a gente. Estamos aqui há 30 anos e não foi feita nenhuma nova proposta no prédio. Apesar de ele ser jovem, ele vem de grandes políticos: o avô dele, o pai dele, então nós temos esperança que ele venha trazer coisas melhores para nós”, avaliou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.