João Campos destaca geração de mais de 900 vagas de trabalho com novo Complexo Hospitalar Unimed Recife

Para o gestor, novo hospital representa avanço do polo médico do Recife, o maior do Nordeste e segundo do Brasil, expectativa é que sejam criados entre 900 e 1000 vagas de trabalho

O prefeito do Recife João Campos participou da inauguração do Complexo Hospitalar Unimed Recife, na Ilha do Leite, na manhã desta quarta-feira (13). A entrega do novo hospital, com foco no atendimento em alta complexidade, aconteceu durante as comemorações dos 50 anos de fundação da Unimed. No local, serão oferecidos os serviços de internamentos cirúrgicos e oncológicos; transplante de medula óssea; centro diagnóstico com serviços de tomografia, ressonância e Raio-X; Day Clinic; centro de infusão e consultórios especializados. De acordo com o gestor municipal, além da ampliação de possibilidades de atendimento à saúde, com o novo empreendimento, a capital pernambucana será beneficiada com a geração de mais de 900 vagas de trabalho. 

“A gente hoje participa da inauguração do Complexo Hospitalar da Unimed Recife, o seu maior prédio está sendo entregue hoje, são mais de 200 leitos só nessa unidade. Isso representa a geração de mais de 900 empregos no Recife. Estamos falando aqui de famílias recifenses que terão a oportunidade, de renda e emprego, garantida. O Recife se consolida como maior polo médico do Nordeste brasileiro, e o segundo maior do Brasil, ao mesmo tempo em que possibilita que os recifenses tenham maior oportunidade de cuidado, também representa emprego e renda para os trabalhadores que vão atuar aqui”, comentou o prefeito do

Ainda segundo João Campos, com o processo de vacinação na cidade, já é possível enxergar a virada de página em relação a pandemia: “a gente conseguiu ser uma capital no Brasil com grande destaque na vacinação, a gente agradece a todos os trabalhadores envolvidos na vacinação do Recife. Com isso a gente consegue já imaginar o que é que vai ser uma vida olhando a pandemia pelo retrovisor. E esse equipamento traz um ativo importante para os equipamentos de saúde do município. A Unimed foi muito parceira do estado e do município no período mais rígido da pandemia, abrindo leitos específicos, conveniando parte desses leitos com o poder público para garantir a expansão de leitos dedicados a rede pública, e agora ela se consolida com esse novo empreendimento, e sem dúvida nenhuma é um dos maiores hospitais do Nordeste brasileiro”.

Na ocasião, a presidente da Unimed Recife Maria de Lourdes Correia de Araújo, agradeceu ao prefeito e às secretárias e secretários da Prefeitura pela abertura ao diálogo. “O prefeito João Campos tem tido uma facilidade imensa de organizar o seu secretariado, são pessoas jovens e extremamente competentes”, afirmou ela. “Em nome dos demais membros do Conselho de Administração dessa cooperativa expresso a imensa satisfação em fazer a entrega de mais uma unidade que passa a integrar o Complexo Hospitalar Unimed Recife. Nessa oportunidade, se concretiza o sonho de um idealismo consciente e obstinado de uma equipe de dirigentes e conselheiros”, comentou ela também, no início de seu discurso.

Já o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, abençoou o espaço, os presentes e uma imagem de Nossa Senhora durante a inauguração. Da Prefeitura do Recife, participaram da solenidade: Rafael Dubeux, secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife; Luciana Albuquerque, secretária de Saúde do Recife; Maíra Fischer, secretária de Finanças do Recife e Marília Dantas, secretária de Infraestrutura da cidade.

O hospital representa o maior investimento da operadora em tecnologia para o paciente, inclusive e colocando em atividade um dos mais modernos equipamentos para cirurgia robótica. O Complexo Hospitalar Unimed Recife, que anexa à nova unidade o Hospital Unimed III, na Rua José de Alencar, bairro da Ilha do Leite, vai contar ainda com 20 leitos de UTI, sendo dois de isolamento; 90 leitos de enfermaria; 90 apartamentos, sendo 05 de isolamento; e seis apartamentos de transplante de medula óssea, sendo um para isolamento. 

O novo hospital contará ainda com um Day Clinic com sete leitos para pequenos procedimentos que não necessitem de pernoite no hospital. Na estrutura ainda há uma cafeteria e estacionamento com 286 vagas.

Fotos: Rodolfo Loepert/PCR

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.