João Campos: “O Parceria é muito mais do que uma obra, é a segurança de uma noite tranquila”

Gestor foi até o Alto José Bonifácio para inaugurar um obra do programa Parceria e autorizar o início de mais duas

A noite desta sexta-feira (12) foi um marco para cinco famílias que moram no Alto José Bonifácio. A Prefeitura do Recife, através da Defesa Civil, fez a entrega de uma obra do programa Parceria na Rua Santana, que contemplou a construção de um muro de contenção, a partir de alvenaria armada, tela argamassada e drenagem, além da instalação de corrimão na escadaria, com investimento de R$ 11,4 mil. O prefeito João Campos fez questão de ir até o local para conversar com os moradores e autorizar o início de mais dois serviços do programa.

“Nós tomamos a decisão de ampliar o programa Parceria, que aqui representa muito mais do que a obra em si, representa a segurança. São pessoas que agora podem ficar um pouco mais tranquilas, de saber que vai poder ter a proteção devida da encosta. A gente sabe que este programa é muito importante, porque a Prefeitura fornece o material, presta a assistência técnica e o morador ajuda com a mão de obra. Com a parceria entre a Prefeitura e os moradores do Recife, a gente consegue superar muitos problemas e desafios de proteção de encosta”, ressaltou João Campos.

O programa Parceria consiste em a Prefeitura fornecer o material e realizar o acompanhamento técnico, enquanto os moradores entram com a mão de obra. São obras como muros de contenção, escadarias, drenagem, acessos, calçadas, fossas e outros serviços que garantem a segurança de milhares de famílias. No caso da Rua Santana, a obra cobriu uma área de 136 m². Para este ano, o prefeito João Campos estipulou a meta de mil obras do Programa.

Quem estava bastante tranquilo com a finalização da obra foi o senhor Severino Carlos, mais conhecido como Bolinha. A mãe dele mora no endereço há cerca de 50 anos e ele também ajudou na mão de obra da intervenção.“A palavra que eu tenho para explicar isso aqui é gratidão. A gente vivia preocupado por causa do risco que a barreira oferecia. Não tinha sossego quando chovia e muitas vezes a gente precisava tirar ela de casa. Antes era só capim, barro, sujeira e, agora, a gente vê essa obra excelente. E eu ainda posso dizer que ajudei a erguer esse muro, porque entrei com a mão de obra também”, comemorou Bolinha, que é filho da dona Maria do Socorro Dantas, 72 anos.

Para o secretário executivo da Defesa Civil do Recife, Coronel Cássio Sinomar, a vantagem das obras do Parceria é a velocidade da execução e o baixo custo. “A gente está numa obra em que foi construído um muro de arrimo, a drenagem, o corrimão e o investimento feito pela Prefeitura foi de R$ 11,4 mil. Além disso, os próprios moradores têm interesse que a obra termine logo e fazem de tudo para ajudar. A cooperação entre a comunidade e o poder público é que faz com que todas as obras que já executamos e as que vamos executar levem segurança para a população em um curto intervalo de tempo”, destacou.

Foto: Marcos Pastich/PCR

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.