Juntas querem detalhes do plano de imunização contra a Covid-19 em Pernambuco

By 25/01/2021 - 16:38Pernambuco

O início da operacionalização do plano de vacinação contra a COVID-19 em Pernambuco traz esperança, mas exige planejamento e fiscalização do seu cumprimento. Com essa preocupação, o mandato das Juntas Codeputadas (PSOL/PE) encaminhou na última sexta-feira (22) ofício ao secretário de saúde André Longo demandando esclarecimentos sobre detalhes da operação, do mapa de imunização, das categorias incluídas no primeiro lote, bem como a versão consolidada do plano construído pelo Governo.

Ao total, são 13 perguntas que tratam de informações básicas e detalhamentos da programação, questões importantes para a atuação do legislativo e para garantir a transparência necessária na condução desta operação essencial para a população.

As perguntas enviadas à Secretaria Estadual de Saúde (SES) são:
1) Como está funcionando a inscrição e ordem de vacinação dos grupos prioritários previstos na fase 01 de imunização e se, dentro deste grupo, existe uma ordem de prioridade
2) Quais as categorias profissionais previstas no grupo prioritário “trabalhadores da saúde” e se todos os profissionais destas categorias serão considerados membros do grupo prioritário ou apenas aqueles que estão atuando diretamente no controle da pandemia do COVID-19;
3) Qual a lista nominal das instituições de permanência para idosos que serão consideradas como aptas a inscrever pessoas no grupo prioritário;
4) Qual a lista nominal dos territórios indígenas demarcados utilizada pela Secretaria Estadual de Saúde;
5) Como funcionará o processo de comprovação das pessoas portadoras de comorbidades, bem como sua inscrição;
6) Qual a lista nominal dos povos e comunidades (territórios) tradicionais ribeirinhas e quilombolas previstos no Plano;
7) Qual o documento que define o conjunto de deficiências consideradas graves, permanentes e severas;
8) Qual a lista nominal das categorias profissionais consideradas trabalhadores da educação, e se este grupo de risco abarca profissionais do ensino infantil, básico, superior e técnico;
9) Se no grupo prioritário definido como “pessoas privadas de liberdade” estão consideradas todas as pessoas em cumprimento de progressão de regime (seja ele aberto ou semi-aberto), em cumprimento de prisão provisória (seja ela preventiva ou temporária), em cumprimento de medida de segurança de internação e as crianças e adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas também de internação;
10) Como funcionará o cadastramento da população em situação de rua, e quais bancos de dados foram utilizados para formular a estimativa de que este grupo é formado por 1.204 (hum mil duzentos e quatro) pessoas;
11) Qual o quantitativo específico de cada um dos setores considerados grupos prioritários, e qual a sua disposição territorial no mapa do estado de Pernambuco;
12) Há a previsão de emissão de um boletim período com atualização de informações sobre a vacinação? Se sim, onde será disponibilizado;
13) Qual a estratégia de busca-ativa dos grupos vulneráveis que têm dificuldade de locomoção e acesso à informação a ser desenvolvida pela Secretaria de Saúde de Pernambuco

Por fim, requer, ainda, que seja encaminhada a versão consolidada e atualizada do Plano de operacionalização para vacinação contra a covid-19 no estado de Pernambuco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.