“Juntas querem implantar ditadura gay na saúde de Pernambuco”, afirma Joel da Harpa

By 24/11/2020 - 13:38Pernambuco

“Difícil acreditar mas está em tramitação na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) um projeto para implantar, definitivamente, a ditadura gay no estado”. A afirmação é do Deputado Joel da Harpa sobre a iniciativa da Juntas que acaba de apresentar um projeto que obriga os estabelecimentos de saúde do estado a colocar a indicação da identidade de gênero e orientação sexual do usuário nas fichas ou formulários utilizados em sistemas de informações.

Em outras palavras, deixar pública e clara a preferência sexual do paciente. “Afinal, qual o objetivo? Significa que se o paciente for gay ou lésbica terá um tratamento melhor de quem é hetero”? questiona. Para o parlamentar, o projeto é preconceituoso e mais uma tentativa da esquerda de implantar políticas públicas com base na teoria de gênero, promovendo o esfacelamento da sociedade.

Afinal, só existe homem e mulher. O homem nunca deixará de ser homem e a mulher nunca deixará de ser mulher e cada um tem suas necessidades específicas de saúde quanto ao sexo. “Um dito homem trans jamais terá problema de próstata, por exemplo. Não podemos permitir a aprovação dessa proposta esdruxula que tem embutida a ideia de favorecer uma minoria em detrimento da família pernambucana”, afirma o deputado. “Daqui a pouco vai ser vergonhoso dizer que é hetero nesse estado”, conclui.

1 Comcentário

  • Ana Roberta da Silva disse:

    É Impressionante o nível de ignorância do deputado Joel da Harpa. Deputado, entenda que sua convicções religiosas devem orientar sua vida privada, e não decisões politicas que impactam a saúde de homens e mulheres pernambucanos, independente de orientação sexual. Lembro que o senhor ocupa um cargo público e o Estado é laico. Logo, guarde seu fundamentalismo e ignorância para si. A ALEP não é extensão de sua igreja!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.