Líder do Governo, Samuel Salazar, comemora aprovação do Auxílio Municipal Emergencial do Carnaval

O projeto agora será encaminhado ao Poder Executivo, onde deverá ser sancionado pelo prefeito João Campos

O Vereador e Líder do Governo, Samuel Salazar (MDB), comemorou a aprovação por unanimidade, na Câmara Municipal do Recife referente ao projeto do Executivo de nº 01/2021, que cria o Auxílio Municipal Emergencial (AME – Carnaval do Recife). A sessão aconteceu nesta terça-feira de Carnaval (16) e realizada de forma remota. A matéria foi aprovada em duas votações. O projeto agora segue para a sanção do prefeito João Campos (PSB). “É com muita alegria que aprovamos, nesta terça-feira de Carnaval, o Auxílio Municipal Emergencial, que irá conceder apoio financeiro de até R$ 10 mil às atrações artísticas e agremiações que fazem a cultura do Recife”, disse o emedebista.

A proposta de Auxílio Municipal Emergencial, prevê um aporte de R$ 4 milhões aos artistas populares do Recife, que deveriam se apresentar durante os dias de evento na cidade. Ao todo, 27 mil pessoas serão beneficiadas com esses recursos. “A Câmara Municipal fez seu papel de aprovar com celeridade esse projeto, no qual consideramos urgente e essencial para manter viva as nossas tradições, bem como a cadeia cultural da capital pernambucana”, elogiou o líder do governo.

Atrações e agremiações domiciliadas ou sediadas no Recife, que se apresentaram na programação montada pela Fundação de Cultura Cidade do Recife, no Carnaval 2020, deverão confirmar seus dados junto à administração municipal, pela internet a partir das orientações e prazos que serão anunciados em breve por meio de chamada pública.

“Com o compromisso de votar em sistema de urgência cumprido, o Projeto será encaminhado à Prefeitura do Recife para ser sancionado pelo prefeito João Campos e transformado em Lei. O AME, terá seu detalhamento publicado pela gestão municipal”, reforçou o parlamentar.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.