Ligado a ex-prefeito Genivaldo, suspeito de incendiar galpão do PT presta depoimento em Águas Belas

O grupamento da Polícia Civil ouviu, nesta quinta-feira (5), em Águas Belas, o suspeito de atear fogo no galpão alugado pelo PT (Partido dos Trabalhadores) para guardar material de campanha.

Conhecido como Chupeta, o suspeito chegou na delegacia de polícia acompanhado do advogado de campanha do PC do B, Dimas Pontes. Após depoimento, o suspeito foi liberado.

Chupeta faz parte do grupo político do ex-prefeito Genivaldo Menezes e Josy Brandão, que apoiam a candidatura de Roland Povoas para prefeito. O suspeito chegou a se lançar como pré-candidato a vereador pelo PC do B, mas teve sua candidatura indeferimento.

Chupeta acumula passagens pela polícia, sendo preso duas vezes. Uma por venda de ingressos falsos e outra por venda de bebidas adulteradas.

Além da Polícia Civil, a Polícia Federal está investigando o caso para identificar as motivações desse crime que atenta contra a democracia e que chocou a população da cidade.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.