Malha aérea do Aeroporto do Recife é maior que em 2019

By 03/12/2021 - 16:52Pernambuco
Foto: Matheus Ribeiro

Aeroporto dos Guararapes tem autorização da Anac para receber 6.792 pousos e decolagens no mês, num aumento de 5% com relação à pré-pandemia. Terminal é líder no Nordeste e amplia às ligações diretas para 41 destinos

A chegada da alta estação representa um período de grande expectativa para a vinda de turistas aos diversos destinos pernambucanos. Com o incremento de voos à malha aérea, os dados analisados para o mês de dezembro do Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre seguem em crescimento: mais uma vez, o terminal atinge números superiores aos praticados na pré-pandemia. De acordo com a pesquisa, o setor aeroviário tem ultrapassado os recortes de 2019, com um crescimento de 5,01% dos voos com autorização da Anac para serem operados.

O equipamento aeroportuário receberá 6.792 voos, entre chegadas e partidas. Em termos de comparação, em dezembro de 2019, quando o turismo no Estado crescia a todo o vapor, o aeroporto da capital operou 6.468 entre pousos e decolagens.  A análise foi feita pela Unidade de Estudos e Pesquisas da Empetur, a partir de informações da Anac.

Ficamos muito animados em anunciar os excelentes números da malha aérea de dezembro. Em mais um mês, registramos crescimento real da aviação do Estado desde antes da pandemia. O crescimento é resultado de todo um esforço conjunto do Governo do Estado, companhias aéreas e o trade turístico. Vamos seguir reforçando nossas ações de divulgação nas feiras e eventos, como a FIT, na Argentina, onde estaremos com estande a partir desta segunda-feira. 

Além do aumento no volume do número de voos, tivemos o crescimento dos destinos atendidos. Contamos, agora, com ligação direta a 40 cidades e uma ligação internacional, salienta o secretário de Turismo e Lazer do Estado, Rodrigo Novaes.

No recorte comparativo de voos diários para o mês, o terminal aeroportuário recifense deverá operar com 219 frequências entre pousos e decolagens – um crescimento de 4,96% em relação ao mesmo período da pré-pandemia (dezembro de 2019), que somou 209 ligações. Entre as capitais de destaque no Nordeste, a previsão é que Salvador opere com média de 171 voos, e Fortaleza (CE) registre 120 partidas e chegadas ao dia.

O Aeroporto do Recife, para este mês de dezembro, conta com a liberação da Anac para operar voos para as cidades de Aracaju (SE), Aracati (CE), Belém (PA), Brasília (DF), Campina Grande (PB), Caruaru (PE), Confins (BH), Cuiabá (MT), Fernando de Noronha (PE), Florianópolis – (SC), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Ilhéus (BA), Jericoacoara (CE), João Pessoa (PB), Juazeiro do Norte (CE), Maceió (AL), Manaus (AM), Mossoró (RN), Natal (RN), Palmas (TO), Patos (PB), Petrolina (PE), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont),  Salvador, Santarém (PA), São José dos Pinhais (PR),  São Luís (MA), São Paulo (Campinas, Congonhas, Guarulhos, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto), Serra Talhada (PE), Teresina (PI), Vitória (ES) e Uberlândia (MG). Para fora do Brasil, a ligação já em operação é para Lisboa, via TAP.

Entre os fatores responsáveis para o crescimento da malha aérea neste mês, está a ampliação dos voos da Azul, que anunciou a sua maior malha de verão em Pernambuco, com 628 voos semanais no Estado sendo 593 deles partindo do Recife para capitais brasileiras, além de outras cidades do interior do País, com dez novas rotas operadas na capital pernambucana e cerca de oito mil movimentos, entre pousos e decolagens, totalizando uma oferta de um milhão de assentos.

“O cenário atual é bastante animador porque já tivemos a ampliação de voos domésticos. Neste mês, contamos com a maior malha da Azul operando no Estado. Fechamos o ano com mais um mês de crescimento da malha, com expectativa para alcançar resultados cada vez mais satisfatórios para a economia, o turismo e a aviação”, analisa o presidente da Empetur, Antônio Neves Baptista.

OUTROS AEROPORTOS

Além do Aeroporto do Recife, outros terminais do Estado apresentaram incremento na malha aérea em dezembro. Os bons números também alcançam os Aeroportos de Fernando de Noronha e Petrolina.

O equipamento aeroportuário do Arquipélago terá média diária de nove voos (chegadas e partidas), o que totaliza 272 pousos e decolagens no mês. A previsão para dezembro é que os números de voos previstos já alcançam 82% do estimado à época da pré-pandemia no período.

Outra porta de entrada importante para o turismo de negócios e de lazer é o Aeroporto Senador Nilo Coelho, em Petrolina, que passará a operar, neste mês, 12 voos diários. O terminal tem 362 pousos e decolagens estimados para dezembro.

MOVIMENTAÇÃO DE PASSAGEIROS

Outro dado bastante animador para o Aeroporto do Recife é que a recuperação da movimentação de passageiros segue em curso e avança para o mesmo patamar do período pré-pandemia:  os números registram alcance de 95%.

A análise fornecida pela Aena Brasil, administradora do terminal recifense, revela que o equipamento recebeu 727 mil pessoas chegando e saindo em outubro. Em 2019, no mesmo período, foram 764 mil pessoas. No acumulado de janeiro a outubro deste ano, o equipamento aeroportuário recifense obteve crescimento de 64,32% em relação ao mesmo período de 2020, já na pandemia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.