Marília Arraes participa de seminário sobre encíclica papal que tem como foco os caminhos da boa política

By 08/11/2021 - 20:17Pernambuco

 

Evento, realizado na Câmara dos Deputados, reuniu religiosos, parlamentares, estudiosos e representantes da sociedade civil

A deputada federal Marília Arraes (PT/PE) participou, na tarde desta segunda-feira, de um seminário sobre fraternidade e amizade social, temas da carta encíclica Fratelli Tutti publicada pelo Papa Francisco, em outubro de 2020. O evento foi realizado de forma conjunta, na Câmara dos Deputados, pelas comissões de Direitos Humanos e Minorias, Educação, Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e de Legislação Participativa da Casa.

Destacando pontos do documento, o secretário-executivo da Comissão Brasileira Justiça e Paz da CNBB, Daniel Seidel, reforçou que a encíclica busca recolocar a melhor política acima da economia e aponta os horizontes e princípios da busca do bem comum, papel da melhor política segundo apresenta o Santo Padre na carta.

Marília Arraes destacou a importância do debate sobre este primeiro ano da encíclica na Câmara dos Deputados. “A Fratelli Tutti é uma das encíclicas do Papa Francisco que provocam o diálogo sobre quais os caminhos da melhor política. Por isso é tão importante que estejamos, nós, parlamentares e os representantes da Igreja e da sociedade civil, debatendo sobre esses caminhos.

O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dom Walmor Oliveira de Azevedo, falou em um vídeo especialmente preparado para o evento sobre o alerta que o Papa faz sobre a necessidade de restauração da harmonia entre o ser humano e a casa comum, o que depende de uma mudança de paradigma e de hábitos. “Sob inspiração de São Francisco de Assis, o Santo Padre faz um convite a adotar a solidariedade fraterna como princípio para orientar as relações políticas e humanas”, disse.

O presidente da CNBB destacou o capítulo V da encíclica, no qual o Papa conceitua a “melhor política”, como a que se coloca a serviço do bem comum, tornando-se indispensável para organizar a vida coletiva. “Que cada parlamentar assuma seu protagonismo nesta construção”, exortou o arcebispo pedindo ainda que a Fratelli Tutti seja inspiração para projetos de reformulação do poder e das instituições do país, especialmente neste momento que o Brasil atravessa.

Participaram ainda do seminário de forma on-line, como convidados, o vigário da Pastoral do Povo da Rua da Arquidiocese de São Paulo, Padre Júlio Lancelotti; a representante do Conselho Nacional das Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), Romi Benke; e a presidente do Conselho Nacional de Leigos do Brasil, Sônia Oliveira, o bispo da prelazia do Alto Xingu-Tucumã no Estado do Pará, dom José Maria Lopez Mauleón.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.