Memorial da Polícia Civil de Pernambuco conta história da corporação

By 30/12/2022 - 13:24Pernambuco

Espaço fica localizado na sede operacional da instituição, no bairro da Boa Vista

O governador Paulo Câmara inaugurou, na tarde desta quinta-feira (29.12), o Memorial da Polícia Civil de Pernambuco. Idealizado para preservar a memória e contar a história da corporação, o Memorial apresenta uma linha do tempo da instituição, registrando as datas mais significativas desde sua criação, em 1817, em meio ao ideal libertário da Revolução Pernambucana, até os dias atuais. O espaço fica localizado no térreo da sede operacional da PCPE, na Rua da Aurora, 487, bairro da Boa Vista.

“A Polícia Civil é uma instituição que presta inúmeros serviços à população pernambucana. Não é um trabalho fácil, mas nós ultrapassamos os obstáculos e soubemos investir da forma correta, equipando, fazendo as contratações necessárias e, principalmente, ampliando o leque de atuação e interiorizando suas as ações. E a história da corporação precisa ser contada para que as conquistas do passado e do presente sirvam de aprendizado para o futuro”, destacou o governador Paulo Câmara.

No memorial, será possível encontrar objetos representativos da evolução dos equipamentos e serviços de Polícia Judiciária, tais como máquina fotográfica, metro e cadeira para identificação criminal e primeiros registros das Carteiras de Identidade.

Além disso, também foi montado um gabinete de um delegado ambientado no século XX com cabideiro/cabide, máquina de datilografia e gaveteiro/porta-objetos.  “Nós precisamos resgatar essa história, são 205 anos de Polícia Civil de Pernambuco. É uma história muito bonita e que merece ser preservada. Estamos expondo o que arrecadamos até o momento e iremos expandir devido à representação de tudo o que foi construído ao longo desses anos”, ressaltou o chefe da Polícia Civil do Estado, delegado Nehemias Falcão.

O Memorial da Polícia Civil de Pernambuco homenageia o delegado João Francisco de Freitas Cavalcanti, nomeado pelo Ato Nº 1379, de 02 de abril de 1971, para exercer o cargo na 4ª Delegacia Distrital da Capital. Em 1974, passou ao cargo de Delegado de Polícia de 1ª categoria.

Durante o tempo em que esteve na Corporação, construiu uma trajetória baseada na retidão, espírito de equipe e compromisso com a segurança da população pernambucana.

Entre os cargos que ocupou na PCPE estão: delegado de Costumes, delegado Especializado, delegado de Acidentes de Veículos e titular da 16ª Delegacia Distrital. Entre março de 1975 e janeiro de 1979, atuou na Secretaria da Fazenda por cessão da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Entre as honrarias recebidas, está a Medalha Mérito Policial Civil – Classe Prata. A aposentadoria ocorreu em agosto de 1985.

Estiveram presentes à solenidade os secretários estaduais José Neto (Casa Civil), filho do delegado homenageado, Humberto Freire (Defesa Social); o subchefe da Polícia Civil, Darlson Macedo; o gerente geral da Polícia Científica, Fernando Benevides; o subcomandante geral da Polícia Militar de Pernambuco, coronel Aníbal Rodrigues; o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros; além de familiares do delegado João Francisco Cavalcanti e integrantes da PCPE.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.