Metade das mortes da última chuva em Pernambuco ocorreu em Jaboatão dos Guararapes

By 10/06/2022 - 18:26Pernambuco

A cidade de Jaboatão dos Guararapes foi a que apresentou o maior número de mortes nas chuvas que caíram em Pernambuco entre o final de maio e início de junho deste ano. Das 129 mortes confirmadas no estado, 64 ocorreram na cidade, segundo dados de um levantamento feito pela Gerência de Análise Criminal e Estatística (Gace) da Secretaria de Defesa Social. As informações sobre o número de mortes em Jaboatão dos Guararapes só se tornou público agora a partir destes dados, já que o município não havia sido divulgado pela gestão até então.

Os dados são de um levantamento feito pela Gerência de Análise Criminal e Estatística (Gace) da Secretaria de Defesa Social, com base no georreferenciamento dos bairros das cidades pernambucanas e informações coletadas junto a prefeituras, Corpo de Bombeiros, órgãos estadual e municipais de Defesa Civil, Instituto de Medicina Legal (IML) e sistema Infopol. No georreferenciamento, foi levado em consideração o local do deslizamento de barreira ou enchente. A cidade comandada pelo prefeito Luiz Medeiros, que assumiu o cargo após a renúncia de Anderson Ferreira (PL), contabilizou 64 mortes, a frente do Recife, que registrou 50, Camaragibe (7), Olinda (6), Limoeiro (1) e Paulista (1).

O levantamento também fez o recorte por bairros. Somente em Dois Carneiros foram registradas 24 mortes, seguido por Padre Roma e Muribeca, ambos com sete vítimas. Santo Aleixo e Curado registraram 6 cada, enquanto Cavaleiro teve 4. Já Zumbi do Pacheco e Engenho Velho tiveram duas mortes cada. Além disso, Sucupira, Socorro, Piedade, Loteamento 92, Comporta e Alto da Colina registraram uma vítma fatal cada.

O município de Jaboatão foi bastante criticado pela demora na resposta à emergência, principalmente no dia de maior volume de chuvas, em 28 de maio. Em algumas localidades, a Defesa Civil municipal só chegou no meio da tarde, enquanto a própria população estava realizando o trabalho de tentativa de resgate. Também houve críticas na demora em anunciar algum tipo de auxílio, já que a gestão só divulgou após outras prefeituras e o governo do estado bater o martelo sobre o tema.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.